- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
domingo, 14 / agosto / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

PARÁ: PF e DNPM desmontam garimpos ilegais na Serra

Mais Lidas

Técnicos do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), com o apoio das polícias Federal e Militar, realizaram na semana passadao desmonte de atividades garimpeiras clandestinas desenvolvidas na área da concessão minerária de Serra Pelada Companhia de Desenvolvimento Mineral (SPCDM), empresa formada pela Cooperativa de Mineração dos Garimpeiros de Serra Pelada (Coomigasp) e Colossus Mineração Ltda., proprietária do direito de implantar e explorar com exclusividade projeto minerário em área de 100 hectares situada no distrito de Serra Pelada, município de Curionópolis.

Na opinião dos técnicos do DNPM, não se trata de garimpagem inofensiva, mas de verdadeira atividade econômica, de responsabilidade de pessoas já identificadas que chegaram a furar poços de grande profundidade, que põem em risco o desenvolvimento do projeto da SPCDM.

Ao constatar a ocorrência das atividades ilícitas, a empresa apresentou denúncias ao DNPM, o qual confirmou a atividade clandestina e promoveu, no começo do segundo semestre de 2011, uma operação para paralisá-la e a autuação dos responsáveis por desrespeito à lei e às autoridades públicas. Apesar disto, estas mesmas pessoas, em poucos dias após a operação, teriam voltado à atividade, como se não tivessem recebido a ordem de paralisação.

Diante disso, o DNPM e a Polícia Federal organizaram a operação atual, destinada a constatar a reincidência da atividade ilícita, dando-se, desta vez, nova autuação, a detenção das pessoas flagradas no local e a apreensão de equipamentos.

A SPCDM, como titular da Portaria de Lavra, tem responsabilidade por impedir que atividades garimpeiras irregulares sejam promovidas na área de sua concessão minerária, o que é obrigação decorrente do Código de Mineração.

Por isso, a empresa considera a operação muito importante para o desenvolvimento do projeto e reconhece o empenho das autoridades públicas envolvidas, que vêm cumprindo com rigor as competências que lhe são próprias. (Waldyr Silva, com informações da Agência Bateia)

- Publicidade -spot_img

3 Comentários

Assinar
Notificar-me
guest
3 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
mara teixeira

Quem sao esses que garimpao?! sera que na verdade nao serao hulmudes garimpeiros!?.
Que da antiga sera pelada só herdaram a miseria e a ivalidez e que ate hoje só esperam a sorte de uma idenizaçao que nunca chega ou de uma certa minerador que nao dar uma data certa de quando sairam os primeiros reais pra esses pobres.Que tristeza!

Santa Helena

É sacanagem o que fazem com pobres garimpeiros, que colocam mineradoras estrangeiras para saquear, roubar com o apoio de uma associação que não tem nenhuma intenção desse dinheiro sair pois ela se acabaria…a verdade que enquanto tiver um pobre garimpeiro ainda vivo batendo o coração eles não regularizam a situação desse povo sofredor que eles querem que todos morram pra se apossar de suas carteiras que não vai valer mais nada pois ninguém vai acreditar mais em nada…

Elis Medeiros

Toda essa clandestinaidade existe e resistirá por vários motivos; o maior deles é a exclusão social de centenas de brasileiros, sem oportunidades num mercado muito competitivo, onde eles não tem oportunidades de se colocar.Veja a situação dos ex-garimpeiro, em que momento houve um programa de re-qualificação destas pessoas para que possam operar com a nova empresa que vai explorar o resto da riqueza Paraense que ainda tem aquele solo?????

Qual o interesse destas associações que se portam como porta-voz destes excluidos???Será que o compromisso deles ainda [eo mesmo ou já foram coptados pelos interreses do capital????

Enfim, é lamentável quem um dia acreditou nesta infeliz febre do OURO, uma verdadeira riqueza de infelicidade de pessoas e famílias!!!!

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias