Connect with us

Pará

PARÁ: Policia desmonta fábrica clandestina de armas em Redenção

Publicado

em

O GCCO – Grupo de Combate ao Crime Organizado, da Polícia Civil, desarticulou um imóvel que funcionava como fábrica e oficina clandestina de armas de fogo, no município de Redenção, no sudeste paraense. No local, um arsenal formado por 17 armas de fogo, além de munições, foi apreendido. Formada pelos delegados Alberto Henrique Teixeira de Barros e Samuelson Yoiti Igaki, escrivão William Martinez Costa Braga e investigadores Antônio Olímpio Barros da Rocha e Nelson Costa, a equipe deu cumprimento ao mandado de busca e apreensão expedido pelo juiz de Direito, da 3° Vara da Comarca de Redenção, Fábio Penezi Póvoa.

No local, situado na Rua do Barbosa, s/n°, Setor da Serrinha, município de Redenção/PA, mora Neilson Ribeiro dos Anjos, 38 anos, conhecido por “Cabeludo”, natural de São José da Safira (MG). Os policiais, durante o cumprimento da ordem judicial, fizeram minuciosa revista na residência, onde também funcionava a oficina clandestina. No imóvel, Neilson  fabricava e fazia reparos em armas de fogo a pedido de fazendeiros, colonos e pessoas ligadas a crimes no município. O flagrante ocorreu durante as investigações do homicídio do sindicalista Pedro Alcântara, que era presidente da FETRAF (Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar), na região.

Os policiais apreenderam 13 cartucheiras, duas delas de calibre 16, oito de 20, duaNeilson dos Anjos está presos de 12 e outra com vareta, do tipo “por fora”; um rifle de calibre 22; uma garrucha calibre 22, sem marca de fabricante nem numeração; uma pistola calibre 6.35, e um revólver calibre 38 marca Rossi. Além do armamento, foram apreendidos diversos apetrechos para manutenção, reparo e fabricação de armas de fogo curtas e longas, de diversos calibres.

Neilson dos Anjos

Também foram achados no local seis munições intactas compatíveis com calibre 38 e outras oito munições, também intactas, para calibre 22. ainda, durante a revista no local, os policiais localizaram um cartucho intacto para calibre 12 e 20 outros cartuchos já deflagrados para calibres diversos, além de duas lunetas telescópicas para arma de fogo de longo alcance.

Diante disso, o acusado foi conduzido à sede da Delegacia de Conflitos Agrários (DECA), em Redenção, para ser enquadrado em flagrante pelos crimes. O delegado Alberto Teixeira explica que as investigações sobre a morte de Pedro Alcântara continuam.

Até o momento, onze pessoas já foram presas e grande quantidade de armas, munições e drogas foi retirado de circulação. “As prisões e apreensões repercutirão, sobremaneira, na redução dos crimes urbanos e rurais que acontecem no município”, ressalta o delegado.

As operações do GCCO atendem as determinações do delegado-geral da Polícia Civil, Raimundo Benassuly, e do diretor de Polícia do Interior, delegado Miguel Cunha, para repreender energicamente as ações criminosas na região.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

Helder tem celular clonado e Toni Cunha dispara, “Será que fez bobagem pelo telefone…?”

Publicado

em

Esta semana o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), disse por meio de suas redes sociais, que mais uma vez, teve seu telefone clonado. “Boa noite, pessoal. Fui vítima de crime cibernético. Meu número de telefone foi clonado. Já fiz boletim de ocorrência e estou tomando as providências para resolver o problema”, escreveu.

Encabulado, com a quantidade de vezes que o governador já teve seu aparelho alvo de ataques cibernéticos, o deputado estadual, Toni Cunha (PTB), seu adversário, escreveu. “De novo!! Será que o governador está mal orientado por quem cuida de sua privacidade!!? Toda vez é isso!! Acho que é o governador que mais teve telefones “clonados” na história do Brasil. Vá ser clonado assim “lá na China”!!. Será que fez bobagem pelo telefone e quer dizer que não foi ele?”

Continue lendo

Pará

PARAUAPEBAS: Morre aos 68 anos Faisal Salmen

Publicado

em

Faisal Salmen, médico e primeiro prefeito de Parauapebas, município da região de Carajás, Pará, morreu na noite desta sexta, 23.

Faisal vinha lutando contra as sequelas de um câncer.

Faisal Faris Mahmoud Salmen Hussain, tinha 68 anos e era paulista de Agudos. Foi eleito prefeito de Parauapebas, em novembro de 1988 e cumpriu o mandato de 1989 a 1992.


O atual prefeito de Parauapebas, Darci Lermen (MDB), comentou sobre a morte. “Obrigado Faisal Salmen, nosso primeiro prefeito, por ter compartilhado, com todos nós, tanto carinho e dedicação. Nesse momento doloroso em que a natureza subverte o curso da vida. Parauapebas terá sempre muito orgulho desse cidadão parauapebense. A força de Faisal Salmen vem do seu exemplo e do seu caráter. leal à família, aos amigos, ao povo de Parauapebas, sua garra nos inspira e seu trabalho nos motiva”, disse o gestor.

O corpo de Faisal Salmen será velado na Câmara Municipal de Parauapebas a partir das 15 horas deste sábado e seu sepultamento está marcado para as 18 horas no Cemitério local.

A Prefeitura de Parauapebas decretou luto oficial de três dias.

Continue lendo

Pará

Assista o Conexão Rural deste final de semana – Dias 24 e 25

Publicado

em

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze