Connect with us

Maranhão

PARÁ: Policial estaria trabalhando para quadrilha

Publicado

em

Policiais militares do 24º Batalhão da PM, comandado pelo major Neil Duarte, estavam realizando uma operação no conjunto Cordeiro de Farias, no bairro do Tapanã, periferia de Belém, quando receberam a informação de que um homem estava debaixo de uma residência. O major Neil e outros policiais que estavam em cerca de 10 viaturas se deslocaram até o local para verificar essa situação, quando o ajudante de pedreiro, Lucivaldo Leão dos Santos, de 26 anos, conhecido como “Civaldo”, pulou na frente das viaturas, na rua Cabana, e pediu socorro das guarnições. Ele estava bastante nervoso e com o braço esquerdo alvejado por um tiro.

O major Neil rapidamente parou para conversar com o rapaz, que acabou revelando que foi um policial militar, conhecido como Augusto, que efetuou vários disparos e por pouco não tirou sua vida. “Eu estava descendo a ladeira da rua, quando o cabo Augusto Cézar, que é da PM, pulou na minha frente e disse que era um assalto.

“Eu não parei. Ele disparou vários tiros e um deles pegou no meu braço”, conta Lucivaldo, que já tem passagem pela polícia por assalto cometido em 2008. Após ser baleado, Lucivaldo correu pulando muros de vários quintais até entrar na lama e se esconder debaixo de uma casa.

Augusto estava em companhia de um comparsa que foi apenas identificado como “Tutuca” e que deu apoio ao policial utilizando uma moto, pertencente à dona de casa Daniela Sampaio, de 22 anos.

Em depoimento ao delegado Walter Resende, Daniela conta que estava descendo da moto, uma Honda Fan preta, em frente a um supermercado, localizado na rua sargento Getúlio, no bairro do Bengui, quando por volta das 8h30 de ontem, foi abordada pelo PM Augusto Cézar e um outro bandido identificado apenas como “Tutuca”.

“Eu estava descendo da moto quando os dois chegaram e pediram para eu não olhar para trás e levaram a minha moto”, relata Daniela.

A equipe do DIÁRIO acompanhou com exclusividade toda a operação da PM na tentativa de prender os acusados. “Nós vamos fazer algumas buscas para tentar prender os acusados”, explica o cabo J. Carlos, da 22ª ZPol, que cobre a área do Bengui.

Uma moradora que preferiu não se identificar contou aos policiais que “Civaldo” faz parte de uma quadrilha de traficantes adversária ao bando que o policial militar pertence, levando a crer que o caso está voltado para uma disputa por pontos de tráfico de drogas nas áreas do Parque União, Parque Verde, Cordeiro de Farias, Tapanã e Bengui.

Desde domingo, vários homicídios foram registrados naquela região, todas as vítimas envolvidas em acerto de contas. Em meio a esses crimes, Jackson Batista de Souza, de 21 anos, foi preso na madrugada de ontem pelos policiais do 1º Batalhão da Polícia Militar, quando estava acompanhado de um rapaz que acabou sendo executado no Parque União. Ele estava com todos os pertences da vítima.

“A gente vem registrando esses homicídios que estão acontecendo por causa do tráfico, mas vamos acabar com isso aqui”, conta o major Neil, que já está com a identificação de vários traficantes que agem no bairro.

Assalto

Durante as buscas aos demais envolvidos no baleamento, a guarnição do capitão Mariúba se deparou com uma outra situação.Um adolescente de 17 anos que estava em atitude suspeita e ficou bastante nervoso ao avistar a PM. Ao ser abordado pelo capitão Mariúba, foi encontrada na cintura do menor uma pistola 765, modelo alemã. “Eu comprei essa arma por R$ 200,00”, contou o adolescente.

Em poucos minutos, aproximou-se uma senhora que acusou o rapaz de ter acabado de asssaltar o seu mercadinho, fugindo com a renda do estabelecimento. Diante do reconhecimento, ele confessou o crime. “Eu roubei porque estava querendo ir embora para o interior”, finaliza. (Diário do Pará)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

AMARANTE: Finalizada obras do IEMA

Publicado

em

Mais duas cidades maranhenses estão prestes a receber obras importantes na área da educação. As equipes de engenharia da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra) finalizaram as obras no Instituto de Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) em Santa Luzia do Paruá e Amarante do Maranhão.

Na região oeste, na cidade de Amarante, a população aguarda ansiosa pela entrega oficial do prédio. A estrutura é ampla e moderna, atendendo as necessidades da comunidade estudantil. Antes, os alunos precisavam se deslocar até Imperatriz para buscar outras alternativas para ampliar o conhecimento. Agora, com a nova infraestrutura pronta, o município de Amarante passará a oferecer vagas de ensino para as cidades e povoados vizinhos.

“Com essa unidade do IEMA chegando, muitos jovens terão aulas que Amarante nunca viu, com aulas em tempo integral e com cursos técnicos. Será um salto na educação! Eu, assim como toda a população de Amarante, estou muito ansioso por isso”, destaca o estudante Thiago Viana. 

Continue lendo

Maranhão

Maranhão oferece auxílio ao Governo Federal para recuperar rodovias federais no estado

Publicado

em

O governador do Maranhão, Flávio Dino, usou as redes sociais nesta segunda-feira (2) para anunciar que encaminhou ofício ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, ofertando auxílio estadual para recuperação emergencial das rodovias federais (BRs) situadas no Maranhão. 

No documento encaminhado à Esplanada dos Ministérios, Dino frisa que, “com esteio no federalismo cooperativo”, coloca o Governo do Estado à disposição do Governo Federal para auxiliar na recuperação emergencial das rodovias federais “diante a situação gravíssima de vários trechos de BRs situadas no Maranhão”. 

“Encaminho ao Governo Federal proposta de um mutirão para salvar todas as rodovias federais BRs no Maranhão. Formalizo oferta de AJUDA ESTADUAL e pedido de autorização para atuarmos nas estradas federais. Situação grave nessas BRs de grande circulação”, comunicou o governador. Ele citou a BR-226 como exemplo de rodovia federal degradada em território maranhense.

De acordo com o ofício encaminhado ao ministro da Infraestrutura, o apoio estadual funcionaria como uma espécie de “mutirão”. Na oferta de auxílio, o governador ressalta que a solicitação de parceria entre a gestão estadual e o governo nacional “atende aos anseios da população”, é uma prioridade do Governo do Maranhão e “resguardaria a vida”, já que é iminente o risco de acidentes nos trechos deteriorados. 

“O mutirão deve ocorrer em TODAS as rodovias federais, começando das piores. Estamos lutando com as nossas MAs e apoiando os municípios com suas ruas e vicinais. E ofertamos ajuda ao Governo Federal para que este consiga cumprir seu dever”, concluiu o governador.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Estacionamento, embarque e desembarque de passageiros em trecho na Rua Sousa Lima é proibido

Publicado

em

Para melhor fluidez no trânsito, foi feita a nova sinalização da Rua Sousa Lima, no trecho das avenidas Getúlio Vargas e Dorgival Pinheiro de Sousa, restringe estacionamento; embarque e desembarque de passageiros do lado direito da via. Perímetro está completamente sinalizado, e passa a ser fiscalizado diariamente pelas viaturas de áreas da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes, Setran.

O coordenador-geral de Trânsito, Hodislan Maciel, explica que desde que foi implantada a nova sinalização, agentes de trânsito buscam orientar condutores a respeitar a proibição de estacionamento de veículos do lado direito da Rua Sousa Lima, no Centro. “É uma via de intenso tráfego de carros que causava congestionamentos e prejudicava a fluidez do trânsito”, justifica.

Ele ressaltou que “esse trecho da via fica proibido o embarque e o desembarque de passageiros, pois comprometia a fluidez, devendo estar livre para circulação de veículos que passam pela Rua Sousa Lima, sentido Avenida Getúlio Vargas”.

Hodislan Maciel explica ainda que “o órgão de trânsito com circunscrição sobre a via tem autonomia para decidir sobre a proibição de estacionamento e/ou de para sempre que as circunstâncias representarem prejuízo ou risco ao trânsito”. “A Setran busca alternativas para melhorar cada vez mais a fluidez de via que apresentam pontos de congestionamentos, principalmente durante os chamados horários de picos”, concluiu.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze