- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sexta-feira, 20 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

PARÁ: Prefeito de Marabá admite crise e exonera 6 secretários

Mais Lidas

Em entrevista coletiva o prefeito de Marabá, Maurino Magalhães de Lima, admitiu que o município passa por grave crise financeira, e anunciou uma reforma administrativa que, na sua visão, vai ajudar a colocar a Prefeitura nos eixos. Ele exonerou 6 secretários mudou status de 2 Secretarias e diz ter demitido 200 comissionados.

Essa lista dos comissionados que perderam suas funções, no entanto, não foi divulgada, embora a imprensa tenha solicitado. Os secretários exonerados foram: Lucídio Colinetti Filho (Obras), Glênio Benvindo de Oliveira (Planejamento), José Nilton Medeiros (Administração), Karam el Hajjar (Gestão Fazendária), mais o de Comunicação, Gilson Magalhães, uma vez que a secretaria será extinta e volta a ser apenas assessoria.

O sexto exonerado é o secretário de Saúde, Paulo Geraldo de Souza, o qual, como divulgado pediu demissão do cargo. Os órgãos Saci e Sine, que tinham certa autonomia, passam a responder à Secretaria de Ação Comunitária (Semac). O novo secretário de saúde é Nilson Piedade, administrador. A posse será nesta segunda-feira (28) às 16 horas no gabinete do prefeito.

O mais interessante é que no momento em que divulgou as exonerações o prefeito disse que só confirmaria o nome dos novos secretários no final da tarde e deixou a entender que algumas pastas serão comandadas por interinos.

Durante a coletiva, o prefeito tinha ao seu lado o presidente da Câmara, Nagib Mutran Neto (PMDB) e o superintendente de Desenvolvimento Urbano, Miguel Gomes Filho, o Miguelito, considerados interlocutores muito ouvidos pelo governante. Outros secretários e assessores estavam no auditório. (Correio ocantins)

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias