Connect with us

Pará

PARÁ: PTP e Territórios da Cidadania discutem políticas públicas nas regiões

Publicado

em

Desenvolvimento territorial sustentável com participação social e integração de ações dos governos federal e estadual é a meta da parceria entre o PTP (Planejamento Territorial Participativo) e PTC (Programa Territórios da Cidadania), a partir da realização de oito plenárias territoriais para discutir prioridades de investimentos e ações previstas para os territórios e regiões de integração.

A estratégia é integrar esforços das esferas governamentais à participação da sociedade nas decisões e no monitoramento de políticas públicas nas regiões de integração do governo do Estado e nos territórios da cidadania. As plenárias terão a presença da governadora Ana Júlia Carepa. Quando ela não for, será representada por um secretário de Estado.

O Programa Territórios da Cidadania, instituído por decreto presidencial no início de 2008, constitui uma grande estratégia de concentração de esforços entre ministérios, governos estaduais e prefeituras, para firmar políticas públicas, a fim de combater a pobreza e as desigualdades sociais, favorecendo o desenvolvimento e o exercício da cidadania, principalmente para as regiões mais pobres e, historicamente, excluídas.

No Pará, são oito territórios incorporados ao Programa Territórios da Cidadania: Baixo Amazonas, Nordeste Paraense, Sudeste Paraense, Sul do PA/Alto Xingu, Transamazônica, Baixo Tocantins, BR-163 e Marajó. Cada um possui um Colegiado de Desenvolvimento Territorial (Codeter) e todos os projetos do programa contam com contrapartida de recursos do governo Estado.

Com a parceria do PTP, que possui em cada uma das 12 regiões de integração conselheiros e um agente regional que fiscalizam as demandas públicas votadas pela população, será possível garantir a gestão democrática das ações nestas regiões por meio da participação popular e do controle social. O Planejamento Territorial Participativo, ligado à Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças (Sepof), é uma política pioneira no Pará e importante para o fortalecimento da democracia.

Calendário das plenárias

Região de Integração/data/território

Tapajós/BR-163 – dias 09 e 10/03 – Itaituba

Carajás/Sudeste Paraense – dias 11 e 12/03 – Marabá

Baixo Amazonas/Baixo Amazonas – dias 11 e 12/03 – Santarém

Araguaia/Sul do PA/Alto Xingu – dias 12 e 13/03 – Xinguara

Tocantins/Baixo Tocantins – dias 15 e 16/03 – Igarapé-Miri

Xingu/Transamazônica – dias 15 e 16/03 – Altamira

Marajó/Marajó – dias 18 e 19/03 – Belém

Capim /Nordeste Paraense – dias 18 e 19/03 – Ipixuna do Pará

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

Helder tem celular clonado e Toni Cunha dispara, “Será que fez bobagem pelo telefone…?”

Publicado

em

Esta semana o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), disse por meio de suas redes sociais, que mais uma vez, teve seu telefone clonado. “Boa noite, pessoal. Fui vítima de crime cibernético. Meu número de telefone foi clonado. Já fiz boletim de ocorrência e estou tomando as providências para resolver o problema”, escreveu.

Encabulado, com a quantidade de vezes que o governador já teve seu aparelho alvo de ataques cibernéticos, o deputado estadual, Toni Cunha (PTB), seu adversário, escreveu. “De novo!! Será que o governador está mal orientado por quem cuida de sua privacidade!!? Toda vez é isso!! Acho que é o governador que mais teve telefones “clonados” na história do Brasil. Vá ser clonado assim “lá na China”!!. Será que fez bobagem pelo telefone e quer dizer que não foi ele?”

Continue lendo

Pará

PARAUAPEBAS: Morre aos 68 anos Faisal Salmen

Publicado

em

Faisal Salmen, médico e primeiro prefeito de Parauapebas, município da região de Carajás, Pará, morreu na noite desta sexta, 23.

Faisal vinha lutando contra as sequelas de um câncer.

Faisal Faris Mahmoud Salmen Hussain, tinha 68 anos e era paulista de Agudos. Foi eleito prefeito de Parauapebas, em novembro de 1988 e cumpriu o mandato de 1989 a 1992.


O atual prefeito de Parauapebas, Darci Lermen (MDB), comentou sobre a morte. “Obrigado Faisal Salmen, nosso primeiro prefeito, por ter compartilhado, com todos nós, tanto carinho e dedicação. Nesse momento doloroso em que a natureza subverte o curso da vida. Parauapebas terá sempre muito orgulho desse cidadão parauapebense. A força de Faisal Salmen vem do seu exemplo e do seu caráter. leal à família, aos amigos, ao povo de Parauapebas, sua garra nos inspira e seu trabalho nos motiva”, disse o gestor.

O corpo de Faisal Salmen será velado na Câmara Municipal de Parauapebas a partir das 15 horas deste sábado e seu sepultamento está marcado para as 18 horas no Cemitério local.

A Prefeitura de Parauapebas decretou luto oficial de três dias.

Continue lendo

Pará

Assista o Conexão Rural deste final de semana – Dias 24 e 25

Publicado

em

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze