- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
terça-feira, 05 / julho / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

Pará reduz número de homicídios pelo sétimo mês consecutivo

Mais Lidas

O Estado do Pará registrou, pelo sétimo mês consecutivo, redução no número de homicídios. Somente na Região Metropolitana de Belém, formada por seis municípios, a queda em julho deste ano superou os 39%, em comparação ao mesmo período do ano anterior. Levando em consideração os 143 municípios, a redução passou de 13%, desde o início do governo de Simão Jatene. Em 2010 foram registradas 1.926 mortes, número que caiu para 1.663 este ano, segundo balanço da criminalidade no Estado nestes sete meses, divulgado pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), na tarde desta quarta-feira (17), na sede da secretaria.

Segundo o titular da Segup, Luiz Fernandes Rocha, o saldo positivo é resultado da integração dos órgãos de segurança. “É claro que precisamos reduzir muito mais. Por outro lado, estamos vendo que esta política está dando certo. E que não é algo passageiro. Já estamos no sétimo mês e a tendência é reduzir ainda mais. Isso foi alcançado trabalhando nesses sete meses basicamente com gestão. Os investimentos nós vamos começar a colocar em prática a partir do próximo mês”, destacou.

No comparativo entre julho de 2010 e julho de 2011, o balanço aponta redução nos crimes de roubo (-2,2%), estupro (-23,5%), latrocínio (-27,8%) e homicídio (-6,3%). Em relação ao tráfico de drogas, mesmo com o aumento de 23,1%, os números também são considerados positivos, já que representam a intensificação das ações de combate a esse crime. Apenas os crimes de furto e lesão corporal aumentaram em 5% e 3%, respectivamente.

Segundo o balanço, comparando os primeiros 212 dias de 2011 com o mesmo período de 2010, em todo o Estado houve redução dos crimes de roubo (-16,4%), furto (-0,05%), estupro (-5,2%), latrocínio (-32,8%), lesão corporal (-7,7%) e homicídio (-13,6%). Também houve um aumento significativo no combate ao tráfico de drogas (35,3%).

Quanto aos homicídios, somente na RMB a diminuição foi de 32,42%. Em Belém (incluindo os distritos de Mosqueiro, Icoaraci e Outeiro), a queda foi de 63%. “Com os concursos públicos que serão abertos em setembro para as Polícias Civil e Militar, e com a redistribuição do efetivo, o interior deve acompanhar a redução da RMB”, ressaltou o titular da Segup.

Investimentos

Segundo o major Francisco Bernardes, superintendente do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe), o Estado terá cinco novas unidades prisionais ainda este ano. “Constam nove da Agenda Mínima. De uma vez, estamos construindo cinco”, reiterou o major. Ele ainda destacou as atividades de ressocialização dos detentos. “Não basta apenas criar novas vagas. Vamos tirar todos os presos das delegacias. Essa é outra meta que será atingida  até setembro”, informou.

Segundo o secretário Luiz Fernandes, a população da Região Metropolitana de Belém poderá contar, a partir de setembro, com novas câmeras de segurança e cerca de 300 veículos com sistema de rastreamento. O reforço também chegará ao interior do Estado. “Até o final do ano todos os municípios do Arquipélago do Marajó também estarão com a comunicação via rádio e novas unidades”, acrescentou.

Para combater a ação dos “piratas” (assaltantes que atacam embarcações e a população ribeirinha) no interior, sobretudo no Arquipélago do Marajó, o delegado geral de Polícia Civil, Nilton Atayde, disse que novas embarcações serão destinadas à região. “Não já estamos trabalhando para reforçar o efetivo”, garantiu.

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias