- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
terça-feira, 17 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

PARÁ: Xingu receberá R$ 772 mi em investimentos para os próximos quatro anos

Mais Lidas

Os principais investimentos em obras previstos para os próximos quatro anos na região do Xingu, que abrange 10 municípios paraenses, foram anunciados na manhã desta quinta-feira, 11, pelo secretário de Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças do Estado (Sepof), Sérgio Bacury, no município de Altamira, durante audiência pública que debateu o Plano Plurianual (PPA) e a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2012.

Está previsto o repasse de R$ 772 milhões em recursos para a região, divididos entre as 10 prefeituras municipais, a serem utilizados nos próximos quatro anos. Desse total, R$ 260 milhões serão injetados na área da saúde, R$ 89 milhões na área da educação, R$ 89 milhões em segurança, R$ 65 milhões em habitação, e o restante em outros setores.

Está contida no plano elaborado para o município de Altamira a reforma e ampliação do 10° Centro Regional de Saúde, a construção da promotoria de Justiça local, a reforma de duas escolas estaduais, a implantação da Unidade Pro Paz (UPP), a instalação de infocentros e a reforma do 16° Batalhão da Polícia Militar. “Estamos dando uma atenção redobrada para a região do Xingu por conta da instalação da Usina de Belo Monte, que com certeza trará grandes mudanças para todos os municípios. Por isso precisamos detalhar para a população o que pretendemos implantar e queremos ouvir deles quais são as necessidades mais urgentes da região”, ressaltou o secretário.

Para o município de Anapu está prevista a pavimentação das vias urbanas, a instalação do Pro Paz e da base comunitária e a construção de uma praça. Em Brasil Novo, as escolas estaduais serão reformadas e a delegacia também será ampliada. Medicilândia, Pacajá, Porto de Moz, Placas, Senador José Porfírio, Uruará e Vitória do Xingu serão beneficiados com a ampliação do sistema de abastecimento de água, pavimentação das vias urbanas, instalação de infocentros, implantação da Telemedicina e construção de áreas de esporte e lazer – como ginásios e praças.

Programas

Durante a apresentação do PPA, Sérgio Bacury falou sobre os programas de governo que foram criados e que servirão de base para a execução dos investimentos. Na área da segurança, o Programa Pacto pela Liberdade implantará na região do Xingu dois Complexos Penitenciários, cujas obras estão previstas para iniciar em 2012.

Na educação, o programa social ‘Pará que Lê’ prevê a instalação de oito espaços de acesso à leitura e informação, alfabetização de 950 jovens e adultos e ainda a implantação de uma Escola Tecnológica. O programa de Proteção de Desenvolvimento Social pretende reduzir o índice de subregistro de nascimento em Altamira, e para isso garantirá a emissão de 278 mil documentos ao longo dos próximos quatro anos, além de 1.900 certidões de nascimento.

A população que esteve presente na audiência pode dar sua sugestão à equipe da Sepof. A assistente social Socorro do Carmo pediu o apoio do governo na questão do assistencialismo social aos moradores de Altamira. Já o representante do Conselho de Segurança Pública de Altamira, Ribamar Maués, falou sobre a necessidade de instalar câmeras de seguranças nas principais ruas do município.

O secretário e a equipe da Sepof registraram todas as sugestões e farão o encaminhamento para os órgãos competentes. O prazo final para o PPA ser encaminhado à Assembleia Legislativa do Estado é 31 de agosto. O documento deverá ser devolvido ao Executivo no dia 31 de dezembro e entrará em vigor no dia 02 de janeiro de 2012. As duas últimas audiências públicas ocorrerão em Belém, no dia 16 de agosto, e encerram no município de Abaetetuba, no dia 17 de agosto.

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias