Connect with us

Pará

PARAUAPEBAS: Cadastros de 12 mil pré-selecionados para auxílio emergencial municipal começam a serem analisados

Publicado

em

O comitê técnico de gestão do Programa Vencer definiu que a plataforma on-line de pré-cadastro  será aberta novamente após a validação de dados dos 12.644 pré-cadastros já realizados, conforme determina o Decreto 1.129, de 29 de março de 2021. Logo que for concluída essa etapa, será divulgada a abertura para novos pré-cadastros na plataforma.

Conforme o decreto, o programa terá as seguintes etapas: 1 – fase cadastral; II – fase de avaliação e confronto de dados; III – fase de validação; IV – fase de concessão; V – fase da publicidade.

Sobre a fase II, o artigo 6º pontua que é a fase de avaliação e confronto de dados e “consiste na análise do requerimento do auxílio, ocasião em que serão confrontadas as informações prestadas com outros cadastros ou bases de dados de órgãos da administração pública disponíveis, que poderão ser utilizados para exclusão de beneficiário em caso de omissão ou informação falsa, ou para critério de desempate”.

Já na fase III, de validação, será verificado se o candidato preenche ou não os critérios estabelecidos no decreto para ser um beneficiário do programa e receber o auxílio emergencial de R$ 500 por dois meses, totalizando R$ 1 mil. Importante destacar que o pré-cadastro não é garantia de participação no programa.

Caracterização de categorias beneficiárias do programa

O auxílio emergencial estabelecido pela Lei Municipal nº 4.939, de 24 de março de 2021, que integra o Programa Vencer, contemplará categorias que têm sofrido com os impactos econômicos decorrentes da pandemia. O Decreto Municipal 1.129, disponibilizado logo abaixo, esclarece a caracterização dessas categorias.

(Karine Gomes)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

Paragominas e Palmas empatam na Arena Verde

Publicado

em

Daylon marcou para o Paragominas, aos 24 minutos do primeiro tempo e aos 29, também da etapa inicial, Tchô empatou para o Palmas, a partida que terminou empatada por 1 a 1, na tarde deste domingo, no Estádio Arena Verde, em Paragominas. A partida foi válida pela nona rodada do Grupo 2 do Brasileiro da Série D.

SITUAÇÃO NO CAMPEONATO

Com o resultado, as equipes não avançam na competição. O Paragominas segue na sexta colocação com dez pontos, enquanto o Palmas permanece na sétima colocação com oito pontos.


O JOGO

A partida não foi movimentada até pouco mais da metade do primeiro tempo, quando as duas equipes buscaram e conseguiram fazer os gols. Mas no segundo tempo a partida caiu de produção, a marcação forte foi amarrando a partida e praticamente nenhuma chance clara foi criada. Apenas chutes sem muito perigo de fora da área.

PRÓXIMOS JOGOS

Na décima rodada, no próximo sábado (7), o Palmas recebe em casa, às 16 horas, no Estádio Nilton Santos, o último colocado da chave, o Tocantinópolis, que soma sete pontos. A partida ocorrerá no Estádio Nilton Santos, na capital tocantinense. É o clássico regional tocantinense.
Já o Paragominas recebe no domingo (8), o Juventude Samas (MA), às 16 horas, no Estádio Arena Verde, em Paragominas. (Futebol Interior / Foto: João Botelho)

Continue lendo

Pará

Em Belém, Remo vence CSA por 1 a 0

Publicado

em

O Remo bateu o CSA por 1 a 0 e ganhou justamente a posição do adversário na classificação da Série B. Assumiu neste domingo o 12° posto. No Baenão, em Belém, o único gol da partida saiu aos oito minutos do primeiro tempo, com o atacante Renan Gorne. O time alagoano perdeu a segunda consecutiva e volta para Maceió sob pressão.

O Remo abriu o placar logo na primeira chance. Erick Flores deu um drible desconcertante em Fabrício na área do CSA e serviu a Renan Gorne, que só teve o trabalho de empurrar para a rede, aos oito minutos. Aos 14, Gabriel lançou para Aylon, que finalizou com perigo, mas estava impedido. Não valeu o ataque do CSA. O jogo ficou morno e só esquentou aos 31, num chute colocado de Gabriel. Assustou o goleiro do Remo. Depois, o time alagoano rondou a área paraense, mas não foi efetivo.


O Remo teve a primeira oportunidade do segundo tempo. Lucas Tocantins, que havia acabado de entrar, passou fácil por Yuri e bateu por baixo. Thiago Rodrigues defendeu com dificuldades, com as pernas, e a zaga do CSA aliviou. Depois, o Remo passou a controlar mais o jogo. O técnico do CSA mexeu no ataque, mas o time continuou com enorme dificuldade para finalizar. Aos 29, Lucas Tocantins bateu cruzado, pela esquerda, e levou perigo ao gol do CSA. Aos 36, Dudu Beberibe acertou uma cabeçada na área do Remo e obrigou Vinícius a fazer uma boa defesa. Aos 38, Fabrício, do CSA, bateu falta com veneno e deu trabalho ao goleiro do Remo.

O Remo chegou a 19 pontos e fechou a 15ª rodada da Série B na 12ª colocação. Com 18, o CSA perdeu uma posição e caiu para o 13º lugar, com cinco pontos de vantagem para a zona do rebaixamento.

O CSA volta a jogar em Maceió no próximo sábado. Às 19h, recebe o Avaí no Estádio Rei Pelé. Antes, na sexta, o Remo faz outro jogo no Estádio Baenão, em Belém, desta vez contra o Operário-PR, às 16h. (Foto: Samara Miranda)

Continue lendo

Pará

Assista o Conexão Rural deste final de semana – Dias 31 e 1ª

Publicado

em

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze