Connect with us

Pará

PARAUAPEBAS: Grupo de acompanhamento da obra do Residencial Nova Carajás IX se compromete com execução de etapas

Publicado

em

Em encontro no último dia 27 de novembro,  o grupo de trabalho para acompanhamento das obras do Residencial Nova Carajás reforçou compromissos para execução das etapas que antecedem a entrega da primeira fase do empreendimento. O grupo é formado por servidores do Gabinete e das secretarias municipais de Habitação, Obras, Serviços Urbanos, Educação, Segurança Institucional, Saaep, além de representantes do Banco do Brasil e Amec Construtora.

Na reunião, a secretária municipal de Serviços Urbanos, Selma Monteiro Dantas, observou que mantém contato com a Regional da Rede Celpa, em Marabá, a fim de que a empresa comece a desenvolver as suas atividades, no sentido de estabelecer a rede elétrica no empreendimento.

O secretário de Obras, Wanterlor Bandeira, informou que as ações que competem ao órgão já estão em planejamento para serem executadas. Semed, por sua vez, também desenvolve plano para atender a comunidade estudantil, num primeiro momento, com transporte escolar.

Reuniões

Nos dias 28/11 e 29/11 (quinta e sexta-feira), o secretário de Habitação, João Fontana, acompanhado por sua equipe de assistentes sociais, manteve agenda de encontros com técnicos do Banco do Brasil, representados pela diretora da Divisão de Condução Faixa I, Jaqueline Lourenço, e o engenheiro, Adriano Luiz Pavan da Silva.

Eles trataram de questões relacionadas à demanda social que segue em análise pelo banco, bem como, a realização do sorteio de localização dos endereços da primeira fase do empreendimento, entre outros assuntos.

A comunicação entre os parceiros tem por objetivo atender aos prazos e beneficiar as famílias que aguardam pela tão sonhada moradia. “Desenvolvemos uma matriz de responsabilidade em que cada um de nós, representantes de secretarias e instituições, se compromete a executar a sua atribuição”, garantiu João Fontana.

A primeira etapa do Residencial Nova Carajás IX vai beneficiar 696 famílias de baixa renda. Trata-se de um projeto do Governo Federal que faz parte do Programa Minha Casa Minha Vida – PMCMV, por meio do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR). (Jéssica Borges)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

MARABÁ: Um dia após comemorar aniversário, marido mata esposa e se suicida

Publicado

em

Gledson Marcelo Pereira Alves, de 36 anos, monitor no Centro de Internação de Adolescente Masculino (Ciam), matou a esposa, Charlene da Silva Oliveira, de 32 anos e logo em seguida se matou. O fato aconteceu na própria residência do casal, na Rua Marabá, bairro Santa Rosa, em Marabá, na região de Carajás, por volta de 19 horas, desta quinta, 28.

Para efetuar a ação, Gledson usou um revólver 38.

Segundo informações da Polícia a vizinhança não soube informar que o casal era violento. Gledson havia comemorado aniversário no dia anterior.

A motivação do bárbaro homicídio, seguido de suicídio, ainda será esclarecido pelo Departamento de Homicídios da 21ª Seccional Urbana.

Continue lendo

Pará

Pará vai receber R$1,345 bilhão de auxílio financeiro

Publicado

em

O presidente da República sancionou, nesta quinta-feira (28), lei que garante auxílio financeiro da União a estados e municípios como forma de reduzir os impactos causados pela pandemia do coronavírus. A União vai transferir R$ 60 bilhões aos estados e municípios, divididos em quatro parcelas. Deste total, R$ 50 bilhões representam compensação pela queda de arrecadação e R$ 10 bilhões são destinados às ações de saúde e assistência social.

O Pará vai receber R$ 1,345 bilhão, sendo R$ 249 milhões destinados especificamente as ações de saúde. De acordo com o secretário da Fazenda do Pará, René de Sousa Júnior, o Estado deve ter, nos próximos seis meses, despesas emergenciais em torno de R$1,5 bilhão. A maior parte destes investimentos serão nas áreas da saúde e da educação, para enfrentar os efeitos da pandemia. 

Investimentos – Os recursos serão utilizados para manter os quatro hospitais de campanha em funcionamento, abrir quatro novos e manter o funcionamento das oito unidades, garantindo a montagem da estrutura, compra de equipamentos, medicamentos e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs); além da contratação de Organização Social para administrar os hospitais; e o reaparelhamento das unidades públicas já existentes, para que possam ampliar a capacidade de atendimento e, por fim, garantir o vale alimentação para os estudantes das escolas públicas.

O projeto sancionado pelo presidente da República também suspende o pagamento das dívidas de estados e municípios com a União, inclusive os débitos previdenciários parcelados pelas prefeituras que venceriam este ano. Com isso, um valor de R$ 337 milhões, que seria pago de março a dezembro, referentes a dívidas com a União e com bancos, terá o pagamento postergado. (Ana Márcia Pantoja)

Continue lendo

Pará

PARAUAPEBAS: Obras no viaduto seguem no cruzamento PA-160 e PA-275

Publicado

em

As obras na área do viaduto que passa pelas rodovias PA-160 e PA-275 seguem rapidamente para construção do projeto que irá deixar a cidade com visual mais bonito e o trânsito de veículos e pedestres bem mais organizado.

Depois de tirar as vigas de aço, as equipes trabalham na retirada do concreto e parte do aterro.

O trânsito no local está interditado, e os motoristas estão usando rotas alternativas.

Além de organizar o trânsito, a área vai receber nova pavimentação asfáltica, cruzamento com semáforo, arborização, ciclovias, canteiros, novo sistema de drenagem, calçadas em ladrilho hidráulico e blocos intertravados.

O projeto ainda abrange um conjunto de serviços, como a construção de uma ponte na PA-160, ao lado do posto próximo ao viaduto, a construção de ciclovia e canteiro central também na PA-160, no trecho compreendido entre a entrada do bairro Amazônia até a avenida dos Ipês.

Continue lendo
publicidade