- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_img
sábado, 13 / julho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

PARAUAPEBAS: PROSAP anuncia grandes obras no Igarapé Guanabara a partir de 2024

Mais Lidas

Evento realizado pelo Programa de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem e Recuperação de Igarapés e Margens do Rio Parauapebas (PROSAP) apresentou o projeto de obras que serão realizadas no Igarapé Guanabara, a partir de 2024.

Vou ter que sair da minha casa? Meu imóvel será indenizado? Qual a distância da obra do canal para os fundos de lote? Quando começam as obras? Essas foram algumas das perguntas que a comunidade da área do Igarapé Guanabara fez durante a Consulta Pública realizada nesta terça-feira, 18.

O evento contou com a presença de 278 moradores da comunidade, que conheceram o Projeto Básico de Engenharia e as obras que serão desenvolvidas no local. “Ouvimos dúvidas e críticas da população, e essa colaboração da comunidade é fundamental para executarmos da melhor forma o projeto”, destaca Daniel Benguigui, coordenador do Prosap.

“O igarapé passa ao fundo do meu lote. Quando chove, alaga bastante. Eu achei muito importante a consulta pra conhecer o projeto e gostei muito. O Prosap é gigantesco, né? Eu creio que vai ser uma coisa beneficente pra todos nós, famílias aqui do Rio Verde”, opina Cláudio de Souza, comerciante.

A vendedora Josy dos Santos mora em uma área de palafitas, no Rio Verde, por onde a obra vai passar. “Sobre o projeto, eu achei muito bacana. Quando eles finalizarem tudo, vai ficar uma paisagem muito bonita pra gente andar e se divertir com a família. Mas, a minha maior esperança mesmo é ganhar a minha casa”, comenta a moradora.

Projeto Básico

A essência do projeto básico de engenharia prevê obras ao longo do Igarapé Guanabara, percorrendo os bairros Rio Verde e Nova Vida. Obras de macrodrenagem serão feitas em todo o percurso do canal com 1,6 km de paredes em gabião. Este serviço será fundamental para melhor escoamento da água e redução de alagamentos.

A área também receberá serviços de urbanização com a construção de parque linear composto por 11 praças, 2,9 km de pista de cooper, 1,5 km de ciclovia, 9 academias ao ar livre, 1 quadra poliesportiva, 12 parques infantis, 4 espaços para jogos de mesa, 2 anfiteatros e 205 metros de vias.

Para contemplar os comerciantes da região da Baixada Fluminense, será construído um Centro Comercial. “Vamos nos reunir com os comerciantes, pontualmente, para discutir as melhores soluções para mitigar os impactos da obra no local”, afirma Benguigui.

Início das obras

As obras estão previstas para iniciar em 2024, isso porque é necessário todo um conjunto de atividades que envolve o relacionamento com as famílias que residem na área das obras, processos licitatórios, assim como a obtenção da Licença de Instalação (L.I.) junto à Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas). (Karine Gomes/Fotos: Felipe Borges)

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias