O homem preso em São Luís nesta quinta (6), por suspeita de estupro virtual e ameaça de morte pela internet contra mais de 10 adolescentes, utilizava celulares roubados para praticar os crimes. Nas redes sociais, se aproveitava de perfis falsos para chantagear crianças.

Segundo a polícia, o homem foi de uma mesma escola localizada na Região da Usina Santana, Zona Sudeste de Teresina. Atualmente, ele tem 35 anos e é pescador. A prisão dele aconteceu na região do “portinho”, em cumprimento a mandado expedido pela Justiça do Piauí, local onde moram as vítimas.

“Configura-se crime de estupro porque entende-se que ele está satisfazendo a sua lascívia, seu desejo sexual, a partir do momento em que uma criança envia uma foto de cunho sexual para ele”, declarou o delegado.

O suspeito estava sendo investigado desde a metade de 2019 e era considerado foragido da Justiça. Ele também tinha um mandado de prisão por atraso de pensão alimentícia.

O homem foi levado para a Superintendência Estadual de Investigações Criminais, em São Luís, e aguarda a chegada dos policiais piauienses para transferência até Teresina, onde deve permanecer preso.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.