Connect with us

Tocantins

PL de Dulce Miranda deve ser debatido na Comissão de Seguridade Social da Câmara

Publicado

em

img20161108130494684974

O Projeto de Lei (PL) nº 5713/2016, que quer evitar a morte de bebês com problemas no coração, de autoria da deputada federal Dulce Miranda (PMDB-TO), está em pauta na Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF), da Câmara dos Deputados. A matéria deve ser analisada na manhã desta quarta-feira, 13. Dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) apontam que as doenças do coração estão em terceiro lugar no ranking de óbito após o nascimento.

Dulce apresentou o projeto na Câmara pedindo a obrigatoriedade do exame de ecocardiograma fetal, o ultrassom no coração, no pré-natal de gestantes que estejam com idade gestacional entre 16 e 28 semanas.

Atualmente, o Sistema Único de Saúde (SUS) só disponibiliza o ultrassom quando o feto apresenta algum tipo de má-formação ou quando a gestante possui diabetes, cardiopatia, hipertensão arterial, lúpus ou tem mais de 35 anos de idade.

Relatório

Apensado ao PL 5248/2016, o PL da deputada Dulce tem o deputado Pompeu de Matos (PDT-RS) como relator. Ele destacou que a iniciativa “deve ser saudada com entusiasmo e denota todo o compromisso” de Dulce com a infância, a saúde pública e com a equidade. O deputado diz ainda que “a medida deve ser, portanto, louvada e apoiada, pois significará um enorme avanço para a proteção pré e perinatal de nossas crianças”.

“De fato, a inclusão do exame de ecocardiograma fetal no rol de exames obrigatórios significará um grande avanço na detecção precoce de cardiopatias fetais, na proteção da gravidez e desenvolvimento do feto e da ulterior correção de eventuais malformações detectadas”, destaca o relator.

De acordo com a deputada Dulce, ao idealizar o projeto de lei, seu objetivo é o diagnóstico precoce de doenças para o tratamento, evitando assim a morte de crianças. “Quero que todas as crianças nasçam com o direito de viver e o ultrassom obrigatório no pré-natal vai evitar muitas mortes. Essa é a minha luta e compromisso com o desenvolvimento da primeira infância. Quero os nossos anjinhos vivos e saudáveis”, afirmou Dulce Miranda.

Cardiologia

Da Sociedade Brasileira de Cardiologia, a cardiologista pediátrica Cristiane Martins aponta que o Projeto de Lei é muito importante. “Apoiamos o projeto. Ele é de vital importância”, destaca a médica. “A maioria das cardiopatias congênitas são tratáveis. E se o médico consegue diagnosticar antes do nascimento, ele poderá planejar o parto em local adequado para evitar o óbito”, afirma a cardiologista pediátrica.

Segundo Cristiane, o exame traz os benefícios de um diagnóstico precoce e de um tratamento eficaz de cardiopatias em bebês. Dessa forma, certas doenças – como determinadas formas de arritmia – já podem ser tratadas dentro do útero da mãe.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Tocantins tem 64.273 casos confirmados de Covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta terça-feira, 22 de setembro, foram contabilizados 786 novos casos confirmados para Covid-19.

Deste total, 197 foram registrados nas últimas 24 horas e o restante por exames coletados em dias anteriores e que tiveram seus resultados liberados na data de ontem.

Desta forma, hoje o Tocantins registra um total de 195.370 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 64.273 casos confirmados da doença. Destes 46.843 pacientes estão recuperados e 16.553 estão ainda ativos (em isolamento domiciliar ou hospitalar), além de 877 óbitos.

Clique AQUI e veja o boletim completo.

Continue lendo

Tocantins

Organização criminosa responsável por fraude a licitação para construção de estradas no Tocantins é alvo da PF

Publicado

em

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (22) a Operação “Tempos Modernos”, visando desarticular organização criminosa envolvida em fraudes a licitação e contratos públicos de pavimentação e abertura de estradas vicinais na região sul do Estado.

Aproximadamente 45 Policiais Federais cumprem 10 mandados judiciais de busca e apreensão, três afastamentos de cargos públicos e outras medidas judiciais diversas, todas expedidas pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região – TRF1, para cumprimento nas cidades de Alvorada/TO, Jaú do Tocantins/TO, Paraíso do Tocantins/TO e Palmas/TO.

A investigação teve início após o aporte de informações contendo indícios de que as licitações estariam sendo direcionadas a determinada empresa que estaria vencendo todas as licitações no sul do Estado do Tocantins.

O grupo criminoso atuava através de pagamento de propina aos servidores públicos envolvidos no processo de licitação, contratação e fiscalização. A empresa responsável pelas fraudes subcontratava a execução das obras, que sempre aconteciam em condições inferiores as tipificadas nos contratos. As investigações apontam um prejuízo de aproximadamente R$ 3 milhões de reais aos cofres públicos.

Os investigados poderão responder, nas medidas de suas responsabilidades, pelos crimes de fraude a licitação, peculato, organização criminosa, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro.

O nome da operação “Tempos Modernos” faz uma referência crítica ao mundo capitalista, em que tudo gira em torno do capital e do lucro, e para atingir seus objetivos algumas organizações lançam mão de uma requintada estrutura de corrupção, em detrimento da sociedade e do bem público.

Continue lendo

Tocantins

ARAGUAÍNA: ASTT orienta a população sobre mudança de sentido de ruas

Publicado

em

A partir desta semana, a Avenida Flor de Lis passará a ter sentido único, da Av. José de Brito até a Av. Filadélfia. A paralela, Rua das Camélias, fará o sentido oposto, ligando a Av. Filadélfia à Av. José de Brito. 

O diretor de engenharia e planejamento da ASTT, Caio Augusto Lobo Rodrigues, explica que essa mudança foi definida após um estudo técnico a respeito do fluxo de veículos no local. “A implantação de sentido único de circulação foi definida para melhorar a segurança e fluidez das vias, já que isso diminui os conflitos entre as trajetórias de veículos. Além disso, no caso de vias estreitas como essas, permite criar vagas de estacionamento”.

A mudança

De acordo com a ASTT, a mudança é realizada de forma gradativa, à medida em que as placas de sinalização forem instaladas. Também está sendo estudada a instalação de um medidor de velocidade na Rua das Camélias, que fará o sentido oposto.

Durante o período de mudança de sentido das ruas, agentes de trânsito serão enviados para o local para orientar a população. A fiscalização será apenas educativa e tem o objetivo de facilitar a adaptação dos motoristas a estas mudanças. (Felipe Maranhão)

Continue lendo
publicidade Bronze