Connect with us

Pará

Polícia Civil frustra assalto a banco em Rondon do Pará

Publicado

em

Operação integrada entre as polícias Civil e Militar culminou, na tarde da última quarta-feira (4), na prisão de uma quadrilha de assaltantes em Rondon do Pará, sudeste paraense. Informações levantadas pelo Núcleo de Inteligência Policial (NIP) apontavam que o grupo estaria se reunindo para a execução de um grande assalto na cidade, em que os principais alvos seriam as agências bancárias.

Os cinco presos são: Juan Melonio de Jesus, 23 anos; Laércio de Sousa Araújo, 22; Joélio Souza Ezidio, 23; Julian Melônio de Jesus, 23; e Alex dos Santos, 23. De posse da informação, foi montado, com a integração do sistema de segurança pública, um planejamento operacional para que o crime fosse evitado.

Sob o comando do superintendente da Polícia Civil do sudeste do Pará, delegado Alberto Teixeira, uma equipe de policiais se deslocou, no início da semana, de Marabá a Rondon do Pará, com o objetivo de reforçar o policiamento daquele local. A partir de então, os agentes passaram a fazer diligências na cidade para tentar localizar e identificar os suspeitos.

“Após árduo trabalho investigativo, os policiais conseguiram identificar os suspeitos e localizar o endereço onde os mesmos estavam escondidos, onde foram encontrados cinco indivíduos e, com eles, um revólver calibre 38, munições, aparelhos celulares e duas motocicletas que eram usadas em assaltos”, detalha o delegado Rayrton Carneiro dos Santos, titular da delegacia de polícia de Rondon.

Os presos responderão pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e formação de bando ou quadrilha, além de serem autuados em flagrante delito pelo crime de roubo ocorrido em uma residência na madrugada do dia da prisão, tendo em vista que a vítima reconheceu os indivíduos como autores do crime e com eles foram encontrados objetos dela.

A operação policial que resultou na prisão do bando teve a participação de policiais da Superintendência e Seccional de Polícia Civil de Marabá, com apoio do Grupamento Aéreo (Graer), Companhia de Operações Especiais (COE) e policiais civis e militares lotados em Rondon do Pará.

Dentre os presos, dois já eram conhecidos pela Polícia Civil de Marabá. Juan Melonio de Jesus tem vasta ficha criminal. Em 2008, cometeu o roubo de armas apreendidas no Fórum de Marabá. Laércio de Sousa Araújo, por sua vez, já fora preso pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.

Durante a prisão, Julian Melônio de Jesus se apresentou com o nome falso de Flávio Ferreira de Oliveira. O objetivo era evitar que a polícia descobrisse a sua participação em outros crimes, como o assalto à agência do Banco do Estado do Pará (Banpará), ocorrido em Brejo Grande do Araguaia, em fevereiro do ano passado.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

Assista o Conexão Rural deste final de semana – Dias 16 e 17

Publicado

em

Continue lendo

Pará

PARAUAPEBAS: Município e ANM assinam nesta quarta-feira Termo de Cooperação para regularização de mineradoras

Publicado

em

Buscando soluções que viabilizem empreendimentos minerários legalizados e sustentáveis, será assinado nesta quarta-feira, 13, o Termo de Cooperação Técnica entre a Prefeitura de Parauapebas e a Agência Nacional de Mineração (ANM).

O evento será realizado no Hotel Vale dos Carajás, às 18h.

Em 22 de setembro a Prefeitura apresentou junto à ANM um documento com um plano de trabalho para indicar o interesse do município em firmar a parceria.


De acordo com o documento, o município coloca à disposição da ANM a equipe técnica da Secretaria Municipal de Mineração, Energia, Ciência e Tecnologia para contribuir com os processos de fiscalização da Contribuição Financeira por Exploração Mineral (Cfem) e de atividades de extração mineral, além de apoio em Processos Minerais.

“Segundo o cadastro da ANM, até dezembro de 2020, o município de Parauapebas registrava 761 Processos Minerais em todas as suas fases, desde requerimento até a autorização de lavra, representados por 197 pessoas físicas e jurídicas, com indicação de 29 substâncias minerais”, detalha o documento.

O município de Parauapebas tem longa experiência na fiscalização da Cfem, especialmente pelo trabalho desenvolvido desde 2007 em conjunto com o então Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), hoje ANM. Graças a essa sinergia, foram realizadas denúncias quanto à prática de preços externos da Vale S.A, que resultou no Processo de Cobrança nº 951.438/2009 e rendeu mais de meio bilhão de reais por meio da Execução Fiscal 0006181-37.2010.4.01.390.

Continue lendo

Pará

PARAUAPEBAS: Gilson Fernandes pode ser um dos nomes de Bolsonaro para federal

Publicado

em

O nome do líder dos pequenos mineradores, Gilson Fernandes, vem ganhando força no meio bolsonarista na região de Carajás, para disputar uma cadeira de deputado federal em 2022.

Gilson está a frente da Federação Brasileira da Mineração e da Cooperativa Brasileira da Mineração, e vem desde 2015 ganhando protagonismo nas pautas conservadoras e políticas alinhadas ao presidente Bolsonaro.

Gilson tem se mantido reservado quanto a possibilidade de aceitar disputar uma cadeira de deputado federal, mas vem sendo incentivado por correligionários do setor mineral e conservador da região de Carajás.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze