Connect with us

Tocantins

Polícia Civil prende suspeito de estuprar criança em Palmas-TO

Publicado

em

Uma ação conjunta realizada por policiais civis da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), e da Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc), com apoio da Polícia Militar, na manhã desta quinta-feira, 15, em Palmas, resultou na prisão de Moisés de Almeida Silva Lima, de 28 anos, que é o principal suspeito pelo estupro de uma criança de 11 anos, fato ocorrido na manhã da última quarta-feira, 14, na Quadra 210 Sul, no centro da Capital.

A operação, que foi comandada pelos delegados Guilherme Rocha e Maria Ribeiro Neta, foi deflagrada, após a Polícia Civil ser informada sobre um estupro de vulnerável, ocorrido às 9h30, em Palmas. Com base nas características físicas do acusado, as quais foram fornecidas pela vítima, os policiais civis, com auxílio de fotografias, conseguiram identificar Moisés como sendo o provável autor do estupro.

Com base nessas informações, as equipes das delegacias especializadas deram início às buscas e, na manhã desta quinta-feira, 15, por volta das 9 horas da manhã, conseguiram localizar e prender Moisés, que estava em seu local de trabalho, no Setor Industrial, em Palmas.

Ao ser abordado, o indivíduo não ofereceu resistência, confessou a prática do crime e ainda forneceu detalhes de como abordou e abusou sexualmente da vítima. Desta maneira, Moisés foi conduzido à sede da DPCA, onde foi reconhecido pela vítima e, em seguida, autuado em flagrante pelos crimes de estupro de vulnerável e lesão corporal, pois também agrediu a vítima, após praticar o crime.

Além do estupro praticado contra a criança de 11 anos, Moisés também é suspeito de estuprar uma mulher, também em Palmas, no dia 5 de setembro deste ano, sendo que as investigações sobre esse caso estão a cargo da Delegacia Especializada no Atendimento a Mulher (Deam).

Após as providências cabíveis, o suspeito foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP), onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário. Para a delegada Maria Ribeiro Neta, a prisão do indivíduo representa mais paz e tranquilidade à população diante da gravidade do crime praticado.

“Em menos de 24 horas, conseguimos desvendar a autoria do crime e prender esse suspeito, que acabou confessando a autoria do estupro, desta maneira, dando uma resposta imediata à sociedade e cumprindo com nosso dever de ofício, tendo em vista a prática de um crime tão bárbaro cometido, contra uma criança de apenas 11 anos de idade, que causou grande repercussão social”, ressaltou.

O crime

Conforme a Polícia Civil, na manhã da manhã dessa quarta-feira, 14, a vítima estava próximo a uma escola municipal localizada, na Quadra 210 Sul, quando um homem de cor negra que estava próximo a uma residência, a abordou, tapou sua boca e a jogou dentro de seu carro, um Ford Fiesta, modelo antigo de cor prata, saindo em disparada.

O indivíduo levou a criança a uma quadra próxima, onde praticou o estupro e agrediu fisicamente a garota. Após a prática do crime, o suspeito levou a menina de volta a quadra, onde a mesma se encontrava e se evadiu do local, não sem antes ameaçar a garota de morte, caso fosse denunciado. A vítima foi encontrada e socorrida por dois homens que passavam pelo local e levada até a casa de sua avó, e depois ao hospital, onde recebeu atendimento médico especializado.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Tocantins decreta ponto facultativo nos dias 22 e 23 de abril

Publicado

em

O governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, decidiu decretar ponto facultativo nos dias 22 e 23 de abril de 2021 (quinta e sexta-feira), considerando os dados constantes do 401º Boletim Epidemiológico da Covid-19 no Tocantins, desta terça-feira, 20, que, mesmo indicando a tendência de redução, ainda apresenta número elevado de casos confirmados da doença. A medida foi publicada na edição de hoje (20) do Diário Oficial (DOE).

A decisão foi tomada em razão do feriado de Tiradentes celebrado nesta quarta-feira, 21. Conforme o Decreto, cabe aos dirigentes dos órgãos e entidades a preservação e o funcionamento dos serviços essenciais relativos às respectivas áreas de competência.

“Precisamos controlar a circulação de pessoas nas ruas e para isso nós estamos colocando em prática mais essa medida que visa conter o coronavírus. Pedimos que as pessoas que puderem fiquem em casa e se protejam. Essa doença é grave, os hospitais estão com muitos pacientes internados e o nosso país tem registrado um grande número de mortos por causa desse vírus. Vamos nos proteger e proteger também quem a gente gosta”, destacou o governador Mauro Carlesse.

Continue lendo

Tocantins

ARAGUAÍNA: Inquérito vai acompanhar nomeações de comissionados em lugar de aprovados em concurso

Publicado

em

O Ministério Público do Tocantins (MPTO) vem acompanhando, por meio de inquérito civil público, as nomeações de servidores comissionados no município de Araguaína, visando apurar possíveis irregularidades, em razão de existir um concurso público em vigência para provimento de cargos efetivos do Poder Executivo.

Para evitar eventual violação ao princípio do concurso público, uma recomendação foi expedida anteriormente para que o município se abstivesse de celebrar contratos temporários para o exercício de funções com atribuição idêntica ou assemelhada às dos cargos para os quais existem candidatos aprovados no concurso público. Na recomendação, foi destacado que as contratações temporárias dessa natureza só poderiam ser cogitadas após a nomeação de todos os candidatos aprovados no concurso, inclusive daqueles que compõem o cadastro reserva.

Em resposta, o Município informou, com documentos comprobatórios, ter efetuado a nomeação e posse da quase totalidade dos candidatos que foram aprovados, inclusive além da quantidade de vagas estabelecida no edital. Dessa forma, teria atendido à recomendação do MPTO e obedecido ao princípio do concurso público.

O MPTO, por meio da 6ª Promotoria de Justiça de Araguaína, continuará vigilante quanto às contratações temporárias, sendo que, no momento, não existem indicativos de irregularidades, haja vista que as contratações temporárias vêm sendo realizadas para o desempenho de atividades diversas dos cargos efetivos ofertados no último concurso público, de acordo com as informações prestadas. Também é considerado o fato de que, dentro do prazo de validade do concurso, a administração deve escolher o melhor momento para novas nomeações, notadamente no que se refere aos aprovados fora do número de vagas do edital.

Continue lendo

Tocantins

ARAGUAÍNA: Homem se entrega e afirma que não conseguia conviver com culpa por feminicídio

Publicado

em

A 2ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (2ª DHPP) da Policia Civil, em Araguaína, cumpriu nesta segunda-feira, 19, mandado de prisão em desfavor de um homem, de 33 anos, que está sendo investigado pelo crime de feminicídio praticado contra a companheira dele, senhora Shirly Rodrigues Segurado na noite do último sábado, 17. Ao se entregar para a Polícia Civil, o homem confessou as agressões praticadas contra sua companheira e disse que não estava conseguindo conviver com o sentimento de culpa pelo que tinha ocorrido.

O caso da senhora Shirly soou um alerta dentro da 2ª DHPP. Segundo o delegado-chefe da unidade, Guilherme Torres Coutinho, o feminicídio contra ela foi o terceiro deste ano, tendo como característica comum o fato de que nenhuma das vítimas, mesmo possuindo histórico de violência doméstica, jamais ter registrado boletim de ocorrência sobre as agressões sofridas.

Whatsapp para denúncias

A delegada regional da Polícia Civil, em Araguaína, Ana Maria Varjal afirma que para evitar ser alvo de reiteradas formas de violência doméstica e de feminicídio é preciso que a mulher denuncie o agressor. “A denúncia, diz ela, é essencial para que a Polícia Civil possa agir”. Daí porque, além dos canais já existentes e em razão dos três feminicídios já registrados neste ano em Araguaína contra um em todo o ano passado, a Delegacia Regional da Polícia Civil destinou para a 3ª Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (3ª DEAM) um número de whatsapp (63) 3411-7310 para facilitar o recebimento de denúncias. (Shirley Cruz)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze