Connect with us

Pará

Prefeito Zé Martins, de Jacundá-PA, retorna ao cargo

Publicado

em

Jacundá já tem prefeito novamente. José Martins de Melo Filho, o Zé Martins foi reconduzido ao comando do Município nesta sexta-feira, dia 27 de dezembro e a questão da governabilidade pacificada com o arquivamento da denúncia contra ele no Legislativo. A grande coincidência é que ontem completavam-se exatos cinco meses desde a primeira sessão extraordinária na Câmara Municipal de Jacundá para analisar 5 denúncias de infração político-administrativa supostamente praticadas pelo prefeito e desde então ele não teve mais paz, com afastamentos e decisões judiciais.

Em entrevista à Reportagem, depois de reconduzido ao cargo ontem, o gestor agradeceu o apoio dos vereadores e disse estar com a consciência tranquila a respeito das denúncias de que foi alvo, “e sabíamos a que verdade iria chegar. Acredito que a Câmara fez o que o povo esperava. Graças a Deus e a compreensão de todos os vereadores, desde a comissão processante, foi dado o respaldo para que eu voltasse de vez”.  E completa: “quero dizer ao povo que nem tudo que foi apresentado é verdade, e a verdade chegou agora. Esse processo foi iniciado pela Câmara, e só ela poderia encerrá-lo”.

Sobre a avaliação do primeiro ano de governo, Zé Martins contesta que o ano foi perdido em decorrência da ingerência política. “Dizem que este ano foi perdido, mas não, tudo foi consentimento de Deus. No primeiro semestre trabalhei para tirar Jacundá da inadimplência junto ao CAUC. Em nenhum momento atrasamos o pagamento dos servidores. No entanto, não esperávamos para o segundo semestre todo esse transtorno”.

Zé Martins citou as prioridades e reforma no secretariado. “Tudo é prioridade em Jacundá. A situação não está boa, já começou o inverno e nem todas as vicinais foram recuperadas. Agora vamos fazer as pontes e bueiros em pontos críticos. Não podemos deixar que o escoamento da produção seja prejudicado”. Ele disse ainda que a partir do dia 2 de janeiro de 2018 uma nova equipe será apresentada.

O que era conturbado no início de seu governo, o relacionamento com a Câmara de Vereadores, caminha para paz. “Já estamos tendo um novo relacionamento e o resultado foi esse avanço, onde muitas coisas já foram corrigidas. Acredito que daqui pra frente vamos trabalhar em comunhão para o bem de Jacundá. Todos entenderam que essa situação foi ruim para o povo. A intenção do executivo e legislativo está voltada para o bem do povo”.

PARECER

A Comissão Processante apurou investigação relacionada a “ilegalidade do contrato de locação do imóvel onde funciona o Fundo Municipal de Assistência Social e do Programa Bolsa Família; superfaturamento dos preços na aquisição de peças para veículos automotores; dispensas indevida de licitação; contratações indevida por inexigibilidade de licitação; e falta de Transparência/Ausência de informações no mural de licitação.

Sobre o primeiro item, a comissão disse que “não cabe a esta Câmara Municipal investigar a legalidade de contratos privados firmados entre particulares”. Em relação a superfaturamento de preços, a ela alega que “o gestor municipal, de certo, não tomou conhecimento da aquisição dessas peças e, portanto, não pode ser penalizado”.

No tocante à emergência administrativa, a comissão esclarece de que “o denunciado prontamente editou o referido Decreto na tentativa de poder atuar de forma discricionária no atendimento às principais demandas que se apresentavam no começo da administração”.

Nas últimas duas acusações também o gestor foi inocentado. “O denunciante não logrou êxito em provar nenhuma ilegalidade advinda desses negócios jurídicos”, afirmou o parecer em relação aos contratos por dispensa de licitação. E, por último, das contratações por inexigibilidade, a CP entendeu a situação porque no município de Jacundá não existe empresa alvo de contratação.

SESSÃO

Em votação, o parecer inocentou das acusações o prefeito José Martins. Votaram pelo arquivamento do processo os vereadores Clayton Guimarães, Edson Ferreira, José Wilson, Lindomar Marinho, Mariza Alves, Raylane Soares, Nego Mulato, Neusilene Costa e Rafael Comin. Contrários os vereadores Daniel dos Estudantes, Eliane Pinheiro, Tcharlles Borges e Marta Costa.

Mas, nem tudo foram flores. Em tom contundente o vereador Daniel dos Estudantes e as vereadoras Eliane Pinheiro e Marta Costa rejeitaram veementemente o parecer apresentado pelas vereadoras Neusilene Souza e Mariza Alves, a primeira é presidente da CP.

Marta, relatora da comissão, disse não ter sido comunicada sobre a conclusão do parecer. E ainda fez acusações gravíssimas contra o presidente da Casa, vereador Lindomar Marinho, e denunciou estar sendo ameaçada de morte. Já o vereador Daniel repudiou o parecer. Assim como a vereadora Eliane Pinheiro. “É um relatório fraudulento. É uma farsa tudo isso que está acontecendo”, disse Marta.

Três populares foram convidados a deixar o recinto após interferir nos discursos dos vereadores. Em relação à fala da colega Marta, o vereador Lindomar se pronunciou: “é um momento delicado e a emoção excede os sentimentos”. (Correio de Carajás/Antonio Barroso – freelancer)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

Confira os destaques do Conexão Rural deste fim de semana

Publicado

em

Nós conversamos com o empresário e pecuarista Wellington Rosa, o TA, de Xinguara, no sul do Pará, que fala sobre a agropecuária paraense e sobre a inauguração da nova loja da Casa da Roça naquela cidade. E pecuaristas paraenses, que participaram da cerimônia, destacam a importância da agropecuária do Pará.

Famílias de pequenos agricultores começam a ganhar renda extra com a produção de alface e coentro hidropônicos em Parauapebas;

A música fica por conta da dupla Simões e Santana, de Ribeirão Preto, em São Paulo.

O Conexão Rural vai ao ar todo sábado às 9h30 pela Rede TV de Parauapebas (PA), com reprise no domingo no mesmo horário, e pode ser visto ainda nos sites parceiros: O Progresso, de Imperatriz (MA); O Nortão, de Porto Velho (RO); Minuto Rural, de Piraí do Sul (PR); Norte Agropecuário, de Palmas, e Folha do Bico, de Araguatins, no Tocantins, além das redes sociais do jornalista Lima Rodrigues.

Também disponível no You Tube.

Agora o Conexão Rural é veiculado também pela TV Milagro Brasil, de São Paulo, canal focado ao mundo do agro, que fez sua estreia em fevereiro deste ano em rede nacional, via parabólica, frequência 3.665 mega-rertz.

Conexão Rural, há nove anos a voz do campo na TV
Produção e apresentação: Lima Rodrigues
Imagens: João Pezão Filho e canal oficial da dupla Simões e Santana
Edição: Pezão
Assistente de Produção: Ana Cláudia Aragão
Direção-geral da Rede TV de Parauapebas: Genésio Filho

Continue lendo

Pará

TUCURUÍ: Independente fica no empate com Tuna Luso em Belém

Publicado

em

Tuna Luso e Independente Tucuruí empataram em 2 a 2 na manhã deste sábado, 6. O confronto aconteceu no Estádio do Souza, em Belém, pela segunda rodada do Campeonato Paraense 2021. No primeiro tempo, a Lusa saiu na frente com Pedrinho, aos 34, mas sofreu o empate do Galo Elétrico um minuto depois, através do artilheiro Danrlei. Na volta do intervalo, Railson, aos 14, se aproveitando de uma falha do goleiro Evandro Gigante, virou o resultado a favor do time tucuruiense. Aos 20, entretanto, Neto, em um bonito gol de fora da área, deixou tudo igual. No geral, a Cruz de Malta foi melhor, mas errou demais diante de um Galo eficiente.

A Tuna – que ainda não venceu – somou o primeiro ponto no Grupo B, está na segunda colocação, mas corre o risco de ficar na lanterna ao final da rodada. No Grupo C, o Independente, com quatro pontos, só pode perder a liderança para o Águia de Marabá, que tem três e enfrenta o Tapajós, em Belém, neste domingo – clique e confira a tabela de classificação e os jogos do Parazão.

Na quarta-feira, dia 10, a Tuna mede forças com o Castanhal no Modelão, a partir das 10h. O Independente Tucuruí só volta a campo no dia 14, um domingo, contra o Gavião Kyikatejê, no Zinho Oliveira, às 16h.

Continue lendo

Pará

PARAUAPEBAS: Distrito Industrial prepara terreno para atrair mais empresas

Publicado

em

Com o emprego em alta e um grande plano de investimentos públicos a caminho, Parauapebas tende a registrar, neste ano, uma grande procura de empresários pelo Distrito Industrial do município. “O espaço que temos hoje vai ficar pequeno para tudo o que vai acontecer este ano no distrito”, prevê o secretário municipal de Desenvolvimento, Edmar Milhomem.

Neste ano, sete empresas já manifestaram interesse em se instalar no polo, sendo que um oitavo empreendimento está de “malas e cuias” preparadas para aportar na cidade, depois de receber a concessão do título do terreno. É a Semerc, fábrica de móveis de aço para hospitais – a única do sul e sudeste do Pará.

A empresa vai gerar mais de 130 empregos diretos e indiretos, pois também fabrica outros produtos de metal e trabalha com montagem industrial, serviço de usinagem, tornearia e solda. O proprietário Márcio Viana informa que a Semerc ainda faz montagem de central de distribuição de oxigênio hospitalar e a prestação de serviços de engenharia.

Para tornar o Distrito Industrial mais atraente, desde 2019 a prefeitura conta com o apoio técnico da Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec), responsável pelo plano de trabalho que começou a ser executado nas áreas de infraestrutura e logística para garantir, inclusive, segurança jurídica às empresas.

“O Distrito Industrial já recebeu várias melhorias da prefeitura, como o asfaltamento da área, instalação de internet, energia, cercamento e agora vamos partir para garantir o pleno fornecimento e abastecimento de água naquela área”, informa Edmar Milhomem.

Além disso, acrescenta o secretário de Desenvolvimento, a frente do distrito será revitalizada, com seguranças na portaria e instalação de portões eletrônicos, para maior controle da entrada e saída de veículos. Outra preocupação é com a manutenção constante da área, a fim de manter o local limpo e organizado.  

Outra providência tomada pela Seden foi conversar com uma rede de combustível para instalação de um posto às proximidades do polo. “Nós precisamos pensar em tudo, do menor ao maior detalhe, para convencer as empresas de que vale a pena se instalar em Parauapebas”, diz Milhomem. (Hanny Amoras)

Continue lendo
publicidade Bronze