Connect with us

Pará

Prefeito Zé Martins, de Jacundá-PA, retorna ao cargo

Publicado

em

Jacundá já tem prefeito novamente. José Martins de Melo Filho, o Zé Martins foi reconduzido ao comando do Município nesta sexta-feira, dia 27 de dezembro e a questão da governabilidade pacificada com o arquivamento da denúncia contra ele no Legislativo. A grande coincidência é que ontem completavam-se exatos cinco meses desde a primeira sessão extraordinária na Câmara Municipal de Jacundá para analisar 5 denúncias de infração político-administrativa supostamente praticadas pelo prefeito e desde então ele não teve mais paz, com afastamentos e decisões judiciais.

Em entrevista à Reportagem, depois de reconduzido ao cargo ontem, o gestor agradeceu o apoio dos vereadores e disse estar com a consciência tranquila a respeito das denúncias de que foi alvo, “e sabíamos a que verdade iria chegar. Acredito que a Câmara fez o que o povo esperava. Graças a Deus e a compreensão de todos os vereadores, desde a comissão processante, foi dado o respaldo para que eu voltasse de vez”.  E completa: “quero dizer ao povo que nem tudo que foi apresentado é verdade, e a verdade chegou agora. Esse processo foi iniciado pela Câmara, e só ela poderia encerrá-lo”.

Sobre a avaliação do primeiro ano de governo, Zé Martins contesta que o ano foi perdido em decorrência da ingerência política. “Dizem que este ano foi perdido, mas não, tudo foi consentimento de Deus. No primeiro semestre trabalhei para tirar Jacundá da inadimplência junto ao CAUC. Em nenhum momento atrasamos o pagamento dos servidores. No entanto, não esperávamos para o segundo semestre todo esse transtorno”.

Zé Martins citou as prioridades e reforma no secretariado. “Tudo é prioridade em Jacundá. A situação não está boa, já começou o inverno e nem todas as vicinais foram recuperadas. Agora vamos fazer as pontes e bueiros em pontos críticos. Não podemos deixar que o escoamento da produção seja prejudicado”. Ele disse ainda que a partir do dia 2 de janeiro de 2018 uma nova equipe será apresentada.

O que era conturbado no início de seu governo, o relacionamento com a Câmara de Vereadores, caminha para paz. “Já estamos tendo um novo relacionamento e o resultado foi esse avanço, onde muitas coisas já foram corrigidas. Acredito que daqui pra frente vamos trabalhar em comunhão para o bem de Jacundá. Todos entenderam que essa situação foi ruim para o povo. A intenção do executivo e legislativo está voltada para o bem do povo”.

PARECER

A Comissão Processante apurou investigação relacionada a “ilegalidade do contrato de locação do imóvel onde funciona o Fundo Municipal de Assistência Social e do Programa Bolsa Família; superfaturamento dos preços na aquisição de peças para veículos automotores; dispensas indevida de licitação; contratações indevida por inexigibilidade de licitação; e falta de Transparência/Ausência de informações no mural de licitação.

Sobre o primeiro item, a comissão disse que “não cabe a esta Câmara Municipal investigar a legalidade de contratos privados firmados entre particulares”. Em relação a superfaturamento de preços, a ela alega que “o gestor municipal, de certo, não tomou conhecimento da aquisição dessas peças e, portanto, não pode ser penalizado”.

No tocante à emergência administrativa, a comissão esclarece de que “o denunciado prontamente editou o referido Decreto na tentativa de poder atuar de forma discricionária no atendimento às principais demandas que se apresentavam no começo da administração”.

Nas últimas duas acusações também o gestor foi inocentado. “O denunciante não logrou êxito em provar nenhuma ilegalidade advinda desses negócios jurídicos”, afirmou o parecer em relação aos contratos por dispensa de licitação. E, por último, das contratações por inexigibilidade, a CP entendeu a situação porque no município de Jacundá não existe empresa alvo de contratação.

SESSÃO

Em votação, o parecer inocentou das acusações o prefeito José Martins. Votaram pelo arquivamento do processo os vereadores Clayton Guimarães, Edson Ferreira, José Wilson, Lindomar Marinho, Mariza Alves, Raylane Soares, Nego Mulato, Neusilene Costa e Rafael Comin. Contrários os vereadores Daniel dos Estudantes, Eliane Pinheiro, Tcharlles Borges e Marta Costa.

Mas, nem tudo foram flores. Em tom contundente o vereador Daniel dos Estudantes e as vereadoras Eliane Pinheiro e Marta Costa rejeitaram veementemente o parecer apresentado pelas vereadoras Neusilene Souza e Mariza Alves, a primeira é presidente da CP.

Marta, relatora da comissão, disse não ter sido comunicada sobre a conclusão do parecer. E ainda fez acusações gravíssimas contra o presidente da Casa, vereador Lindomar Marinho, e denunciou estar sendo ameaçada de morte. Já o vereador Daniel repudiou o parecer. Assim como a vereadora Eliane Pinheiro. “É um relatório fraudulento. É uma farsa tudo isso que está acontecendo”, disse Marta.

Três populares foram convidados a deixar o recinto após interferir nos discursos dos vereadores. Em relação à fala da colega Marta, o vereador Lindomar se pronunciou: “é um momento delicado e a emoção excede os sentimentos”. (Correio de Carajás/Antonio Barroso – freelancer)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

MARABÁ: Operação Tapa-Buraco atua nos núcleos Cidade Nova, Nova Marabá e São Félix

Publicado

em

Os trabalhadores da Operação Tapa Buraco, promovida pela Secretaria de Obras (Sevop), iniciaram a semana com muito serviço na recuperação da pavimentação asfáltica de ruas de Marabá. Nesta segunda-feira (14), a equipe atuou nas Folhas 30, 34, 12 e 05, nas proximidades do antigo posto fiscal da Secretaria Estadual da Fazenda, onde o fluxo de veículos é grande.

“Outra equipe fez o concreto e nós estamos fazendo a cobertura de asfalto, retocando”, explica Manoel Francisco da Penha, o Pará, coordenador na Sevop.

Nesta terça-feira (15), a previsão é de que as obras prossigam pela rua Floriano Peixoto, núcleo São Félix e no bairro Cidade Jardim.

Já na quarta-feira, (16), os trabalhos serão voltados para a Transmangueira, na Nova Marabá.

O núcleo Cidade Nova vai receber a equipe da Sevop na sexta-feira (17). Estão na lista as ruas Tiradentes, Paraíso, Boa Esperança, José Cursino, Antônio Vilhena, Cuiabá e Paulo Fontelles.

“Não dará pra fazer tudo em um dia, vamos fazendo o que puder, de cada vez”, enfatiza o coordenador sobre o fluxo do serviço.

Continue lendo

Pará

PARAUAPEBAS: Asfalto entre a Vila Paulo Fonteles e Balneário de Águas Termais do Garimpo das Pedras será feito

Publicado

em

A Prefeitura de Parauapebas, fez a assinatura de convênio para a construção de cinco quilômetros de pavimentação asfáltica da estrada vicinal que liga a Vila Paulo Fonteles com o Balneário de Águas Termais do Garimpo das Pedras. 

“A obra vai melhorar muito o acesso de moradores e turistas que querem visitar o Garimpo das Pedras e conhecer as belezas da região. Também é uma oportunidade para aumentar a venda dos nossos produtos e gerar renda”, destaca a empresária Telma da Silva Lima. 

As equipes da Coordenadoria de Projetos Especiais, Captação de Recursos e Gestão de Convênios e da Secretaria Especial de Governo (Segov) estão responsáveis pelo processo em todas as fases, que são o cadastramento da proposta, formalização do convênio, acompanhamento da execução e prestação de contas do recurso federal. 

“O convênio já está formalizado e o contrato de repasse dos recursos federais foi assinado junto à Caixa Econômica Federal. Atualmente estamos na fase de inclusão dos projetos de engenharia”, explica Cleverland Carvalho, coordenador de projetos especiais da prefeitura. (Andréa Reis)

Continue lendo

Pará

Profissionais da educação da rede pública e privada recebem primeira dose de vacina contra a Covid-19

Publicado

em

2.478 profissionais da educação da rede pública e privada, com faixa etária de 18 a 59 anos, receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19, neste domingo (13), em Parauapebas.

A primeira dose foi aplicada em todos os trabalhadores da rede pública de ensino e também da rede privada, incluindo professores, merendeiras, porteiros, pessoal administrativo e todos os demais trabalhadores da comunidade escolar.


A eficiência na vacinação e planejamento permitiu a realização deste momento tão importante, a primeira etapa da vacinação contra a Covid-19 dos profissionais da Educação. A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) acredita ser uma das medidas fundamentais para garantir o retorno das aulas presenciais com segurança para alunos, professores e familiares.

A professora, Débora Rodrigues, não conteve a emoção. “É uma dose de esperança, esperança de dias melhores. Foi algo realmente muito emocionante, pois, ao priorizar a vacinação dos profissionais da Educação, que atuam no ambiente escolar, também está reduzindo algumas dificuldades, visando à plena retomada das atividades escolares presenciais”.

“A imunização dos nossos educadores já é realidade. Já vacinamos os professores da educação infantil e agora, por último, os dos ciclos iniciais, além dos profissionais administrativos. Estamos muito felizes com essa conquista, que traz esperança de dias melhores para todos”, afirma o secretário de Educação, José Leal Nunes.

“Essa etapa é resultado de um entendimento com o sindicato da educação, câmara de vereadores e nossa equipe técnica, com o objetivo de iniciar a vacinação do trabalhador da educação e nessa fase, estamos trabalhando com a equipe do ensino fundamental e do ensino especial de 19 a 59 anos. Todas as categorias do ensino fundamental e especial,” esclarece o Secretário Adjunto, Paulo Vilarinhos. (Nívea Lima / Foto: Elienai Pereira)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze