- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
segunda-feira, 08 / agosto / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

Produtores iniciam colheita de melancia nas várzeas tropicais

Mais Lidas

Os produtores de melancia da região de várzeas tropicais começam a partir desta semana, a colher os frutos dos plantios, que foram iniciados em março. A expectativa para a safra 2012 é que sejam colhidas cerca de 90 mil toneladas de melancia em uma área plantada de 3.600 hectares, segundo dados da Adapec – Agência de Defesa Agropecuária.

De acordo com o secretário executivo da Seagro, Ruiter Padua, a cultura foi introduzida por meio de uma ação do Governo do Tocantins há alguns anos, com objetivo de melhorar a renda dos produtores rurais da região das várzeas e aproveitar a janela de entressafra. “Hoje, a melancia é responsável pela maior produção de frutas do Estado, seguida do abacaxi (39 mil toneladas em 2011) e da banana (28 mil toneladas em 2011)”, contou.

“Tudo que é produzido neste período tem mercado certo porque o Brasil vive a entressafra da melancia, onde as regiões ficam impedidas de produzir para evitar a proliferação de doenças e pragas”, explica o diretor de Sustentabilidade no Agronegócio da Seagro, Corombert Leão de Oliveira, acrescentando que o Tocantins abastece estados como Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Pará, Maranhão, São Paulo e Rio de Janeiro.

No Tocantins, a produção só é possível na região de várzeas devido o sistema de subirrigação, que dificulta o aparecimento de doenças, além disso, o Tocantins tem alta luminosidade, dispensando o uso de defensivos. Esses fatores reduzem os custos com a produção de melancia e ainda garantem uma terceira renda aos produtores. “Regularmente a região produz arroz, melancia e depois soja, ou feijão, milho ou outra cultura. Essa rotatividade também garante maior longevidade do solo em relação a outras regiões produtoras”, disse Oliveira.

Segundo o transportador de melancias, Emivaldo Moraes da Silva, a cultura é bem lucrativa e, além disso, e fácil de comercializar para os grandes centros urbanos. “A melancia do Tocantins tem mercado certo lá fora. Hoje estamos carregando 50 caminhões, mas no pico da colheita, a partir do dia 1º de julho, a gente deve encher cerca de 200 caminhões de melancia por dia”, explica o empresário, que no próximo ano quer produzir a fruta. “É meu sonho e ano que vem quero começar a plantar”, completou o empresário.

Várzeas

A região de várzeas tropicais tocantinense garante subirrigação e um solo de alta fertilidade. As várzeas correspondem aos municípios de Lagoa da Confusão, Formoso do Araguaia, Pium e Dueré, e são excelentes para o cultivo de frutas, de soja, arroz, feijão e milho, além de produzirem sementes naturalmente sadias (com destaque para a própria soja).

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias