Connect with us

Maranhão

Programa Começar de Novo recebe doações de empresas

Publicado

em

O Programa Começar de Novo, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), recebeu de empresas parceiras, no Maranhão, doação de recursos financeiros, óculos e equipamentos em apoio aos cursos profissionalizantes voltados para internos do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na capital São Luís. Criado em 2009, o Começar de Novo utiliza a inclusão produtiva como estratégia de prevenção da reincidência criminal.

As doações foram formalizadas durante solenidade no gabinete do desembargador Froz Sobrinho, coordenador do Começar de Novo no estado. As empresas doadoras são as Óticas Diniz e a rede de supermercados Mateus.
As óticas doaram 38 óculos, que vão facilitar o aprendizado dos reeducandos portadores de deficiência visual. “Por não conseguir enxergar bem, ficava difícil realizar minhas atividades escolares e profissionais”, afirmou o estudante universitário Mário José Sato, que cumpre pena no regime semiaberto e tem autorização para o trabalho externo.

A rede de supermercados, por sua vez, doou um fogão, um freezer e R$ 600. Os eletrodomésticos serão empregados no curso de alimentação e conservação participado por internas do Centro de Ressocialização e Reintegração Social de Mulheres Apenadas (CRISMA), uma das unidades do Complexo de Pedrinhas. Já os recursos financeiros vão custear a aquisição de material para o curso de artesanato, igualmente desenvolvido no CRISMA.

Ao receber as doações, o desembargador Froz Sobrinho declarou que “esta é a primeira etapa de várias ações que pretendemos desenvolver em parceria com as empresas que querem colaborar com o nosso trabalho”.

Para a titular da Secretaria de Estado da Mulher, Catarina Bacelar, integrante do Grupo de Monitoramento Carcerário do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), “as parcerias promovem avanços no processo de ressocialização dos apenados”.
Já o empresário Fausto Augusto, das Óticas Diniz, falou do engajamento social de sua empresa. “Fazemos diversas ações de cunho social e de respeito ao ser humano, que nem precisam ser divulgadas”, afirmou.

Da solenidade de entrega das doações também participaram integrantes da equipe do Começar de Novo e representantes do TJMA e da Secretaria de Estado da Justiça e Administração Penitenciária (SJAP).

O Programa Começar de Novo no Maranhão tem entre seus diversos parceiros empresas privadas, órgãos públicos, como o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS); Instituto Federal do Maranhão (IFMA) e o Sindicato da Construção (SINDUSCON). (Jorge Vasconcellos Agência CNJ de Notícias com informações do TJMA)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

ESTREITO: Orla corre risco de desmoronamento

Publicado

em

A Defesa Civil informou que há riscos de desmoronamento em partes da estrutura da Orla, na cidade de Estreito, na região Tocantina maranhense, que faz divisa com o Bico do Papagaio.

A Prefeitura solicitou que a população não ultrapasse as áreas interditadas que estão identificadas com as fitas zebradas.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Marginais estão saqueando casas alagadas

Publicado

em

Famílias da cidade de Imperatriz, na região Tocantina, sul do Maranhão, que faz divisa com o Bico do Papagaio, em São Miguel, além de passagem por sérias dificuldades por conta da enchente do Rio Tocantins, estão sendo vítimas de criminosos que estão saqueando as casas durante a madrugada.

Os marginais estão roubando telhas e fiação elétrica das residências.

A Polícia Militar de Imperatriz deflagrou a “Operação Anfibius” para caçar os delinquentes. A operação, que irá ocorrer até a normalização do nível do Rio Tocantins, com patrulhamento nas áreas alagadas com utilização de carros e lanchas.

Continue lendo

Maranhão

Técnico de enfermagem é suspeito de furtar medicamentos da rede pública no Maranhão

Publicado

em

Um técnico de enfermagem, pertencente a Rede Municipal de Saúde de Santa Luzia, a 294 km de São Luís, foi preso na tarde de domingo (16) suspeito de furtar medicamentos do hospital do município. A prisão foi realizada pela Polícia Militar (PM) após denúncia anônima.

A PM foi informada que o técnico de enfermagem, de 46 anos, que não teve a sua identidade revelada, aproveitava os plantões de fim de semana para praticar os furtos. A polícia revistou o carro do funcionário e no local foram encontrados alguns medicamentos do hospital público.

A polícia apreendeu frascos, de pelo menos, oito tipos de medicamentos. Além disso, foi encontrada uma carteira de identidade com a foto dele e o nome de outro homem. Também havia com ele um bloco de receita de controle especial, que fica sob responsabilidade do diretor do hospital e que somente o diretor deveria liberar esse documento.

Os policiais ainda apreenderam também carimbos em nome de dois médicos. O técnico de enfermagem foi apresentado na delegacia de Polícia Civil de Santa Inês.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze