Connect with us

Bico do Papagaio

Programa de Melhoria Genética chega para 6 municípios produtores de leite no Bico

Publicado

em

289870_1000

O Programa de Melhoria da Qualidade Genética está sendo reiniciado, neste mês, no Tocantins. A partir desta terça-feira, 21, serão iniciadas as visitas agendadas com pecuaristas de diversos municípios, começando pelo município de Palmeiras do Tocantins, e seguem em sequência por Luzinópolis, Cachoeira, São Bento, Angico, Santa Terezinha, Nazaré e Palmas. O cronograma de visitas é elaborado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), prefeituras e cooperativas, que fazem um cadastro dos interessados em cada município e orienta os produtores para que participem do projeto.

O Tocantins produz, em média, 280 milhões de litros de leite bovino por ano e, atualmente, é o terceiro maior produtor da Região Norte do País. O Programa de Melhoramento Genético é uma ação do Governo do Tocantins por meio da Seagro. Em 2015, as atividades do programa resultaram no atendimento a 548 rebanhos, inseminando mais de 17 mil matrizes em todo o Estado.

O objetivo é ofertar, aos produtores, a tecnologia da Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF), que tem várias vantagens em relação ao sistema convencional. A meta para esse ano é inseminar 2.550 matrizes, segundo a diretora de Políticas para a Pecuária da Seagro, Érika Jardim. “Para o produtor, o único custo é com o exame de brucelose e com o sêmen a ser implantado nas matrizes. Outras despesas são custeadas pela Seagro”, afirmou.

Programa

Para Érika Jardim, o Melhoramento Genético é uma importante ferramenta de apoio ao pequeno produtor. “Com o aumento da produção, é possível investir mais nos rebanhos e nas tecnologias, proporcionando independência ao produtor rural”, afirmou.

Os interessados em aderir ao programa e melhorar a produção de leite em suas propriedades devem entrar em contato com o escritório local do Ruraltins ou na Seagro. Para integrar o programa de melhoria da qualidade genética, o produtor deve estar em dia com a vacinação contra febre aftosa e brucelose. Segundo a veterinária, o Ruraltins faz um estudo anterior para verificar se o programa vai atender às necessidades do pecuarista e realiza o agendamento com a Seagro. “Por isso, é importante a parceria entre Seagro, Ruraltins e secretarias municipais de agricultura e pecuária, entre outras instituições”, ressalta.

IATF

A Inseminação Artificial por Tempo Fixo (IATF) tem várias vantagens com relação ao sistema convencional de inseminação artificial, conforme explica Érika Jardim. “Na IATF, o cio dos animais é alinhado, o que facilita o trabalho do produtor e reduz o intervalo entre os partos, além de poder programar a gestação para o período das chuvas, quando há maior disposição de pasto”, disse. O índice de sucesso das inseminações é de aproximadamente 50%, segundo a veterinária da Seagro.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Sem atenção da Prefeitura, mãe de criança com encefalopatia desabafa, “Vivemos o descaso e muita humilhação”

Publicado

em

Esta semana nossa equipe conversou com a Bruna Moares de Carvalho. Ela tem 28 anos, mora em Araguatins, no Bico do Papagaio, e faz parte da lista de pessoas que sofrem sem atenção do poder público. O caso de Bruna, é ainda mais grave, por conta de estar envolvido, seu filho, Rafael de Carvalho Meneses, que tem necessidades especiais.

O pequeno Rafael é portador de encefalopatia crônica, também chamada de paralisia cerebral, que causa deficiência motora, provocando um grupo heterogêneo de condições que cursa com disfunção motora central, afetando o tônus, a postura e os movimentos. Decorre de lesão permanente ao cérebro em desenvolvimento e apresenta-se de forma variável em termos de distribuição anatômica da lesão, gravidade de acometimento motor e sintomas clínicos associados. A grande variabilidade requer que estes pacientes e suas famílias, sejam abordados de maneira sistematizada levando em conta dimensões amplas de atenção à saúde e social.

Rafael faz politerapia com diversos medicamentos. Além de uso continuo de vários insumos como equipos para alimentação, seringas, sondas de aspiração, materiais sem os quais, não poderia viver, sem a utilização dos mesmos para sua manutenção fora do ambiente hospitalar.

“Todos os meses são solicitadas fraldas, insumos entre outros. Mas o que vemos e percebemos e um verdadeiro descaso, desde a entrega de materiais básicos como fraldas, até a falta de profissionais especializados”, disse a mãe de Rafael.

Bruna continua o relato, “O direito a assistência básica é substituído por inúmeras desculpas e mediante a esse caos, somos obrigados a sobreviver com os restos de fraldas e outros equipamentos que nos são impostos, pelo município. Não o bastante, o município de Araguatins, sonega até o fornecimento do carro em tempo adequado, para trazer materiais que foram conseguidos mediante uma temporada que passamos na capital”, disse a mãe.

“Gostaria de ressaltar que Rafael tem 4 anos de idade, cidadão araguatinense e desde que nasceu é tratado desta mesma forma. Sem alimentação adequada, por ser um paciente gastromizado, sem medicação suficiente para o seu tratamento, sem fraldas, sem assistência e ficamos vivendo todo mês uma situação de “empurra-empurra”, descasos e muita humilhação”, contou Bruna, que continuou, “Faço um apelo as autoridades, que se vistam de amor ao próximo que olhem para a causa dos desamparados e dos portadores de necessidades especiais, por que é para isso, que estão onde estão”, finalizou.

Bruna disse que os problemas e o descaso acontecem desde a gestão anterior e persistem na atual.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Segundo dados da SEMUS, sobe para 49 a quantidade de vítimas da Covid

Publicado

em

Conforme dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, na noite desta segunda, 19, Araguatins, no Bico do Papagaio, agora tem 49 mortes por Covid-19. O boletim anterior, que foi publicado dia 8 de abril, apontava 44 mortes.

O Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (SES), desde o dia 16 de abril, aponta 46 óbitos e mantém o número, até o meio dia desta segunda, quando fez sua atualização.

No boletim da SEMUS desta segunda, comparado com o último do órgão, publicado dia 8, das 5 mortes a mais, apenas 1 foi detalhada, como sendo de um homem de 43 anos, com doença cardíaca e que faleceu dia 15 deste mês, em domicílio.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ITAGUATINS: 11ª morte por Covid é confirmada

Publicado

em

A morte de um homem de 68 anos, residente em Itaguatins, no Bico do Papagaio, foi oficializada nesta segunda, 19, pela Secretaria de Estado da Saúde, como sendo por Covid-19.

Ele tinha doença cardíaca crônica e hipertensão. Faleceu na sexta, dia 16, no Hospital Estadual de Campanha de Imperatriz, no sul do Maranhão.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze