- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
segunda-feira, 08 / agosto / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

Programa Municípios Verdes incrementa a geração de empregos

Mais Lidas

O Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) apresentou nesta terça-feira (3) novo estudo sobre o balanço dos empregos formais gerados nos 91 municípios que integram o programa Municípios Verdes no Pará. Houve saldo positivo nos primeiros cinco meses do ano, com onze mil postos de trabalho criados. Nos últimos doze meses (junho de 2011 a maio de 2012), o número de vagas abertas chegou a 34 mil.

O estudo faz parte do convênio de cooperação técnica firmado entre o Dieese e o governo do Estado envolvendo as questões de crescimento, desenvolvimento e geração de empregos formais. Foi elaborado com base nas informações oficiais do Ministério do Trabalho, segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Nos últimos doze meses, nos municípios que fazem parte do programa foram feitas 215.606 admissões contra 181.187 desligamentos, o que gerou um saldo positivo de 34.419 postos de trabalho. O destaque ficou com a construção civil, responsável pela abertura de 15.629 novas vagas – 1.281 apenas em maio deste ano.

“O Estado como um todo está crescendo. Não podemos atribuir estes números apenas ao programa Municípios Verdes, mas a um conjunto de atividades do governo em todo o Pará. O que podemos afirmar é que este superávit na geração de emprego é um demonstrativo de que é possível o desenvolvimento econômico com uso da sustentabilidade”, avalia o assessor da área da produção sustentável do Municípios Verdes, Antônio Oliveira.

O programa trabalha com o incremento da agricultura familiar, o uso das áreas previamente degradas para a produção de alimentos e o reflorestamento e combate ao desmatamento. “Estas políticas promovem aumento na renda e aquecem a economia dos municípios”, avalia Antônio Oliveira.

As analises do Dieese mostram ainda que, nos primeiros cinco meses deste ano, dos 91 municípios atendidos, 62 (ou 68% do total) apresentaram crescimento do emprego formal e 29 (32%), queda. No total, foram criados 11.231 postos de trabalhos neste período, com destaque para Altamira (com saldo positivo de 4.305 postos de trabalho), Parauapebas (3.135), Canaã dos Carajás (1.587) e Santarém (692).

No comparativo entre admitidos e desligados, a grande maioria dos municípios apresentou crescimento de empregos formais. Os saldos negativos foram registrados em Almeirim (-1.130), Jacundá (331) e Ananindeua (-267).

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias