- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
domingo, 14 / agosto / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img

Projeto prevê a implantação de 125 hortas nos municípios do Bico do Papagaio

Mais Lidas

Na região do Bico do Papagaio, onde estão situados 25 municípios, está também o menor IDH – Índice de Desenvolvimento Humano –, no Tocantins, exatamente 0,66, e a maior concentração de pessoas. Nesta região, são mais de 7.400 agricultores familiares e 5.644 assentados.

Para amenizar os problemas existentes no Extremo Norte, os governos Federal e Estadual, por meio do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate a Fome (MDS) e Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), respectivamente, irão implantar o Projeto PAIS – Produção Agroecológica Integrada Sustentável – beneficiando diretamente 125 famílias, sendo cinco em cada município. Na realização deste projeto será aplicado o recurso no valor de R$ 542.700,59, do MDS, e a contra partida do Estado de R$ 103.345,55.

O PAIS traz a proposta de cultivar hortas, frutas e criar aves num pequeno espaço, consorciando as culturas e criações, a fim de melhorar a qualidade de vida dos agricultores, gerar renda, incentivar a organização para produção e comercialização e principalmente buscar a segurança e soberania alimentar das famílias.

A gerente de Projetos Ambientais e coordenadora do Projeto, no Ruraltins, Amanda Oliveira Santos, comenta que para a escolha das famílias a serem beneficiadas foram obedecidos os critérios descritos no Edital do MDS. “Foram muitas as famílias que nos procuraram querendo participar do projeto, mas nem todas se encaixavam no perfil solicitado pelo Ministério”, lembra. Dentre os critérios especificados no Edital estavam: que as famílias deveriam ter no mínimo cinco membros; a presença de crianças com 0 a 5 anos e idosos; famílias extremamente pobres, com uma renda de até R$ 60,00 por pessoa; e outros.

A responsabilidade de implantar o projeto e prestar assistências as famílias caberá ao Ruraltins que realizará oficinas, monitoramento e repassará orientações com relação à comercialização do excedente da produção. Ainda conforme informação da Gerente Amanda Santos, a implantação de cada projeto terá a participação das 5 famílias dos respectivos municípios. “O objetivo é que todos aprendam já durante a implantação do PAIS a cultivar e cuidar das hortaliças, frutas e aves”, comenta. (Bárbara Vasconcelos)

- Publicidade -spot_img

1 Comentário

Assinar
Notificar-me
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
BEIRA MAR

Esse PROJETO, poderiam ser implantado, sirgindo no início da Criação dos assentamentos; mais na maioria desses assentamentos, NÃO SURGIU FOI NADA de idéia construtiva. Cada assentado – FAMÍLIA (PA’S) de início comprou uma HONDA 125 (MOTO) e BOVINOS; na época todos eram “FAZENDEIROS”, nos leiloões e baile dançantes na regiões rurais os “fazendeiros” arrematava frangos e assados a qualquer custo o menor preço era de R$: 50,00 (cinquenta reais). RURALTINS nunca se via falar, tinha a COOPTER de vez em quando a gente via por lá. Hoje KD os Bovinos e as Motos?????

Propreidade com 5 alqueires de terras, incluindo ARL – Área de Reserva Legal.

Será que tem como fazer um projeto para criação de GADO DE CORTE em um pedaço de terra com esse tamanho??? ÀS Hondas 125 nem se quer tinha um reboque para transportar nem cheiro verde.

Hoje se encontrar às FAMÍLIAS passando necessidade, rios com área de APP’S assoreadas (uma imenssa área devastada na margem do RIO ARAGUAIA e outros córregos); uma loucura!!!!!!!

FAMÍLIAS passando necessidades, tem algumas furtando até mesmo animais dos vizinhos para sobre-viver.

AGORA com essa IDÉIA construtiva, esperamos termos resultado concreto. Ver se passa o Concreto e não o Obstrato.kkkk….

O projeto mandala é Super interessante.

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias