Connect with us

Bastidores

Randolfe apresenta requerimento para convocação de Bolsonaro na CPI

Publicado

em

O senador Randolfe Rodrigues (Rede) apresentou à CPI da Pandemia requerimento para convocação do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido). A intenção do parlamentar é ouvi-lo como testemunha para que ele explique a atuação do governo na crise sanitária que levou à morte mais de 450 mil brasileiros. A iniciativa provocou a reação imediata dos governistas na reunião desta quarta-feira (26) da comissão de inquérito. O assunto é polêmico e divide opiniões no mundo jurídico. 

Logo na abertura dos trabalhos, o senador Marcos Rogério (DEM-RO) classificou o pedido de piada, o que causou revolta de Randofe, que se disse desrespeitado. 

— Vale para um e não vale para outro? A defesa ensandecida do presidente está lhe deixando cego. Basta falar em Jair Bolsonaro que o senhor fica tenso, com os nervos à flor da pele. Ele não pode me destratar dessa forma — afirmou Randolfe. 

O senador Marcos Rogério disse que estava se dirigindo ao presidente da comissão e acrescentou que não falaria das práticas de Randolfe no Amapá.

O presidente Omar Aziz (PSD-AM) interveio e pediu calma: 

— Por favor, vou ter que cortar o som de vocês porque esse debate não é bom para ninguém. Nada aqui é piada, estamos tratando de 450 mil vidas que já se foram. Alguém é responsável ou corresponsável por isso, por favor. 

Depois que a palavra foi garantida a Marcos Rogério, este lembrou que não assinou a CPI da Lava Toga, não por concordar com práticas da suprema corte, mas por respeitar a Constituição, que trata da separação de poderes. Segundo ele, sua decisão lhe rendeu muitas críticas, inclusive no estado dele, em Rondônia. 

— Esse requerimento do senador Randolfe é uma afronta total à separação dos poderes. Apenas por esse aspecto, estou sustentando sua inconstitucionalidade. E fiz essa provocação em razão de ser algo inaceitável, para não dizer outra palavra — afirmou o parlamentar, para quem o pedido não passa de uma estratégia para impedir a convocação de governadores.

Requerimento

Em seu requerimento, o senador Randolfe Rodrigues lembrou que a CPI foi criada para apurar as ações e omissões do governo federal no enfrentamento da pandemia da covid-19. Segundo ele, a cada depoimento e a cada documento recebido, torna-se mais cristalino que o presidente da República teve participação direta ou indireta nos graves fatos questionados pela CPI.

“Para citar alguns exemplos emblemáticos: o combate às medidas preventivas, como o uso de máscaras e o distanciamento social; o estímulo ao uso indiscriminado de medicamentos sem eficácia comprovada e à tese da imunidade de rebanho; as omissões e falhas do governo federal que contribuíram para o colapso no fornecimento de oxigênio aos hospitais do Amazonas; as omissões na aquisição de insumos e medicamentos para as UTIs; as omissões em relação à proteção dos povos indígenas e quilombolas; e, principalmente, o boicote sistemático à imunização da população”, enumerou. 

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bastidores

Tiago Dimas apresenta demanda à Damares Alves e João Roma

Publicado

em

O deputado federal Tiago Dimas (Solidariedade-TO) e o vice-prefeito de Araguaína, Marcus Marcelo (PL), em reuniões nesta terça-feira, 21 de setembro, com a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, e com o ministro da Cidadania, João Roma, pediram apoio do governo federal para a construção de uma unidade feminina da Comunidade Terapêutica Vida Nova, em Araguaína. O deputado e o vice-prefeito – que representava o prefeito Wagner Rodrigues (Solidariedade) – estavam acompanhados dos diretores-fundadores da Comunidade – o pastor Wagner Enoque e o professor Amado Batista.

À ministra Damares, que foi recebida no próprio gabinete do deputado federal na Câmara, Tiago Dimas detalhou a importância de Araguaína para o Estado e mostrou como trabalha a Comunidade Vida Nova. Hoje, a instituição atende cerca de 40 pessoas com trabalho terapêutico de recuperação do vício das drogas. O único repasse público vem por meio da prefeitura do município. “Essa entidade foi instalada em uma área que estava abandonada. O trabalho social que faz é de amplo sucesso”, explicou Tiago Dimas. Com documentos e um relatório, a instituição reforçou os argumentos, mostrando o bom trabalho realizado.


O projeto da unidade feminina já está pronto: foram feitos os estudos técnicos, o mapeamento, a projeção e até projeto de engenharia. O valor necessário é de quase R$ 2 milhões. Além disso, a comunidade terapêutica possui uma área de 215 mil metros quadrados, com espaço suficiente para a construção da unidade feminina e separada da masculina. “Já está bastante avançado. Havendo a disponibilidade dos recursos, a proposta pode ser cadastrada amanhã mesmo”, explicou Tiago Dimas, ao elogiar todo o levantamento técnico do projeto.

Os mesmos argumentos também foram passados para o ministro da Cidadania, João Roma, em reunião na sede da pasta. Embora tenham destacado as dificuldades orçamentárias, ambos os ministros elogiaram a iniciativa e o projeto. Os dois disseram que o atendimento às mulheres com necessidade de recuperação é uma prioridade do governo e, por isso, o projeto deve ser apoiado. João Roma, inclusive, sinalizou com um apoio financeiro parcial para a obra e pediu para que o deputado o procurasse após o fechamento total do Orçamento – daqui a cerca de 30 dias.

“Estamos empenhados, eu e o prefeito Wagner Rodrigues, em ampliar o tratamento de dependentes químicos em Araguaína. Esse é um projeto que deu muito certo e precisa ser ampliado. Araguaína é uma grande cidade e essa instituição atende inclusive pessoas de outras cidades. Nós só temos a agradecer ao deputado Tiago Dimas pelas duas agendas com os ministros aqui em Brasília. Tenho certeza que os ministros se deram conta do excelente trabalho realizado pela Vida Nova e nós vamos conseguir o apoio para implantar a unidade feminina”, destacou Marcus Marcelo.

Wagner Enoque elogiou a parceria da gestão municipal e o empenho de Tiago Dimas. “Tivemos dois encontros muito proveitosos com os dois ministros. Vamos seguir trabalhando para que a unidade feminina possa ser implantada em Araguaína e agradeço ao deputado pela agenda, bem como ao prefeito Wagner e ao vice Marcus Marcelo por nos apoiar. Nós precisamos muito disso e creio que convencemos o governo federal da importância de termos essa unidade”, frisou o diretor-fundador da instituição.

Comitiva pede agilidade em liberação de repasses de custeio

Além da busca de apoio para a unidade feminina, a Comunidade Vida Nova, o deputado e o vice-prefeito cobraram agilidade no repasse de recursos de custeio do Ministério da Cidadania. Selecionada em edital público da pasta, a entidade ficou na posição 139ª no certame. Todos os selecionados têm direito a receber quase R$ 1,2 mil mensais por cada pessoa atendida. Na reunião com João Roma, a comitiva tocantinense questionou quando que o contrato será assinado para que o dinheiro comece a chegar à entidade.

Segundo o ministro e a sua equipe, pelo calendário de execução desses repasses, a Vida Nova deve começar a receber os recursos ainda este ano. Com 40 assistidos, a entidade receberá pouco mais de R$ 45 mil por mês.

Respaldo do governo para projeto que favorece autistas

Nos dois encontros, Tiago Dimas pediu que o governo respalde o projeto 1712/2019, de autoria do deputado, que favorece os autistas de todo o país. Já aprovado por unanimidade na Câmara, a proposta tramita na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado. Na prática, o projeto obriga os governos (em todas as esferas) a apoiar políticas públicas efetivas que ajudem os autistas.

O projeto foi inspirado na clínica-escola Mundo Autista, de Araguaína. Instituição modelo, ela une todos os cuidados de saúde e psicológicos necessários para as crianças do espectro autistas, aliada à educação. “Infelizmente, o Brasil tem só umas quatro clínicas-escolas como a de vocês em Araguaína. Precisamos muito mais em todo o Brasil”, frisou Damares, ao garantir que apoia, sim, o projeto.

Continue lendo

Bastidores

Gomes e Dulce… troca de “afagos”

Publicado

em

Eles fizeram questão de jogar nas redes sociais. mandando claro recado para a base emedebista, mas também para o restante das lideranças espalhadas pelo estados, mostrando que em política, tudo pode acontecer e o bom é esperar.

Eduardo Gomes e Dulce Miranda, senador e deputada, respectivamente, pelo Tocantins, posaram sorridentes para fotos e registros e lógico, trocaram paparicos diplomáticos, como quem manda o comunicado, para que os bons entendedores, entendam.

Dulce chamou Gomes de “grande líder”, e fez questão de enfatizar que o senador estaria desempenhando um excelente papel nos cargos que exerce.

Nos bastidores, os líderes relevantes do estados, garantem, que Gomes tem impulsionou o desejo de se viabilizar como candidato a governador, com ou sem apoio do Palácio Araguaia.

Continue lendo

Bastidores

Júnior Geo e Elenil da Penha sinalizam apoio à pré-candidatura de Osires Damaso

Publicado

em

Na noite dessa segunda-feira, 20, durante a realização do 1° Seminário de Formação Política da Juventude do Partido Social Cristão (PSC) do Tocantins, em Araguaína, os deputados estaduais Júnior Geo (PROS) e Elenil da Pena (MDB) sinalizaram apoio à pré-candidatura ao governo do Estado do deputado federal Osires Damaso.

Damaso agradeceu e se disse emocionado com as diversas manifestações de apoio que vem recebendo ao seu projeto rumo ao Palácio Aragauaia. “Fico muito feliz e honrado com os elogios tecidos ao homem que sou e a minha trajetória política. Tenho consciência da responsabilidade de governar o nosso Tocantins e isso, sem dúvida, torna os apoios ainda mais importantes para alcançarmos esse objetivo”, disse agradecido o parlamentar.

“O Tocantins, há muito tempo, carece de representantes sérios e com capacidade de gestão, de pessoas comprometidas com o social. Eu acredito que o deputado Damaso tem essas características e por acreditá-lo, defendo-o e apoio a sua candidatura ao governo do Tocantins. Basta fazer o que é certo e ele, ao longo da sua trajetória política, tem demonstrado isso. No Tocantins nós não temos gestão”, enfatizou o deputado estadual, professor Júnior Geo. 

Também após falar da importância da realização do seminário para se ouvir o que a juventude pensa e quais as políticas públicas necessárias para esse segmento da sociedade, o deputado estadual Elenil da Penha destacou que eventos como esse “faz com que tenhamos um líder no governo capaz de reconhecer a força da juventude da população tocantinense”.  

O seminário também contou com a participação do deputado estadual Jorge Frederico (MDB), diversos prefeitos e dos deputados federais que, igualmente,sinalizaram apoio à pré-candidatura de Damaso, Aluísio Mendes (MA), líder do PSC na Câmara dos Deputados e Glaustin da Fokus (GO).

Evento

O 1° Seminário de Formação Política da Juventude do Partido Social Cristão (PSC) do Tocantins trouxe como tema: “Tocantins de Oportunidades” e teve como principal objetivo realizar debates voltados para o jovem na política e o jovem empreendedor. 

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze