Connect with us

Pará

Remo goleia Paysandu no 760º Re-Pa

Publicado

em

Mesmo jogando na Curuzu, o Remo não tomou conhecimento do Paysandu e goleou por 4 a 2 no Clássico Rei da Amazônia. Este foi o 760º Re-Pa da história.

Mesmo com a derrota, o Paysandu permanece na ponta do Grupo A do Parazão 2021, com 7 pontos (4 jogos, 2 vitórias, 1 empate e agora 1 derrota). Ainda em fase de construção e adaptação na temporada.

O Remo segue imbatível com 100% de aproveitamento, com quatro vitória, somando 12 pontos.

Na partida, o Leão abriu o placar com Dioguinho, aos 4 minutos do primeiro tempo. O meia recebeu dentro da área, girou em cima do zagueiro e chutou de esquerda, no canto do goleiro. Logo em seguida, aos 5 minutos, o Paysandu empatou, com o atacante Nicolas, que recebeu na entrada da área e bateu na saída do goleiro. O jogo seguia em ritmo alucinante, e após Nicolas quase virar o placar, o atacante remista, Lucas Tocantins, recebe a bola pela esquerda, parte pra cima da zaga e bate cruzado, o goleiro Victor Souza falha, não segura o chute, e a bola entra, ampliando o placar para o Remo. Aos 17 minutos foi a vez de Lucas Siqueira. Lucas Tocantins recebeu na esquerda, cruzou para Renan Gorne, que pegou mal na bola, mas ela acaba sobrando para Lucas Siqueira, que acertou o gol.

Segundo tempo

A etapa complementar, o Remo tratou de ampliar no no início, com Rafael Jansen, que após cobrança de escanteio de Gedoz, aproveita a sobra e bate forte, no canto do goleiro de Victor Souza. Aos 31, Nicolas diminui para o Papão. Marlon cobra curto o escanteio para Diego Matos. O lateral cruza na área e Nicolas só desvia para o gol. Daí para frente, o Remo tratou apenas de administrar o resultado. (Foto: Samara Miranda)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

Paragominas e Palmas empatam na Arena Verde

Publicado

em

Daylon marcou para o Paragominas, aos 24 minutos do primeiro tempo e aos 29, também da etapa inicial, Tchô empatou para o Palmas, a partida que terminou empatada por 1 a 1, na tarde deste domingo, no Estádio Arena Verde, em Paragominas. A partida foi válida pela nona rodada do Grupo 2 do Brasileiro da Série D.

SITUAÇÃO NO CAMPEONATO

Com o resultado, as equipes não avançam na competição. O Paragominas segue na sexta colocação com dez pontos, enquanto o Palmas permanece na sétima colocação com oito pontos.


O JOGO

A partida não foi movimentada até pouco mais da metade do primeiro tempo, quando as duas equipes buscaram e conseguiram fazer os gols. Mas no segundo tempo a partida caiu de produção, a marcação forte foi amarrando a partida e praticamente nenhuma chance clara foi criada. Apenas chutes sem muito perigo de fora da área.

PRÓXIMOS JOGOS

Na décima rodada, no próximo sábado (7), o Palmas recebe em casa, às 16 horas, no Estádio Nilton Santos, o último colocado da chave, o Tocantinópolis, que soma sete pontos. A partida ocorrerá no Estádio Nilton Santos, na capital tocantinense. É o clássico regional tocantinense.
Já o Paragominas recebe no domingo (8), o Juventude Samas (MA), às 16 horas, no Estádio Arena Verde, em Paragominas. (Futebol Interior / Foto: João Botelho)

Continue lendo

Pará

Em Belém, Remo vence CSA por 1 a 0

Publicado

em

O Remo bateu o CSA por 1 a 0 e ganhou justamente a posição do adversário na classificação da Série B. Assumiu neste domingo o 12° posto. No Baenão, em Belém, o único gol da partida saiu aos oito minutos do primeiro tempo, com o atacante Renan Gorne. O time alagoano perdeu a segunda consecutiva e volta para Maceió sob pressão.

O Remo abriu o placar logo na primeira chance. Erick Flores deu um drible desconcertante em Fabrício na área do CSA e serviu a Renan Gorne, que só teve o trabalho de empurrar para a rede, aos oito minutos. Aos 14, Gabriel lançou para Aylon, que finalizou com perigo, mas estava impedido. Não valeu o ataque do CSA. O jogo ficou morno e só esquentou aos 31, num chute colocado de Gabriel. Assustou o goleiro do Remo. Depois, o time alagoano rondou a área paraense, mas não foi efetivo.


O Remo teve a primeira oportunidade do segundo tempo. Lucas Tocantins, que havia acabado de entrar, passou fácil por Yuri e bateu por baixo. Thiago Rodrigues defendeu com dificuldades, com as pernas, e a zaga do CSA aliviou. Depois, o Remo passou a controlar mais o jogo. O técnico do CSA mexeu no ataque, mas o time continuou com enorme dificuldade para finalizar. Aos 29, Lucas Tocantins bateu cruzado, pela esquerda, e levou perigo ao gol do CSA. Aos 36, Dudu Beberibe acertou uma cabeçada na área do Remo e obrigou Vinícius a fazer uma boa defesa. Aos 38, Fabrício, do CSA, bateu falta com veneno e deu trabalho ao goleiro do Remo.

O Remo chegou a 19 pontos e fechou a 15ª rodada da Série B na 12ª colocação. Com 18, o CSA perdeu uma posição e caiu para o 13º lugar, com cinco pontos de vantagem para a zona do rebaixamento.

O CSA volta a jogar em Maceió no próximo sábado. Às 19h, recebe o Avaí no Estádio Rei Pelé. Antes, na sexta, o Remo faz outro jogo no Estádio Baenão, em Belém, desta vez contra o Operário-PR, às 16h. (Foto: Samara Miranda)

Continue lendo

Pará

Assista o Conexão Rural deste final de semana – Dias 31 e 1ª

Publicado

em

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze