Connect with us

Bico do Papagaio

Reunião discute desafios de logística no TO. Praia Norte e Aguiarnópolis na pauta

Publicado

em

A falta de legalização fundiária e ambiental é um dos principais desafios da logística para atrair novas empresas para o norte do Tocantins. Este foi um pontos apresentados pelo presidente do SRA – Sindicato Rural de Araguaína, Wanderlei Araújo Filho, durante reunião realizada na segunda-feira, 29, com o secretário da Indústria e Comércio, João Telmo Valduga, e representantes da Prefeitura, Aciara, Vallecoop, Aplat, Ruraltins e Sebrae, na sede do SRA.

A reunião tinha como pauta principal apresentar a logística favorável do Estado para setores importantes da economia estadual. O Tocantins, conforme João Telmo, destaca-se com a construção da Ferrovia Norte-Sul e do Porto de Praia Norte entre os estados brasileiros com a melhor logística de multimodalidade de transportes.

A Ferrovia Norte-Sul tem conclusão prevista pela Valec para outubro de 2010 no trecho entre Açailândia/MA até a divisa com Goiás, com 860 km de trilhos no Tocantins. Para o traçado até Anápolis a previsão de entrega é no fim deste ano.

Ele enfatizou como obras fundamentais para a intermodalidade de transportes a construção da plataforma logística de Praia Norte e alfandegamento do Aeroporto de Palmas, com Porto Seco adjacente. O porto fluvial de Praia Norte viabilizará a conexão com a hidrovia do Amazonas e saída até o Peru, no Oceano Pacífico e a operação do entreposto da Zona Franca de Manaus. Já a conexão com o centro Logístico de Aguiarnópolis vai permitir o transporte por ferrovia e por hidrovia.

O secretário citou que as obras estruturantes abrem novos canais para exportação de produtos do Estado e de regiões vizinhas – Oeste da Bahia, Norte de Goiás, Sul do Pará, entre outros. Além disso, reduz distância dos portos (Itaqui/MA e Vila do Conde e Espardarte/ PA). Para facilitar a atração de investimentos, o governo disponibiliza incentivos fiscais. Na Secretaria da Indústria e Comércio, os incentivos são concedidos por intermédio do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico (CDE).

Ainda segundo o secretário, os programas Proindústria e Prosperar podem beneficiar vários setores, com a concessão de incentivos para empresas com projetos que apresentem viabilidade econômico-financeira, com interesse em implantação ou expansão. Eles reduzem a carga tributária e financiam o imposto devido, atraindo investimentos e gerando emprego e renda.

Os representantes das entidades presentes na reunião apresentaram ao secretário as dificuldades encontradas pelos diversos setores da economia na região, como falta de mão-de-obra qualificada, falta de industrialização dos produtos, principalmente do leite, e de legalização fundiária e ambiental, além do atraso nas obras de reforma do Aeroporto de Araguaina.

Para o presidente do SRA, a reunião serviu para que o secretário apresentasse o que o Governo está fazendo para alavancar a agropecuária e fortalecer os vários setores da economia. Wanderlei Filho também citou o grande potencial do Estado para a produção de leite e as várias indústrias que trabalham com produtos lácteos interessadas em produzir na região.

O secretário Telmo Valduga afirmou que encaminhará as reivindicações ao Governador do Estado, Carlos Gaguim, através de documento formalizado feito pelas entidades. (Informações da Ascom/SRA)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: Completa um ano a primeira morte por Covid-19

Publicado

em

Nesta quarta, dia 12, completou um ano da primeira morte por Covid-19 no município de Tocantinópolis, no Bico do Papagaio.

A vítima foi o ex-vereador e funcionário público federal, Almiro Aguiar da Silva, 59 anos. Na época, Tocantinópolis registrava 5 contaminados com a doença. Ele faleceu no Hospital Municipal José Sabóia.

Um ano depois, Tocantinópolis acumula 37 óbitos e 2.031 contaminados no período.

Até esta quarta, o município aplicou 6.373, sendo 3.819 em primeira dose e 2.554 segunda dose.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Motoqueiro bate em bicicleta na Vila Miranda

Publicado

em

Nesta manhã de quarta, 12, um segundo acidente de trânsito envolvendo motocicleta foi registrado na cidade de Araguatins, no Bico do Papagaio.

Desta vez, o fato foi registrado na Vila Miranda, na Rua Antônio Fernandes. Um motociclista atingiu um vendedor de lanches que estava em uma bicicleta cargueira. Populares relataram que o condutor da motocicleta aparentava sinais de embriagues.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Gestores do Bico recebem orientações para Conferências de Assistência Social 2021

Publicado

em

O Conselho Estadual de Assistência Social (Ceas) realizou na manhã desta terça-feira, 11, uma reunião de orientação sobre as temáticas e organizações para as Conferências Municipais de 2021. As orientações são direcionadas aos conselheiros e secretários executivos dos Conselhos Municipais de Assistência Social (CMAS) de municípios do Bico e outras regiões do estado. tocantinenses.

O encontro tratou dos procedimentos necessários para a realização das conferências a serem realizadas em cada localidade, destacando a metodologia e os instrumentais que devem ser utilizados antes, durante e após as conferências municipais. São conhecimentos necessários para a elaboração dos relatórios e regimentos internos das conferências.


As datas para a realização das conferências nos municípios vai até 30 de julho, e as conferências estaduais devem acontecer de 2 de agosto até 30 de outubro.

O tema para as conferencias 2021 é “Assistência Social: Direito do povo e dever do Estado, com financiamento público, para enfrentar as desigualdades e garantir proteção social”.

Dentro dessa temática principal serão discutidos cinco eixos, com o propósito de construir propostas aos municípios, ao Estado e à União. O Plano de Assistência Social toma por base, entre outros instrumentais, as deliberações postas nas conferências, e são essas propostas que norteiam os gestores municipais, estaduais e do Governo Federal em seus planejamentos e nas tomadas de decisões.

s conferências de assistência social são instâncias de caráter deliberativo e têm como maior finalidade avaliar e concretizar os avanços conquistados na política pública de assistência social, e também apresentar orientações, definindo diretrizes e aprimoramentos do SUAS. As conferências acontecem a cada quatro anos de forma ordinária e extraordinariamente a cada dois anos.

A Conferência de Assistência Social envolve três etapas. As conferências municipais, as estaduais e a nacional. A Nacional está prevista para dezembro. As deliberações da Conferência Municipal são enviadas para os Estados e as deliberações das Conferências Estaduais são enviadas para a Conferência Nacional. Os delegados que participarão da Conferência Nacional são escolhidos na Conferência Estadual. Por esses passos democráticos a Conferência Nacional é um momento único com vários representantes e atores de todos os lugares do Brasil. (Com informações de Cláudio Duarte)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze