- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sexta-feira, 20 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

Revista Veja cita Eduardo Siqueira por suposta conspiração contra Dilma

Mais Lidas

Segundo Veja, Eduardo Siqueira entra, com uma sacola, na suíte de José Dirceu, em encontro no dia 8 de junho

A edição da revista Veja desta semana citou o ex-senador e secretário estadual de Planejamento e Modernização da Gestão Pública e filho do governador Siqueira Campos, Eduardo Siqueira Campos, e o deputado federal Eduardo Gomes (PSDB) em matéria sobre uma suposta conspiração do ex-ministro José Dirceu (PT) contra o governo da presidente Dilma Roussef.

Fotos pubicadas pela revista Veja mostram o secretário Eduardo Siqueira Campos entrando na suíte de José Dirceu com uma sacola e, após 41 minutos dentro da suíte, Eduardo Siqueira sai sem o pacote. Ao repórter da revista, o secretário do Planejamento do Tocantins justifica que é muito amigo de Dirceu. “Somos muito amigos. Já estive com ele várias vezes. O que nos une é o acordo que temos com o PT em Tocantins. Sacola? Não me recordo de ter levado nenhum presente para ele”, afirmou Eduardo, segundo a Veja. O encontro em que Eduardo Siqueira teria entregue uma sacola a José Dirceu aconteceu no dia 8 de junho deste ano, tendo se iniciado às 16h52.

Após 41 minutos, Eduardo sai sem a sacola. "Sacola? Não me recordo de ter levado nenhum presente para ele”

Já o deputado federal Eduardo Gomes também aparece em foto divulgada pela Veja. À reportagem da revista, o primeiro secretário da Câmara Federal afirmou que “não se lembra” de ter se encontrado com o petista na suíte de Dirceu. “Eu já me encontrei com ele num hotel, em espaços públicos. Não me lembro de ter ido a um quarto dele”, afirmou Gomes.

Segundo a revista, Dirceu ocupa uma suíte na área vip de um hotel cinco estrelas de Brasília, num andar onde o acesso é restrito a hóspedes e pessoas autorizadas. Além de Eduardo Siqueira e Eduardo Gomes, também passaram pela suíte o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, os senadores Walter Pinheiro, Delcídio Amaral e Lindbergh Farias, todos do PT, e Eduardo Braga, do PMDB, o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, e os deputados Devanir Ribeiro e Cândido Vaccarezza, do PT. |Portal CT|

- Publicidade -spot_img

3 Comentários

Assinar
Notificar-me
guest
3 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
JUNIOR

adoro sacolas com dinheiro.

Eu mesmo

Os dois estavam ” TÃO LIGADOS ” que não lembram nem mesmo que estiveram por lá. Como é mesmo o linguajar deles? TÔ LIGADO MANO…!!

Eu mesmo

Esta dupla de EDUARDOs tem sido uma vergonha para o Estado. É só olhar o curriculo dos “amigos inseparaveis”.

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias