Connect with us

Tocantins

Rodovias tocantinenses estão entre as piores do país, diz pesquisa

Publicado

em

TO-336, entre Guaraí a Belém, é considerada a pior ligação rodoviária do país (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

TO-336, entre Guaraí a Belém, é considerada a pior ligação rodoviária do país (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

As rodovias BR-222 e TO-336, que ligam Belém-PA a Guaraí-TO, foram consideradas as piores ligação rodoviária do Brasil por uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) e divulgada no dia 31 de outubro.

O levantamento considera ligação rodoviária os trechos formados por uma ou mais rodovias federais ou estaduais pavimentadas, com grande importância socioeconômica e volume significativo de veículos de cargas e de passageiros, interligando territórios de uma ou mais Unidades da Federação

A pesquisa percorreu 96714 km e constatou que 63,8% da extensão avaliada apresenta problemas ligados a três itens considerados fundamentais: pavimento, sinalização e geometria da via. Em 2012, o percentual era de 62,7%.

Além da BR-222 e TO-336, aparecem como as piores ligações rodoviárias, a BR-153 e BR-230 entre Marabá (PA) e Wanderlândia (TO), a BR-240, TO-040 e TO-280, entre Natividade e Barreiras (BA) e o trechos que ligam Palmas a Brasília, BR-010, TO-010, TO-050 e TO-342.

A pesquisa concluiu que 82% das rodovias tocantinenses são regulares, ruins ou péssimas, como a  TO-010, que foi avaliada como ruim, com pavimento regular, sinalização ruim e péssima geometria. Com todos esses problemas, a rodovia estadual, que passa pela capital, é tida como perigosa pelos motoristas.

“Não temos acostamento na rodovia, os carros andam em alta velocidade. É muito perigosa. A ultrapassagem é feita em todos os locais da pista sem nenhuma segurança, sem nenhuma vigilância. Os carros andam em velocidade de 160 km aqui”, diz o empresário José Meneses.

Ainda em relação às rodovias estaduais, a TO-050, que liga Porto Nacional a Natividade é considerada ruim, com pavimentação ruim, sinalização regular e geometria péssima.

A CNT avaliou também as rodovias federais. A BR-153, principal do estado, foi considerada boa mas ainda há problemas de infraestrutura e sinalização. A melhor avaliada é a BR- 230. Ela é considerada regular, com boa pavimentação e geometria, mas com deficiência na sinalização.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

PALMAS: Rumo ao Lockdown. “Se organizem”

Publicado

em

Continue lendo

Tocantins

Seis mortes por Covid-19 são confirmadas no Tocantins nesta sexta dia 26

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta sexta-feira, 26 de fevereiro, foram contabilizados 788 novos casos confirmados para Covid-19.

Deste total, 215 foram registrados nas últimas 24 horas e o restante por exames coletados em dias anteriores e que tiveram seus resultados liberados na data de ontem.

Desta forma, hoje o Tocantins registra um total de 357.025 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 112.823 casos confirmados da doença. Destes, 101.042 pacientes estão recuperados e 10.272 estão ainda ativos (em isolamento domiciliar ou hospitalar), além de 1.509 óbitos.

Clique AQUI e veja o boletim completo.

Continue lendo

Tocantins

Superintendente do Sebrae Tocantins discute projetos para MPE em Brasília

Publicado

em

O superintendente do Sebrae, Moisés Gomes, esteve reunido nesta quinta-feira, 25/02, em Brasília-DF com o presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, e o presidente da Associação Brasileira dos Sebrae Estaduais (Abase), Cláudio Mendonça. Na pauta foram discutidos projetos importantes e de interesse das micro e pequenas empresas que estão em andamento no Congresso.

Moisés Gomes comentou que estes projetos que estão em discussão irão contribuir com um ambiente cada vez mais favorável para o desenvolvimento e a produtividade dos pequenos negócios num momento tão delicado como este causado pela pandemia.

“Aproveitamos também para discutir pontos importantes relacionados à implantação abrangente do Cidade Empreendedora no país. Este projeto terá o objetivo de tornar os municípios muito mais competitivos na gestão pública e no fomento ao fortalecimento dos pequenos negócios”, disse o superintendente, acrescentando que no mês de março iniciará um circuito de visitas nos municípios tocantinenses para tratar sobre esta pauta.

Continue lendo
publicidade Bronze