Connect with us

Bico do Papagaio

Ruraltins e Banco do Brasil firmam parceria e produtores do Bico podem ter acesso facilitado a crédito

Publicado

em

Presidente Ruraltins, Thiago Dourado, e o Superintendente Comercial do Banco do Brasil, Raul Mohamed, assinam termo de parceria para que o órgão atue como agente de crédito rural

Com objetivo de agilizar as operações de crédito rural e facilitar o acesso dos agricultores, principalmente as linhas de financiamentos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), o presidente do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Thiago Dourado, e o Superintendente Comercial do Banco do Brasil, Raul Mohamed, assinaram nesta quarta-feira, 4, um termo de parceria para que os escritórios do órgão atuem como agentes de crédito rural.

A proposta é que os técnicos passem por um processo de capacitação na operação do sistema do Banco do Brasil, envolvendo o encaminhamento de toda documentação necessária, relativa aos projetos de financiamentos, para análise do banco, facilitando assim a vida do produtor que só irá a agencia para assinatura do processo. Pela prestação conjunta dos serviços, serão geradas receitas ao Instituto, para reestruturação dos escritórios e aquisição de equipamentos de trabalho.

“O Ruraltins tem papel fundamental no apoio, capacitação e acompanhamento dos produtores e essa parceria vem para somar com esse trabalho e gerar riquezas para os pequenos produtores, tornando-os mais competitivos. Tenho certeza que será um sucesso”, avaliou o superintendente comercial do Banco do Brasil, Raul Mohamed.

Para o presidente do Ruraltins, Thiago Dourado, a parceira fortalece não só o produtor, como também a extensão rural, que tem entre seus objetivos promover a sustentabilidade, por meio de políticas públicas e atividades que promovam a organização produtiva no campo, aliadas ao desenvolvimento econômico.

“Nós queremos fortalecer o agricultor, dando a ele condições de colocar produtos de qualidade no mercado, atendendo assim as demandas de um público cada vez mais exigente. Vamos trabalhar muito em cima de diagnósticos nos cinco maiores polos do Tocantins, analisando esse consumo para vocacionar as cadeias produtivas. O crédito rural é essencial para o pequeno produtor, e no sentido de ampliar o acesso formalizamos essa importante parceria com o Banco do Brasil”, avaliou o gestor do Ruraltins.

Atualmente, o Ruraltins conta com 97 escritórios em todas as regiões do Tocantins, onde os extenisonistas oferecem assistência e orientação quanto ao plantio e condução de lavouras para produção de grãos, cereais, frutas e hortaliças; criação de bovinos de corte e leite e pequenos animais (ovinos e caprinos); apicultura; piscicultura; projetos de irrigação; projetos de créditos rurais das atividades agropecuária financiadas pelos bancos. (Lúcia Brito)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Saúde recebe primeiras doses da CoronaVac

Publicado

em

O município de Augustinópolis foi um dos primeiros da região do Bico do Papagaio, a fazer a retirada de sua cota da vacina CoronaVac, que estava no Centro de Distribuição em Araguaína, nesta quarta, 20.

Neste primeiro momento, o município recebeu 203 doses, que serão aplicados em profissionais da Saúde, que estão na linha de frente do enfrentamento da Covid-19.

A CoronaVac foi desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac e, no Brasil, será produzida pelo Instituto Butantan, em São Paulo. O uso emergencial da vacina foi aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) no domingo (17).

Continue lendo

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Regional está com 80% das UTIs Covid ocupadas

Publicado

em

Segundo informações consolidadas da Secretaria de Estado da Saúde (SES), para esta quarta, 20, a taxa de ocupação de leitos UTI Covid-19, no Hospital Regional de Augustinópolis (HRAug), está em 80%. A unidade possui ao todo, 10 leitos, estando portanto, apenas 2 desocupados.

Os números só são menores que do Hospital Estadual de Combate a Covid-19 (Hospital de Campanha), que está com todos os seus 10 leitos de UTI ocupados.

A situação geral do estado, quanto aos leitos de UTI para Covid-19, é nesta quarta de 60% de ocupação. Ao todo, o estado tem 147 leitos, estando 88 ativos.

Com relação a ocupação de leitos clínicos, o HRAug está em uma situação um pouco melhor, com tomada de 67%. A unidade dispõe de 12 leitos, estando 8 com pacientes.

Continue lendo

Bico do Papagaio

INSS prorroga interrupção de bloqueio de benefício por falta da prova de vida

Publicado

em

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que não fizeram a prova de vida entre março de 2020 e fevereiro desse ano não terão seus benefícios bloqueados. A Portaria 1.266, publicada no Diário Oficial da União (DOU), nesta quarta-feira (20/01), prorroga a interrupção do bloqueio de pagamentos de benefícios até o fim de março.

A prorrogação vale para os beneficiários residentes no Brasil e no exterior. De acordo com a portaria, a rotina e obrigações contratuais estabelecidas entre o INSS e a rede bancária que paga os benefícios permanece e a comprovação da prova de vida deverá ser realizada normalmente pelos bancos.

Em situações normais, a prova de vida é feita pelo segurado anualmente para comprovar que ele está vivo e garantir que o benefício continue sendo pago.

Quando devo fazer a prova de vida?

A fé de vida deve ser cumprida anualmente pela rede bancária, que determina a data da forma mais adequada à sua gestão: existem bancos que utilizam a data do aniversário do beneficiário, outros utilizam a data de aniversário do benefício, assim como há os que convocam o beneficiário na competência que antecede o vencimento da fé de vida.

Como fazer?

Basta ir diretamente no banco em que recebe o benefício, apresentar um documento de identificação com foto (carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação e outros). Algumas instituições financeiras já utilizam a tecnologia de biometria nos terminais de autoatendimento

Se não conseguir ir ao banco?

Os beneficiários que não puderem ir até às agências bancárias por motivos de doença ou dificuldades de locomoção podem realizar a comprovação de vida por meio de um procurador devidamente cadastrado no INSS.

E quem mora fora do Brasil?

Os segurados que residem no exterior também podem realizar a comprovação de vida por meio de um procurador cadastrado no INSS ou por meio de documento de prova de vida emitido por consulado ou ainda pelo Formulário Específico de Atestado de Vida para o INSS, que está disponível no site da Repartição Consular Brasileira ou no site do INSS.

Caso o beneficiário opte por usar o Formulário, este deverá ser assinado na presença de um notário público local, que efetuará o reconhecimento da assinatura do declarante por autenticidade.

Além disso, quando o beneficiário estiver residindo em país signatário da Convenção sobre Eliminação da Exigência de Legalização de Documentos Públicos Estrangeiros (Convenção de Haia/Holanda, de 05 de outubro de 1961), aprovada pelo Decreto Legislativo nº 148, de 12 de junho de 2015, o Formulário deverá ser apostilado pela autoridade competente da mesma jurisdição do cartório local.

Este documento deve ser enviado à Agência Atendimento Acordos Internacionais – APSAI responsável pela operacionalização do Acordo com o referido país (veja lista das APSAI no link Assuntos Internacionais do site da Previdência).

Em se tratando de país não signatário, o Formulário deverá ser legalizado pelas representações consulares brasileiras e enviado à Coordenação Geral de Gerenciamento de Pagamento de Benefícios – CGGPB, com endereço no SAUS – Quadra 2 – Bloco O – 8º andar – Sala 806 – CEP 70.070-946 – Brasília / DF.

Continue lendo
publicidade Bronze