Connect with us

Tocantins

Saiu a minuta pré-edital do concurso PM-TO 2017 com 1.040 vagas

Publicado

em

Cresce a expectativa de abertura de concurso da Polícia Militar do Estado do Tocantins (Concurso PM TO 2017 Soldado). Acontece que a corporação realizou na tarde do dia 28 de agosto, o processo de licitação para definir a empresa que organizará o certame que contará com oferta de 1.040 vagas para os cargos de Oficial e Soldado. A empresa vencedora ainda não foi divulgada.

O prazo para início da execução dos serviços será de até 15 (quinze) dias, contados da data da assinatura do contrato entre as partes. A oferta de 1.040 vagas (veja a distribuição abaixo) está confirmada. Após finalização do processo de licitação da empresa organizadora, o objetivo é ter no edital PM TO publicado rapidamente. “Queremos que o Tocantins continue a crescer e para isso foi necessário que tomássemos essas medidas amargas. Com essa economia, a probabilidade é de que estejamos enquadrados na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)”, informou o governo.

As vagas do concurso da Polícia Militar/Tocantins serão destinadas aos cargos de Cadete I QPES – Sexo Masculino (36 vagas), Cadete I, QPES – Sexo Feminino (04 vagas), com requisito de nível superior, Aluno Soldado QPPM – Sexo Masculino (900 vagas) e Aluno Soldado QPPM – Sexo Feminino (100 vagas), com exigência de nível médio.

Comissão já formada

A comissão do concurso PM TO 2017 foi formada em janeiro e já tem promovido ações para realização do certame. A data exata de divulgação do concurso ainda não foi informada, mas detalhes pertinentes sobre o concurso, como o número de vagas, já se tem conhecimento. A previsão é que o edital de abertura do concurso PM-TO tenha vagas para Soldado (1.000 vagas) e Oficial (40 vagas). Para concorrer as vagas, será necessário o nível médio e superior, respectivamente. A empresa organizadora seja divulgada logo após o processo de licitação.

Mudanças

Em divulgação no Diário Oficial do Estado do dia 26 de agosto, o governado sancionou duas leis que alteram alguns requisitos para ingresso na PM, além de estabelecer outras medidas relativas ao concurso.

De acordo com a publicação, o QPPM deverá ser constituído por Praças da carreira de combatentes, admitidos mediante concurso público para ingresso na Graduação de Aluno-Soldado PM, podendo alcançar a Graduação de Subtenente. A outra medida é referente ao Quadro de Praças Especialistas (QPE), que deverá ser constituído por Praças, admitidas mediante concurso público específico, na área técnica de música, enfermagem e de radiologia, para ingresso na Graduação de Aluno Soldado PM, podendo alcançar a Graduação de Subtenente PM.

Salários do Concurso Polícia Militar PM-TO 2017

O aprovado no cargo de Soldado fará jus ao salário inicial de R$4.056,67. Já na função de Oficiais, a remuneração chega a até R$ 9.255,21. A exigência é de nível médio para Soldado, enquanto para Oficial a exigência é de nível superior. Os aprovados no concurso PM-TO terão estabilidade, já que a contratação é feita de forma estatutária.

Ao ingressar na corporação, o aprovado será classificado como Aluno-Soldado, onde fará jus ao auxílio de R$ 800,00. O Soldado terá missão de realizar atividades ligadas à execução de atividades planejadas pelo comando da corporação, enquanto os oficiais deverão atuar em funções de chefia e direção dos diversos órgãos e atividades que compõe a estrutura organizacional da polícia.

Requisitos

Além da escolaridade, ter idade entre 18 e 30 anos e altura mínima de 1,63m para homens e de 1,60m para mulheres são requisitos para concorrer a uma das vagas no concurso da Polícia Militar de Tocantins, cargo de Soldado. Além disso, para se tornar Soldado será necessário a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou permissão válida para dirigir ou comprovante de aprovação junto ao Departamento Estadual de Trânsito – DETRAN, no mínimo na categoria “B”.

Etapas do Concurso PM Tocantins 2017

O concurso da Polícia Militar do Tocantins contará com três etapas, sendo:

A primeira etapa será referente a Execução do planejamento da primeira etapa do Concurso Público, compreendendo a revisão ortográfica e diagramação dos editais do certame, realização, processamento e acompanhamento das inscrições, alocação dos candidatos por cidade, elaboração de provas objetivas de conhecimento, elaboração das provas de redação, impressão de cadernos de provas, folhas de respostas das provas objetivas, logística para o transporte, guarda e aplicação das provas, correção e tabulação de dados;

Já a segunda etapa contará com realização da Avaliação de Capacidade Física do certame, com a participação dos candidatos aprovados e classificados nas provas intelectuais, na proporção de 3 (três) candidatos por número de vagas, por sexo e cargo, sendo incluídos todos os candidatos empatados na mesma nota de corte, compreendendo: flexão de braço no solo em 04 (quatro) apoios para os candidatos do sexo masculino, e em 06 (seis) apoios para as candidatas do sexo feminino, flexão abdominal com duração de 60 segundos, corrida de 12 (doze) minutos, teste em barra fixa, natação estilo 50 metros livre e teste de flexibilidade. As especificações de cada exercício serão definidas nos editais.

Por fim, a terceira etapa será realizada para os candidatos classificados na Prova Intelectual e considerados aptos na Avaliação de Capacidade Física serão convocados para a Avaliação Psicológica do respectivo certame, na proporção de 1,7 (um vírgula sete) candidatos por número de vagas, por sexo e cargo, sendo incluídos todos os candidatos empatados na mesma nota de corte. A Avaliação Psicológica será acompanhada pela Comissão de Psicólogos do Quadro de Oficiais da Saúde da PMTO, os quais fiscalizarão as etapas da avaliação psicológica, incluindo a fase de recursos, realizando as intervenções necessárias ao pleno cumprimento dos termos do respectivo Edital.

Provas do Concurso PM Tocantins 2017

A prova intelectual será de caráter eliminatório e classificatório, sendo uma prova objetiva e discursiva (redação. A avaliação objetiva contará com 60 (sessenta) questões, com 5 (cinco) proposições de múltipla escolha, sendo apenas uma correta, com número de questões, ponderação e pontuação. As avaliações serão realizadas em Palmas, Araguaína, Gurupi, Arraias e Araguatins. As demais etapas só acontecerão na capital.

Prova de Nível Superior – Oficial
Língua Portuguesa: 15 questões – Peso 1,0;
Matemática: 05 questões – Peso 1,0;
Atualidades e Conhecimentos Regionais: 10 questões – Peso 1,0;
Noções de Direito (Constitucional, Administrativo, Penal, Humanos e Penal Militar): 15 questões – Peso 2,0;
Noções de Informática: 05 questões – Peso 1,0;
Normas Pertinentes à PMTO: 10 questões – Peso 1,0; e
Redação

Prova de Nível Médio – Soldado
Língua Portuguesa: 20 questões – Peso 2,0;
Raciocínio Lógico: 05 questões – Peso 1,0;
Atualidades e Conhecimentos Regionais: 10 questões – Peso 1,0;
Noções de Direito (Constitucional, Administrativo, Penal, Humanos e Penal Militar): 10 questões – Peso 1,0;
Noções de Informática: 05 questões – Peso 1,0;
Normas Pertinentes à PMTO: 10 questões – Peso 1,0; e
Redação

Último Concurso PM/TO

O último concurso da PM/Tocantins foi realizado em 2013, quando contou sob organização da empresa Consulplan e oferta de nada menos que 300 vagas, sendo 270 para candidatos do sexo masculino e 30 para o sexo feminino. O certame exigiu o nível médio completo.

Os salários chegaram a R$ 3.057,77, além do auxílio-alimentação. Os inscritos foram avaliados por prova objetiva e discursiva, exame de capacidade física, avaliação psicológica, exames médicos e odontológicos, investigação social e curso de formação.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Agrotins 2020 100% Digital rompe barreiras e se torna marca forte no cenário nacional

Publicado

em

A Feira Agrotecnológica do Tocantins – Agrotins 2020 100% Digital encerrou sua programação ao vivo na noite desta sexta-feira, 29, deixando a certeza de que cada vez mais a tecnologia se fará presente na vida dos produtores agropecuários no que diz respeito às novas formas de aquisição de maquinários e insumos e a comercialização de seus produtos.

Na live de encerramento que contou com a participação de todos apresentadores da Feira: Glês Nascimento, Cristiano Machado, Leide Teófilo e Maria Emília Duarte, os secretários de Agricultura, Pecuária e Aquicultura, César Halum, e de Comunicação, Élcio Mendes, falaram da satisfação do dever cumprido e do alcance que a Feira teve país afora.

“Hoje é o encerramento da programação ao vivo, mas o conteúdo continua disponível na plataforma até dia 26 de junho, quem não assistiu, ainda tem oportunidade de acessar o conteúdo. A gente vê nas pessoas a felicidade de participar de um trabalho inovador. Fizemos o que fazíamos sempre na feira presencial, difusão de tecnologia para melhorar a tecnificação da nossa agricultura e pecuária. A outra parte é a comercial, venda de máquinas, veículos utilitários, insumos e serviços”, destacou o secretário de Agricultura, César Halum.

O secretário César Halum explicou o porquê de realizar a Feira ainda no mês de maio. “Todo  mundo sabe que se a safra foi boa, o produtor tem que plantar mais na próxima, e vai precisar de maquinário novo, mais insumos. Então, transferir a feira para o segundo semestre dificultaria a vida do produtor que precisa planejar a sua produção”, explicou.

Quanto aos resultados comerciais, o secretário César Halum afirmou que como nas edições presenciais, o balanço deve ser divulgado daqui a 15 dias. “Números mais detalhados só daqui uns dias, mas algumas instituições financeiras já nos procuraram, dizendo que no segundo dia atingiram o montante comercializado em 2019. Ou seja, certamente vamos ultrapassar os valores de 2019, que foram mais de R$ 2,5 bilhões”, ressaltou.

O secretário César Halum agradeceu as parcerias com as universidades, com a Empresa  Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), cooperativas, montadoras de máquinas agrícolas, entre outros. “Promovemos acessibilidade a muita gente que não tinha a oportunidade de vir. Por isso, o agradecimento aos parceiros que se envolveram, a toda equipe que trabalhou e ao governador Mauro Carlesse que não mediu esforços na realização da Agrotins 2020 100% Digital. Mostramos ao Brasil e ao mundo que é possível a economia caminhar mesmo em tempos de pandemia”, finalizou.

Acessos e repercussão

De acordo com os organizadores, a Agrotins 2020 100% Digital obteve até às 18 horas desta sexta-feira, 29, mais de 400 mil visualizações no site oficial da feira, com acessos oriundos de todos os 26 estados e no Distrito Federal (DF), e ainda em 46 países, nos seis continentes, incluindo as potências: Estados Unidos e China.

Mais de quatro mil pessoas se inscreveram para participar das 179 palestras realizadas pela Feira, com direito a certificado. A Feira contou ainda com mais de 250 expositores de vários segmentos do agronegócio.

A campanha nas redes sociais foi essencial para a divulgação da Agrotins 2020 100% Digital. Desde o início da divulgação, que começou nos primeiros dias do mês de maio, o número de impressões somam aproximadamente 8,5 milhões. Impressões são a quantidade de vezes que conteúdos ligados a Agrotins foram exibidos em telas de celulares e computadores mundo afora, sendo então uma das principais ferramentas para atração do público para a plataforma.

“Foi um trabalho de altíssima qualidade que todos fizeram e já estamos colhendo resultados. A gente espera que a Feira volte a ser presencial, mas o formato digital continuará presente. Sonhamos e realizamos com o apoio incondicional do governador Mauro Carlesse”, ressaltou o secretário de Comunicação, Élcio Mendes.

A repercussão na mídia nacional e os acessos fora do país também foram destacados pelo secretário Élcio Mendes. “A Agrotins 2020 100% Digital rompeu barreiras, quebrou paradigmas, saiu na frente e é um marco histórico para comunicação do Tocantins e para as feiras de tecnologia do país. Pessoas dos Estados Unidos e da China, que é o maior parceiro comercial do Tocantins, acessaram a plataforma, e com o apoio da imprensa local, repercussão na imprensa nacional e sites especializados em agronegócio, a Agrotins passa a ser uma marca forte em todo o país”, destacou. (Vania Machado/Foto: Wilson Rodrigues)

Continue lendo

Tocantins

Saúde emite nota técnica sobre testes rápidos da Covid-19 em farmácias no Tocantins

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) por meio da Diretoria de Vigilância Sanitária (Visa) e do Laboratório Central de Saúde Pública do Tocantins (Lacen-TO) emitiu nesta semana, nota técnica sobre a comercialização e realização de testes rápidos para detecção do novo Coronavírus (Covid-19), nas farmácias do Tocantins.

O documento leva em consideração a legislação vigente no que diz respeito às medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus, responsável pelo surto de 2019, bem como a Nota técnica nº 97/2020, de 28 de abril de 2020, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a qual dispões sobre orientação para utilização de testes rápidos para a Covid-19 em farmácias privadas durante o período de pandemia.

Segundo o diretor da Visa, Evesson Farias de Oliveira, “foi feita análise de toda legislação vigente e então emitimos esta Nota Técnica com esclarecimentos pertinente ao tema, para que os estabelecimentos tocantinenses tenham informações uniformizadas e assim a população tenha mais segurança no serviço a ser prestado”, declara.

Entre os esclarecimentos pela Visa estão as observações sobre a competência dos testes como auxiliar no diagnóstico; a necessidade do registro na Anvisa; a necessidade de licença sanitária e autorização para funcionamento das farmácias; possuir área privativa para a realização dos testes; ter farmacêutico treinado responsável por atender o solicitante do teste; garantir registro e rastreabilidade dos resultados e notificar pelo Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária (Notivisa), em até cinco dias de seu conhecimento a ocorrência de queixas técnicas associadas aos Testes Laboratoriais Remotos (TLR).

Ainda de acordo com Evesson Farias de Oliveira, “os estabelecimentos interessados em realizar teste rápido deve estar cadastrado junto à Vigilância Sanitária Municipal e as farmácias de manipulação junto à Vigilância Sanitária Estadual, órgãos competentes para realizar inspeção e verificar se a empresa está apta à utilização destas atividades”, pontuou.

Clique AQUI para ler a Nota Técnica

(Aldenes Lima/Foto: Nielcem Fernandes)

Continue lendo

Tocantins

Tocantins chega nesta sexta dia 29 a 70 mortes e 1.129 pacientes com Covid-19 recuperados

Publicado

em

A atualização do Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde do Estado (SES), divulgado no começa da tarde desta sexta, 29, mostra que no Tocantins, até este momento são 3.611 pessoas que contraíram a Covid-19.

O total de curados é 1.129 pacientes, representando 31,2% do total. 70 pacientes foram a óbito. O índice de letalidade da doença no Tocantins sé de 1,9%.

Araguaína segue liderando os casos por municípios, com 1.517. Palmas vem em seguida com 532 e Xambioá em terceiro com 128.

Continue lendo
publicidade