12916856_115643888835204_2210180508831240891_o

Começou o período de renovação de matrículas nas escolas estaduais do Tocantins. Segundo a Secretaria Estadual da Educação, das 515 escolas estaduais, 400 unidades estão aptas a iniciar o processo. A matrícula nas outras unidades, que foram afetadas pela greve da educação, só começará no ano que vem. A partir de 2017, as escolas passarão por algumas mudanças. Uma delas é que as salas de aula terão um número de alunos reduzido.

A rede atenderá cerca de 180 mil alunos, que serão matriculados por meio do Sistema de Gerenciamento Escolar (SGE), disponível no site da Seduc. Para dar suporte aos interessados, a secretaria disponibilizou o telefone 0800-635050, que funcionará das 8 às 20 horas.

Segundo a secretária da educação, Wanessa Sechim, as escolas que não tiveram aula nos últimos três meses por causa da greve, poderão elaborar um calendário de matrículas diferenciado.

Uma das novidades anunciadas é com relação ao número de alunos por turma, que será reduzido, seguindo as metas do Plano Estadual de Educação. No ensino fundamental, as turmas do 1º ao 3º ano, que tinham até 30 alunos, passarão a ter no máximo 25.

No 4º e no 5º ano, o máximo de estudantes matriculados, que era 35, será até 30. Do 6º ao 9º ano, que permitia até 38 alunos por sala, o número máximo de educandos será 35. O objetivo, segundo a secretaria, é contribuir com a aprendizagem dos alunos.

Outra novidade é que os estudantes da rede terão prioridade caso queiram mudar de escola. Para isso, devem comunicar à secretaria da escola o interesse da transferência.
Segundo a Secretaria da Educação, os alunos que concluírem o ano numa escola que não disponibilize a continuidade do ciclo de ensino será transferido automaticamente para outra unidade.

Se o estudante não concordar, terá que preencher um termo de desistência na escola onde tenha sido matriculado e passará a ser considerado um aluno novato. Os estudantes novatos deverão solicitar suas vagas de matrículas por meio de cadastro no site da Seduc no período de 9 a 13 de janeiro.

Documentos necessários

Segundo a secretaria, após a solicitação de vaga, o aluno deve comparecer à unidade escolar informada com o número do protocolo para efetivar a matrícula.

São necessários para realizar a matrícula: certidão de nascimento ou casamento; histórico escolar ou declaração (válida por 30 dias) nos casos de transferência; comprovante do serviço militar para alunos do sexo masculino entre 19 a 45 anos (exceto aos alunos indígenas); carteira de identidade e CPF (obrigatório para o ensino médio em todas as modalidades); cópia atualizada do comprovante de endereço e uma foto 3 x 4 recente. (G1)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.