Connect with us

Maranhão

São Luís ganhará sinalização turística

Publicado

em

O Ministério do Turismo divulga nesta terça-feira, 23, a destinação de R$ 19 milhões reservados para a implantação de sinalização turística em 34 destinos históricos de 17 estados de todas as regiões brasileiras. O objetivo é tornar a comunicação dos destinos adequada aos padrões internacionais. São Luís, no Maranhão, é uma das cidades contempladas no programa.

De acordo com o ministro Gastão Vieira, a sinalização turística bem trabalhada garante conforto, segurança e permite a mobilidade adequada do visitante. “A sinalização turística é fundamental para o turismo. Ela destaca e reforça a identidade do local, ampliando os ganhos do destino com a visitação”, diz o ministro. O PAC das Cidades Históricas é um programa intergovernamental coordenado pelo Ministério da Cultura.

Os recursos atendem à necessidade de melhorar o nível de informação prestada ao turista nacional e internacional. A sinalização turística ficou entre os itens com as menores avaliações positivas, de acordo com pesquisas realizadas pelo Ministério do Turismo durante a Copa das Confederações. No ano passado, o MTur destinou R$ 38,5 milhões para equipar as cidades-sede da Copa do Mundo de 2014 com sinalização turística.

Na divisão dos recursos para sinalização turística, a região Nordeste receberá R$ 7,3 milhões para investimento em 13 cidades históricas. Na lista de beneficiários, além de São Luís, estão destinos que recebem grandes fluxos de turistas como Fernando de Noronha (PE), Itaparica (BA), Penedo (AL), Parnaíba (PI), Aracati (CE), João Pessoa (PB) e São Cristóvão (SE).

No Sudeste, localidades de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro recebem um total R$ 5,5 milhões. Será implantada sinalização turística, por exemplo, nas principais cidades históricas de Minas, como Congonhas, Diamantina, Mariana, Ouro Preto, Sabará, São João Del Rei e Serro. Importante destino turístico de São Paulo, São Luiz do Paraitinga, bastante afetada com as enchentes de 2010, também foi contemplada no pacote do MTur.

Com ruínas tombadas pela Unesco como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade, São Miguel das Missões (RS) está no rol das cidades do sul do país que receberá recursos para sinalização turística. A região Sul terá um total de R$ 3,15 milhões para intervenções também em Pelotas e Jaguarão (Rio Grande do Sul); em Florianópolis e Laguna (Santa Catarina) e Antonina (Paraná).

Para cidades da região Centro-Oeste, foram destinados cerca de R$ 2 milhões, beneficiando Corumbá (MS) e cidade de Goiás e Goiânia, no estado de Goiás. A região Norte terá R$ 1 milhão em investimento para sinalização turística em Belém (PA).

Pesquisa

A sinalização turística nos destinos nacionais foi considerada ruim para 20,4% dos brasileiros que viajaram em 2011, segundo pesquisa de demanda doméstica do Ministério do Turismo. Em uma lista com 13 itens, só esteve à frente de infraestrutura urbana, limpeza, rodovias, segurança e preços de serviços. Na opinião do turista estrangeiro, a sinalização ficou entre os itens de infraestrutura turística e serviços com menor avaliação positiva. Ficou à frente somente, nesta ordem, de aeroportos, telefonia/internet, condições das rodovias e preços, numa lista com 16 itens.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

IMPERATRIZ: “Quem mais quer a verdade dos fatos sou eu mesmo”, diz Assis sobre operação da PF

Publicado

em

Continue lendo

Maranhão

Prefeitura no interior do Maranhão é suspeita de simular compra e venda de testes rápidos para Covid

Publicado

em

A Polícia Federal, com o apoio da Controladoria-Geral da União, deflagrou nesta terça, 2, nas cidades de Teresina-PI e Pinheiro-MA, a Operação Estoque Zero. A finalidade da ação é desarticular grupo criminoso estruturado para promover fraudes licitatórias e irregularidades contratuais, no âmbito do Município de Pinheiro/MA, envolvendo recursos públicos federais que seriam utilizados no combate à pandemia da COVID-19.

A Polícia Federal cumpriu 5 Mandados de Busca e Apreensão, 4 Mandados de Constrição Patrimonial e 1 Mandado de Suspensão do Exercício de Função Pública. Ao todo 30 policiais federais cumpriram as determinações judiciais expedidas pela 1ª Vara Federal de São Luís/MA, que decorreram de uma representação elaborada pela Polícia Federal.

A investigação se concentra em processo da Secretaria Municipal de Saúde e Saneamento de Pinheiro/MA, instruído para a aquisição de 6.000 testes rápidos para o diagnóstico da COVID-19, no valor total de R$ 960 mil. Os elementos colhidos pela equipe policial revelaram que funcionários da Secretaria de Saúde e Saneamento de Pinheiro/MA, em conluio com empresários de Teresina/PI, simularam a compra e venda de testes rápidos, por meio da contratação de empresa de fachada que não forneceu o objeto pactuado.

Se confirmadas as suspeitas, os investigados poderão responder por fraude à licitação (Art. 96, inciso I, Lei 8.666/93), peculato (Art. 312, Código Penal), lavagem de capitais (Art. 1º, caput, Lei 9.613/84) e associação criminosa (Art. 288, Código Penal).

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Esquema suspeito na Saúde teria usado empresa “laranja” para comprar refeições

Publicado

em

Nesta quarta, 3, a Polícia Federal começou a desmontar na Prefeitura de Imperatriz, na região Tocantina, no estado do Maranhão, um suposto esquema de corrupção na Secretaria Municipal de Saúde, comandada pela secretária, Mariana Jales, que investiga a contratação de uma empresa de fachada em nome de “laranjas” para fornecer refeições para o Centro Municipal de Tratamento de Covid-19.

No curso das investigações, a Polícia Federal identificou diversos indícios de fraudes em processos de dispensa de licitação que culminou com a contratação de empresas de fachadas, integradas por sócios ‘laranjas’, que foram beneficiados com contrato.

Estão sendo cumpridos, sete mandados de busca e apreensão na sede da Secretaria de Saúde de Imperatriz, em uma residência e em outros locais.

Continue lendo
publicidade Bronze