Connect with us

Bico do Papagaio

SÃO MIGUEL: Defensoria levou atendimento jurídico gratuito a moradores

Publicado

em

Sem sede própria na cidade, a Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO), por meio da Diretoria Regional de Tocantinópolis, levou para São Miguel, no Bico do Papagaio, o projeto “Defensoria Itinerante”. Na última sexta-feira, 11, uma equipe da Regional de Tocantinópolis prestou atendimento jurídico gratuito aos cidadãos hipossuficientes. A ação aconteceu no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) no setor Vila São Pedro.

Segundo o defensor público Eliel Luiz de Macedo, que atuou na Ação, o Defensoria Itinerante cumpre o objetivo da Instituição, que é o de orientação jurídica e promoção dos direitos humanos de forma integral e gratuita. “Tivemos muito trabalho, mas no final foi recompensador ver que conseguimos resolver muitos problemas dos nossos assistidos, inclusive muitos foram resolvidos de forma extrajudicial”, contou.

Conforme Eliel Macedo, o sucesso do projeto é resultado dos esforços entre membro, servidores e estagiários da regional, possibilitando um número grande de pessoas não só fosse atendido, mas ter seus problemas resolvidos em apenas um dia. “Acredito que a população também tenha ficado muito satisfeita, motivo pelo qual essa forma de trabalho deverá ser repetida oportunamente”, enfatizou.

O Projeto

A DPE-TO vem realizando desde 2009 atendimentos sócio-jurídicos itinerantes nos municípios tocantinenses mais carentes e isolados, onde não tem sede. Atualmente, a Instituição tem unidades em 42 municípios.

O projeto tem o objetivo de levar o acesso à justiça, integral e gratuito e de qualidade às pessoas que residem em locais de difícil acesso as quais, mesmo quando cientes da violação de seus direitos, não têm condições financeiras para se deslocarem a municípios que possuem Unidades da Defensoria Pública.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadob[email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

ANANÁS: Polícia indicia suspeito de matar homem bêbado em bar com golpes na cabeça

Publicado

em

A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da 18ª Delegacia de Ananás, concluiu nesta quinta-feira, 26, o inquérito policial instaurado para apurar as causas da morte de Antônio Marcos Sousa Coelho, de 34 anos, de idade, fato ocorrido na tarde do dia 17 de março de 2019, em um bar no centro daquela cidade.

De acordo com o delegado-chefe da 18ª DP, Teofábio Siqueira Siqueira, no decorrer das investigações realizadas pelas equipes daquela unidade policial, ficou comprovado que o crime foi cometido, em tese, por um indivíduo de 34 anos de idade que se aproveitou do fato de a vítima estar embriagada e desferiu golpes na cabeça com um pedaço de madeira, fato que ocasionou a morte de Antônio Marcos, no dia 27 de março, no Hospital Regional de Araguaína, dez dias após ter sido atacado pelas costas.

Ainda de acordo com a autoridade policial, com o encerramento das investigações e o indiciamento do principal suspeito, que se encontra foragido, desde a época dos fatos, o inquérito foi remetido ao Poder Judiciário e ao Ministério para a realização das providências legais cabíveis.

O crime

Na tarde do dia 17 de março de 2019, por volta das 9h, o suposto autor, juntamente com alguns amigos estava em um bar no centro de Ananás, onde ingeria bebidas alcoólicas. Por volta das 12h, a vítima chegou ao local e se juntou ao suspeito e seus companheiros. Algum tempo depois, a vítima, já bastante alterada, se levantou para ir embora, quando foi chamada pelo autor para conversar nos fundo do bar.

Nesse momento, conforme apontaram as investigações da Polícia Civil, o suspeito se armou com um pedaço de madeira com pregos e desferiu golpes nas costas e na cabeça de Antônio Marcos, que caiu desacordado. Ainda de acordo com a Polícia Civil, as agressões só cessaram porque o autor foi impedido por populares. Logo após os fatos, a vítima foi socorrida e encaminhada ao Hospital Municipal de Ananás, mas devido à gravidade dos ferimentos foi levada para o Hospital Regional de Araguaína, onde veio a falecer dez dias depois. O principal suspeito encontra-se foragido. (Rogério de Oliveira)

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Fiscais da Adapec participam de treinamento

Publicado

em

Fiscais da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) que atuam, nesta semana, nas barreiras fixas e volantes da regional do órgão de Araguatins, participam de um treinamento sobre nivelamento de trânsito de produtos vegetais.

De acordo com inspetor de defesa agropecuária, Grin Miranda Costa, o objetivo do treinamento é melhorar a atuação dos fiscais na área vegetal, bem como a padronização dos procedimentos realizados na fiscalização do trânsito vegetal em todo o Tocantins.

“Esse treinamento vem ocorrendo mensalmente, nas principais barreiras fixas do Estado. Nele, acompanhamos, na prática, o dia a dia dos fiscais na barreira, onde são feitas as orientações pertinentes ao trânsito vegetal”, explicou Grin Miranda.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas no Bairro Vila Cidinha é preso

Publicado

em

A Polícia Militar prendeu nessa quarta, 25, um homem de 20 anos, suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas no Bairro Vila Cidinha, em Araguatins, no Bico do Papagaio. Em poder do indivíduo que já possui passagem pela polícia por tráfico de entorpecentes, a PM apreendeu diversas porções de substâncias análogas à maconha, pedra de crack e embalagens para a venda da droga.

A prisão foi feita pela equipe de Força Tática do 9º Batalhão da PM (9º BPM) durante a realização de patrulhamento naquele local. Os policiais se deparam com o autor e resolveram abordar o indivíduo. Parte da maconha foi localizada em poder do suspeito, o restante do entorpecente foi apreendido em uma residência indicada pelo acusado. A droga estava escondida no interior de um cesto de roupas.

Ao todo os policiais apreenderam quase 70 gramas de maconha, 20 gramas de crack e nove embalagens que seriam utilizadas para a comercialização dos entorpecentes. O autor e a proprietária da casa, 28 anos, onde a droga estava escondida, foram juntamente com os objetos conduzidos à Delegacia de Polícia para as demais medidas a serem tomadas.

Continue lendo
publicidade Bronze