- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quinta-feira, 18 / agosto / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img

Seagro se articula para resolver impasse da Asa Alimentos

Mais Lidas

imgA Seagro – Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento articulou uma reunião com instituições do governo do Estado e agentes financeiros com o intuito de criar uma força-tarefa para resolver o impasse envolvendo a empresa Asa Alimentos. O encontro aconteceu na manhã desta sexta, 16, no gabinete da Seagro. O empreendimento alega que está impossibilitado de aumentar em 80% o número de abates, por causa da negativa em financiamentos para construção de galpões.

A superintendente do Banco da Amazônia, Marisa Maracaípe, informou que a decisão final é tomada em Belém (PA). E, no que diz respeito aos empréstimos para a Asa Alimentos, o Banco ainda está analisando o caso, não existindo até o momento nenhuma novidade sobre o assunto. Marisa Maracaípe também acrescentou que a crise vivenciada nos últimos meses afetou consideravelmente a avicultura no Tocantins, dificultando novos financiamentos.

O Secretário de Agricultura complementou que o Bico do Papagaio, local que concentra uma das empresas do grupo Asa Alimentos, ainda é uma das regiões economicamente mais pobres do Tocantins. “Não podemos permitir que um dos únicos empreendimentos de grande porte na região diminua o passo. É importante a educação ambiental e a assistência técnica para ajudar os produtores perceberem as vantagens desse investimento.”, reforça. Sahium também destacou que os agricultores familiares podem aumentar os rendimentos por consorciar a avicultura com a fruticultura, por aproveitar o esterco de frango no cultivo de banana.

Participaram da reunião, o subsecretário da Agricultura, Humberto Viana Camêlo; a superintendente do Banco da Amazônia, Marisa Maracaípe, a diretora de Produção Animal da Seagro, Érika Jardim; o coordenador de Agricultura Familiar da Seagro, Gilmar Severino; o assessor de Gabinete da Seagro, Corombert Leão; os diretores de Biodiversidade e de Licenciamento Ambiental do Naturatins, Antônio Santiago e Carlos Danger, respectivamente; o analista do Banco do Brasil, Luiz Inácio Macedo e o coordenador do Ruraltins, Agnelo Nery.(Aline de Sousa Brito)

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias