Connect with us

Bico do Papagaio

Seduc lança cursos de formação continuada para educadores das redes municipais

Publicado

em

O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) lançou na manhã desta quarta-feira, 15, em reunião on-line, os Cursos de Formação Continuada direcionados a profissionais do magistério das redes municipais de ensino, em regime de colaboração com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

A pauta refere-se à concretização do plano de fortalecimento das ações colaborativas em prol da educação pública no Tocantins, com a oferta de formação continuada a professores e a gestores escolares das redes municipais de ensino. Participaram da reunião a titular da Seduc, Adriana Aguiar; o presidente do diretório estadual da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime/TO), Wesley Lopes Fonseca; e a professora da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Rosilene Lagares, como palestrante.

Para Adriana Aguiar, a educação deve ser observada como um todo. “Temos na secretaria uma gerência voltada especificamente para formação continuada, que está sendo colocada à disposição dos municípios para tratar desse assunto e ainda a gerência de Tecnologias e Mídias Educacionais, que também estará disponível para apoiar os municípios. Temos em comum, tanto na rede estadual de ensino como nas redes municipais, profissionais que são proativos e comunicativos. Assim, mesmo em período de isolamento, é possível discutir as práticas pedagógicas que melhor se adaptem com a realidade de cada situação”, ponderou.

Wesley Lopes Fonseca, presidente da Undime no Tocantins, destacou a importância da cooperação. “É um momento histórico para a educação do Estado como um todo. Ação grandiosa esse regime de colaboração do Tocantins com os municípios para o fortalecimento da educação. A Undime recebe com satisfação essa atitude da Secretaria da Educação e reforço aos dirigentes municipais de educação que motivem os professores a participarem dos cursos ofertados”, destacou.

Cursos e inscrições

Ao todo, estão sendo ofertados cinco cursos com 60 horas cada. São 12 mil vagas proporcionadas aos professores dos municípios que queiram participar. Os professores devem realizar o autocastro na plataforma, entre os dias 15 e 22 de julho. Já as matrículas devem ser feitas, entre os dias 22 e 29 de julho.

Para se inscrever os interessados devem acessar o link disponível na página de formação da Seduc. Ao entrar no ambiente virtual, os educadores devem clicar em Nova Conta e preencher os dados solicitados para criar uma senha. Passada essa etapa, deve-se preencher os demais campos obrigatórios e cadastrar novo usuário. Também está disponível na página as orientações gerais para os cursistas e um tutorial de como realizar o cadastro no Moodle.

Estão sendo ofertados os seguintes cursos: Gestão Escolar: (re)fazer a partir do Documento Curricular do Tocantins (DCT)/ Base Nacional Comum Curricular (BNCC) – 1.000 vagas; Educação Básica: (re)pensando o currículo a partir do Documento Curricular do Tocantins (DCT)/ Base Nacional Comum Curricular (BNCC) – Ensino Fundamental I (EFI) – 2.000 vagas; Educação Básica: (re) pensando o currículo a partir do Documento Curricular do Tocantins (DCT)/ Base Nacional Comum Curricular (BNCC) – Ensino Fundamental II (EFII) – 1.000 vagas; Recursos Educacionais Digitais no trabalho escolar – 3.000 vagas; Educação Infantil: organização e currículo a partir da BNCC/DCT – 5.000 vagas.

Apoio às redes e sistemas de ensino

Durante a reunião, foram discutidas, ainda, estratégias de fortalecimento e apoio quanto à institucionalização das redes e sistemas de ensino. O objetivo é esclarecer sobre as diferentes atribuições institucionais e as ações para o fortalecimento do ensino e da aprendizagem. “Hoje, existem dúvidas sobre o que são e quais as diferenças entre redes e sistemas de ensino. Por isso precisamos auxiliar os municípios no sentido de identificar atribuições e traçar estratégias colaborativas dentro de seu contexto”, completou Odaléa Barbosa de Sousa Sarmento, assessora de Apoio aos Municípios da Seduc.

Rosilene Lagares, professora da Universidade Federal do Tocantins, proferiu uma palestra na qual discorreu sobre o sistema de Educação do Tocantins desde o ano de 1994 até os dias atuais. Para a doutora em Educação, que é pesquisadora em gestão de educação, o regime de colaboração deve envolver as esferas municipais, estaduais e federal, além dos profissionais de educação. “No Estado do Tocantins, esse envolvimento tem ocorrido de forma contextualizada em contextos específicos com possibilidades de superação que esses contextos exigem. Outro ponto importante a ser considerado no Tocantins é a formação dos profissionais de educação, que é construída pelos profissionais do quadro da Seduc, isso é fundamental. É um processo que reconhece e valoriza os profissionais do Tocantins”, pontuou.

Municipalismo

Cabe destacar que, na atual gestão da Seduc, o municipalismo ganhou maior destaque com a Gerência de Apoio aos Municípios, agora ligada diretamente ao gabinete da secretária. Além disso, como forma de assessorar as políticas públicas para a educação infantil, foi criada, no organograma da Seduc, uma Unidade Técnica Executiva (UTE) para esta área.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: Faltando dois dias para fim do prazo de registro, apenas Salomão fez pedido. Veja Plano de Governo

Publicado

em

Até as 16h, desta quinta, dia 24, apenas Salomão Barros (SD), apresentou junto a Justiça Eleitoral, seu pedido de registro de candidatura a prefeito, disponível no Sistema de Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais do Tribunal Superior eleitoral (TSE).

Este ano em Tocantinópolis, apenas dois nomes foram aprovados em Convenção para disputar o pleito. Além de Salomão, o atual prefeito Paulo Gomes (PSD), vai buscar o segundo mandato.

Para vereador, até o início da tarde desta quinta, haviam 13 nomes do PSC e 7 do SD, totalizando 20 pedidos de registro.

O prazo para os partidos e coligações apresentarem o requerimento de registro de candidatos e chapas à Justiça Eleitoral termina no sábado, 26.

Conheça o Plano de Governo apresentado por Salomão Barros, junto a Justiça, clicando AQUI.

Continue lendo

Bico do Papagaio

RIACHINHO: TJ mantém condenação de Valdir Chaves que deve ficar inelegível

Publicado

em

O Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO) negou um recurso de apelação e manteve condenação criminal do ex-secretário municipal de Riachinho, Valdir Chaves de Sousa (PSD). Ele é candidato a prefeito do município com o apoio da atual gestora Diva Ribeiro de Melo.

O julgamento ocorreu no dia 15 de setembro de 2020 na 3ª Turma da 2ª Câmara Criminal, sob a presidência Maysa Vendramini Rosal, mas o acórdão só foi publicado nesta terça-feira (23).

O candidato a prefeito foi condenado com base no artigo 38-A da Lei 9.605/98 (Leis de Crimes Ambientais) pelo crime de “destruir ou danificar vegetação primária ou secundária, em estágio avançado ou médio de regeneração, do Bioma Mata Atlântica, ou utilizá-la com infringência das normas de proteção”. A pena prevista é de 01 a 03 anos de detenção, além de multa

Valdir Chaves já foi secretário de Agricultura e de Obras do Município de Riachinho. Em 2011, quando integrava a gestão do ex-prefeito Eurípedes Lourenço de Melo, chegou a ser afastado do cargo a pedido do Ministério Público do Tocantins (MPTO) por suspeita de participar de um esquema fraudulento de empréstimos consignados envolvendo o antigo Banco Matone S/A. Todos são réus nesse processo, inclusive a atual prefeita.

Com a condenação confirmada em segunda instância, Valdir Chaves pode ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa e ter o registro de candidatura negado pela Justiça Eleitoral. (AF Notícias)

Continue lendo

Bico do Papagaio

PALMEIRAS: Denúncia anônima leva até suspeito de efetuar disparo com arma de fogo

Publicado

em

Na tarde de quarta-feira, 23, por voltas das 17h, na cidade de Palmeiras do Tocantins, a Polícia Militar prendeu um homem de 59 anos, por posse ilegal de arma de fogo. Os militares chegaram até o indivíduo depois de receberem uma chamada telefônica denunciando o suspeito por ter realizado um disparo com a arma.

Os policiais saíram em diligência e localizaram a residência do suspeito, onde procederam a abordagem ao indivíduo e depois de realizar buscas no interior da casa, localizaram uma arma de fogo de fabricação caseira, tipo “por fora” escondida entre as palhas que cobrem a residência, além de invólucros contendo pólvora, espoletas e chumbo.

Diante dos fatos, o suspeito foi conduzido juntamente com todo material aprendido, e apresentado na delegacia de plantão em Tocantinópolis, onde foi autuado pelo crime.

Continue lendo
publicidade Bronze