Connect with us

Tocantins

Senadora Kátia Abreu questiona paralisação das obras do Hospital de Gurupi-TO mesmo com liberação de aditivos

Publicado

em

A senadora Kátia Abreu (PMDB/TO) questiona o fato da obra do Hospital Geral de Gurupi (HGG) permanecer paralisada mesmo com a liberação de dois aditivos este ano, conforme publicação no Diário Oficial do Estado (DOE), durante reunião com o presidente do Sindicato dos Servidores da Saúde (Sintras), Manoel Pereira de Miranda, na manhã desta segunda-feira, 2.

Consta no Diário Oficial do Estado, a liberação pela Secretaria de Estado da Saúde de dois aditivos, sendo um no valor de R$ 1 milhão e 322 mil, em 2 de fevereiro e o outro no valor de R$ 1 milhão e 237 mil, no dia 10 de maio.

Antes de oficializar à Procuradora-Geral da República e o Tribunal de Contas da União para apurar irregularidades na construção do HGG, no dia 21 de setembro, a senadora esteve com ministro da Saúde, Ricardo Barros, em 7 de março, quando solicitou à retomada das obras do hospital.

Recurso

Por meio de emendas parlamentares, a senadora destinou R$ 41 milhões para a construção do hospital. Porém, desse montante, R$ 35,3 milhões ainda estão na conta do convênio firmado entre o governo do Tocantins e a empresa vencedora da licitação, a Construtora Centro Norte LTDA – Coceno.

“As obras estão paradas por atrasos e falta de gestão, não por falta de verbas. Se não houvesse recursos, eu até aceitaria esse atraso devido ao momento atual de crise. Mas há dinheiro em conta”, explicou a senadora, que enviou um ofício à PGR e ao TCU para solicitar apuração.

Histórico

As obras do HGG foram iniciadas em setembro de 2013 com previsão de ser concluída em setembro de 2015. Devido aos sucessivos atrasos, concessão de aditivos e prorrogação de prazos, atualmente, apenas cerca de 56% da obra foi concluída. A obra está paralisada deste 1° de agosto de 2016, segundo consta no Diário Oficial do Estado, sem previsão de retorno.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

ARAGUAÍNA: Pesquisa Vetor mostra Vagner liderando com 45% seguido de Elenil com 24%

Publicado

em

Foi publicada no site www.fieto.com.br a pesquisa de intenção de votos nas eleições de 2020 para o cargo de prefeito no município de Araguaína, no norte do Tocantins, encomendada ao Instituto Vetor, pela Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO) e TV Jovem/Record Tocantins.

As entrevistas foram realizadas de 13 a 15 de outubro com intervalo de confiança de 95% e margem de erro estimada em 4,4 pontos percentuais. O registro da pesquisa foi feito no Tribunal Regional Eleitoral (TO – 03533/2020 – Prefeito).

Continue lendo

Tocantins

Carlesse participa de reunião com ministro da Saúde para anunciar Plano Nacional de Imunização contra o Coronavírus

Publicado

em

O governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, participou, na tarde desta terça-feira, 20, de uma reunião por videoconferência com governadores e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para tratar da vacinação contra o novo Coronavírus. Também participaram da reunião representantes do Instituto Butantan, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e técnicos do Ministério da Saúde.

Na ocasião, o ministro Eduardo Pazuello anunciou a aquisição de 46 milhões de doses de vacina CoronaVac, para imunização contra o novo Coronavírus. A vacina está sendo desenvolvida pelo Instituto Butantan, em parceria com a indústria farmacêutica chinesa, Sinovac Live Science.

De acordo com Eduardo Pazuello, a vacina será incluída no Plano Nacional de Imunizações (PNI) e garantiu que o medicamento vai chegar em todas as unidades da federação. As 46 milhões de doses devem ser entregues até dezembro de 2020, segundo o cronograma do Ministério da Saúde, sendo que 6 milhões serão produzidas na China e entregues em frascos unidos e, as 40 milhões restantes, estas em frascos multidoses, ficarão a cargo do Instituto Butantan. “Temos a expertise de todos os processos que envolvem esta logística, conquistada ao longo de 47 anos de Plano Nacional de Imunizações. As vacinas vão chegar aos brasileiros de todos os estados”, garantiu o ministro.

O governador Mauro Carlesse afirmou que recebeu com muita satisfação o anúncio da aquisição e da inclusão da vacina no Plano Nacional de imunizações, que vai garantir a vacinação da população no Estado. “Foi uma reunião muito importante, porque recebemos a garantia do ministro Pazuello que, além da compra das doses de vacina, ela vai chegar ao nosso Estado, por meio do Plano Nacional de Imunizações. Isso é muito importante para o nosso povo tocantinense”, comemorou o Governador.

Como a Butantan-Sinovac e a AstraZeneca-Oxford estão em etapas avançadas de produção — ambas em fase 3, a última do processo, quando são testadas em milhares de pessoas —, a previsão é de que a vacinação comece em janeiro de 2021. Mas elas ainda devem ser liberadas pela Anvisa e ter eficácia e segurança garantidas, como determina o Ministério da Saúde. De acordo com a pasta, profissionais de saúde e grupos de risco deverão ser os primeiros a receber a vacina.

Astra

Os representantes da Fiocruz informaram que a fundação deve começar, a partir de abril, a produção própria da vacina da AstraZeneca, desenvolvida junto à Universidade de Oxford (Reino Unido), e disponibilizar ao país até 165 milhões de doses ao longo do segundo semestre de 2021.

Os técnicos do Ministério da Saúde afirmaram ainda que acompanha mais de 200 estudos referentes às vacinas contra a Covid-19 e não descarta novas compras, caso haja necessidade.

Também acompanhou a reunião o secretário de Estado da Saúde do Tocantins, doutor Edgar Tollini. (Jarbas Coutinho / Foto: Esequias Araújo)

Continue lendo

Tocantins

Tocantins tem 7 novas mortes por Covid-19 oficializadas nesta terça

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta terça-feira, 20 de outubro, foram contabilizados 365 novos casos confirmados para Covid-19.

Deste total, 118 foram registrados nas últimas 24 horas e o restante por exames coletados em dias anteriores e que tiveram seus resultados liberados na data de ontem.

Desta forma, hoje o Tocantins registra um total de 224.311 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 73.065 casos confirmados da doença. Destes 59.719 pacientes estão recuperados e 12.291 estão ainda ativos (em isolamento domiciliar ou hospitalar), além de 1.055 óbitos.

Clique AQUI e veja o boletim completo.

Continue lendo
publicidade Bronze