- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sexta-feira, 20 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

Serviços e construção civil criam mais vagas no Tocantins

Mais Lidas

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) voltou a registrar um número robusto em abril, após a criação de apenas 92,6 mil postos de trabalho em março, já descontadas as demissões do período. No mês passado foram geradas 272.225 vagas de trabalho com carteira assinada, conforme dados divulgados ontem pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). No Tocantins, que em março havia sofrido a retração de mais de 500 vagas, foram criados 654 empregos celetistas, uma expansão de 0,52% em relação ao estoque de assalariados do mês anterior.

O resultado do Caged no Tocantins decorreu do crescimento do emprego principalmente no setor de serviços (642 postos) e construção civil (101). Conforme o cadastro, nos quatro primeiros meses do ano houve acréscimo de 2.396 postos de trabalho e nos últimos 12 meses o aumento foi de 9.150 vagas. No mês de abril, os setores que mais demitiram foram agropecuária (-80) e indústria de transformação (-48).

No acumulado dos primeiros quatro meses do ano, o saldo é de 880.717 novos postos formais no Brasil. A meta ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, é atingir 3 milhões de novos empregos com carteira assinada este ano. Em 2010 foram criados 2,861 milhões de novos postos formais. Lupi havia adiantado na semana passada que o número de abril seria “muito bom” e “próximo ao recorde” do mês.

Média

Como não obteve recorde, o ministro destacou que a geração de vagas em abril deste ano, de 272.225, está acima da média de 251.947, dos meses de abril dos últimos quatro anos. Conforme Lupi, não só as contratações estão crescentes como também os desligamentos. “Isso mostra que o mercado está aquecido. O mercado não está só contratando, está demitindo muito. A rotatividade é muito alta”, observou. Em abril, foram contratadas 1.774.378 pessoas e desligadas 1.502.153.

A expectativa de Lupi é a de que a construção civil, com as obras públicas e os eventos ligados a jogos, além da construção residencial e o fim do período de chuvas, sejam os destaques do ano.

O setor de serviços apresentou saldo líquido de emprego (contratações já descontadas as demissões) de 114.434 postos formais no mês passado. O resultado, segundo Lupi, é recorde para o mês de abril. “Sem dúvida, o setor de serviços é o que mais emprega no País”, comentou o ministro.

Recorde

Apesar do aumento do emprego formal (272.225 vagas), o número não é recorde para o mês. Isso ocorreu em abril do ano passado, quando o saldo de vagas líquidas foi de 349 mil. (Jornal do Tocantins)

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias