Mais equipes próprias em campo e agências de atendimento renovadas para os clientes da Energisa em municípios do Bico do Papagaio. A iniciativa dará mais conforto para os clientes, pois proporcionará melhorias na estrutura física das agências de atendimento e ainda maior rapidez na solução de ocorrências com a rede elétrica e serviços, como falta de energia e novas ligações.

Os consumidores da Energisa nos municípios de Araguatins, Xambioá, Itaguatins, Darcinópolis, Luzinópolis, Axixá e Sítio Novo já possuem ponto de atendimento e a partir do próximo mês de agosto, seguindo um cronograma, passam a contar com equipes operacionais na localidade. “Nessas cidades teremos agências renovadas, com mais conforto, e no mesmo prédio contaremos com o ponto de apoio para as equipes de campo, eletricistas e técnicos que atuam diretamente na rede de energia. Tudo em novo endereço”, explica Rafael da Silva Guida, supervisor de Atendimento da Energisa.

Canais

Além das agências de atendimento presencial, a Energisa oferece para os seus clientes os canais 24 horas: aplicativo de celular Energisa On, site (www.energisa.com.br), e call center 0800 721 3330. O aplicativo pode ser baixado gratuitamente nas lojas virtuais. Nele, o cliente pode solicitar serviços como segunda via, informar leitura rural, falta de energia e acompanhar solicitação de serviços.

Cronograma de abertura das novas agências no Bico do Papagaio:

Xambioá – A partir de 6/8 na Rua José Ludovico, n° 58, Centro.

Itaguatins – A partir de 9/8 na Rua Ataliba Costa, n° 111, Centro.

Darcinópolis – A partir de 13/8 na Rua 1° de Maio, S/N, Setor Bela Vista.

Araguatins – A partir de 20/8 na Rua Alvares de Azevedo, S/N, Centro.

Luzinópolis – A partir de 20/8 na Rua Santo Antônio, S/N, Centro.

Axixá – A partir de 27/8 na Rua 13 de Maio com a rua 26 de Setembro, S/N, Centro.

Sítio Novo – A partir de 27/8 na Rua Leonino de Ramos Caiado TO – 201, S/N, Centro.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.