Connect with us

Pará

Simão Jatene se reúne com prefeitos da região de Carajás

Publicado

em

Simão Jatene anunciou que o governo espera uma operação de crédito pra anunciar o asfaltamento da rodovia PA-477, que atende os municípios da região

Simão Jatene anunciou que o governo espera uma operação de crédito pra anunciar o asfaltamento da rodovia PA-477, que atende os municípios da região

Em mais um encontro “Pará do Futuro”, o governador Simão Jatene, o vice-governador Helenilson Pontes e secretários de Estado se reuniram nesta segunda-feira (12) com sete prefeitos da região de integração de Carajás, dos municípios de Brejo Grande do Araguaia, Bom Jesus do Tocantins, Palestina do Pará, Marabá, São Domingos do Araguaia, São Geraldo do Araguaia e São João do Araguaia.

O diálogo com os prefeitos ocorreu no salão da igreja Assembleia de Deus, na Nova Marabá. A reunião fez parte do pacto “Trabalhando juntos pelo desenvolvimento do Pará”, que prevê o diálogo com todos os prefeitos eleitos e reeleitos das regiões de integração do Estado. Os encontros, que começaram em novembro de 2012, já contemplaram os municípios que integram as regiões Guamá, Tocantins, Caeté, Rio Capim e Marajó. Nas reuniões anteriores, foram anunciados investimentos, parcerias e estratégias para a solução de problemas que atingem os municípios.

O prefeito de São Domingos do Araguaia, Pedro Paraná, falou sobre a importância do encontro do governador com os prefeitos das diversas regiões

O prefeito de São Domingos do Araguaia, Pedro Paraná, falou sobre a importância do encontro do governador com os prefeitos das diversas regiões

O governador falou da importância de reunião, que discute com os prefeitos da região o desenvolvimento por meio de obras, serviços e parcerias. Jatene também anunciou que o governo espera uma operação de crédito pra anunciar o asfaltamento da rodovia PA-477, que atende os municípios de São Geraldo do Araguaia, Piçarra e Xinguara. Ele também falou sobre os investimentos que estão sendo feitos na região, como a construção de doze escolas e R$ 600 milhões aplicados em rodovias. Só em Marabá, mais de R$ 200 milhões vão para obras de tratamento de água e esgotamento sanitário.

O prefeito de Marabá, João Salame, agradeceu ao governo pela iluminação do trecho urbano da rodovia Transamazônica, a ampliação da unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Regional e a implantação do curso de medicina no município. O gestor falou das dificuldades para administrar o município e pediu apoio em obras que estão sendo executadas pela prefeitura nas áreas de saúde, educação e infraestrutura. Salame também solicitou apoio para a conclusão do estádio municipal e nas obras de drenagem e pavimentação asfáltica no município.

Os outros seis gestores municipais também pediram apoio em obras como a feira do produtor, o programa Asfalto na Cidade, patrulhas mecanizadas e saúde. O governador se mostrou confiante em poder contar com a parceria das prefeituras para as obras e pediu empenho aos secretários para atender às solicitações. Simão Jatene também reforçou a transformação do hospital municipal de Parauapebas em hospital regional, que vai ajudar a região em casos de alta e média complexidade.

O prefeito de São Domingos do Araguaia, Pedro Paraná, falou da importância da reunião e disse que é muito importante o governador se reunir com os prefeitos. “É importante o governador se reunir e ver nossas necessidades. Essa reunião deveria ocorrer todos os anos”, disse.

Participaram da reunião os prefeitos João Salame (Marabá), Marcos Baxim (Brejo Grande do Araguaia), Adeuvaldo Souza (Palestina do Araguaia), Pedro Paraná (São Domingos do Araguaia), Jorge Alencar (São Geraldo do Araguaia) e João Neto (São João do Araguaia). O secretario de finanças de Bom Jesus do Tocantins, João Rocha, representou o município.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

SÃO DOMINGOS DO ARAGUAIA: Colisão entre caminhão e carreta deixa homem carbonizado na Transamazônica

Publicado

em

Um grave acidente entre caminhão baú e uma carreta foi registrada nesta segunda-feira (18), na rodovia Transamazônica (BR-230), em São Domingos do Araguaia, sudeste do Pará. Uma pessoa ficou presa nas ferragens e outra morreu carbonizada.

A carreta ultrapassou o corrimão de proteção e o condutor ficou preso nas ferragens. Ele foi retirado com vida e encaminhado para o Hospital Regional de Marabá.

O caminhão baú entrou em combustão e um dos passageiros teve o corpo carbonizado e morreu no local. O motorista do caminhão sofreu ferimentos leves e foi conduzido pelo SAMU a uma unidade de saúde da região.

Continue lendo

Pará

Vacinação contra Covid-19 começa no Pará

Publicado

em

A enfermeira Shirley Cuimar Cruz Maia de 39 anos foi a primeira paraense vacinada contra a Covid-19 em Belém. Em seguida, a técnica de enfermagem Marielza da Silva Monteiro, 57 anos, também recebeu a primeira dose da CoronaVac. As duas imunizadas atuam na linha de frente no combate a pandemia, no Hospital de Campanha de Belém.

A cerimônia simbólica que marcou o início da vacinação contra o coronavírus aconteceu na manhã desta terça-feira (19), no Hangar, Centro de Convenções, mesmo lugar onde funciona o hospital de campanha da capital. O ato foi acompanhado pelo governador do Pará, Helder Barbalho e pelos prefeitos de Belém, Edmilson Rodrigues, e de Ananindeua, Dr. Daniel.

Durante a cerimônia também foi realizada a primeira imunização do município de Ananindeua, região metropolitana de Belém. O enfermeiro João Bernardo, 37 anos, que trabalha no combate a pandemia foi o terceiro a receber a vacina.

As 173 mil doses de vacina devem imunizar cerca de 86 mil pessoas no Pará. De acordo com Helder, o carregamento que já está no estado precisam garantir as duas doses que cada pessoa imunizada.

Continue lendo

Pará

Vacinação da Covid-19 começa nesta terça, 19, no Pará

Publicado

em

O governo do Estado anuncia que a vacinação contra a Covid-19 no Pará terá início nesta terçaa-feira (19), em Belém, e as doses serão distribuídas aos demais municípios paraenses para que iniciem a vacinação. Para a Região Norte, foram destinadas 296 mil doses. O Pará recebe 173.240 mil no primeiro lote.

“Hoje é um dia muito especial, que representa a renovação da esperança dos brasileiros e a salvação de muitas vidas. O povo tem pressa. Trabalhamos para que, rapidamente, consigamos imunizar o maior número de paraenses, para que possamos construir um novo momento na vida de todos nós”, destaca o governador do estado do Pará, Helder Barbalho.

O primeiro lote será direcionado aos profissionais da saúde que atuam na linha da frente, indígenas aldeados e idosos institucionalizados, que compõem o grupo prioritário da primeira fase da campanha. 

O governador Helder Barbalho participou de reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e governadores de outros estados, na manhã desta segunda-feira (18), para dar início à distribuição das doses de vacinas. O chefe do Executivo Estadual esteve no Centro de Distribuição de Logística do Ministério da Saúde, em Guarulhos, na Grande São Paulo, e acompanhou o envio do primeiro lote encaminhado ao Pará.

“Precisamos reforçar juntos aos brasileiros de que se vacinar representa salvar a sua vida e a vida dos outros. Pessoas perderam vidas, perderam familiares e passaram a viver uma situação dramática desde o início da pandemia. O dia de hoje representa virar essa página, renovar as nossas esperanças”, reforça Helder Barbalho.

O planejamento de vacinação do Governo do Pará conta com o apoio da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Segup), para garantir eficiência na logística e segurança da distribuição. 

COLETIVA

Nesta terça-feira (19), às 7h, o governador concederá coletiva de imprensa no salão Marajó, no Hangar Centro de Convenções.

AUTORIZAÇÃO

No domingo (17), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, por unanimidade, o uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford contra a Covid-19 no país. A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, foi a primeira pessoa a ser vacinada contra a doença no Brasil.

Continue lendo
publicidade Bronze