Connect with us

Pará

Sistema Penitênciario promove cursinho preparatório do Enem a internos de Marabá

Publicado

em

24449_100_0225Em Marabá, sudeste do Estado, os internos do Centro de Recuperação Regional Agrícola Mariano Antunes (CRRAMA) que irão prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para Pessoas Privadas de Liberdade (PPL) contam com um reforço nos estudos dentro da própria unidade prisional. Desde o mês de junho, eles estão participando do projeto “ProEnem”, que consistem em um cursinho preparatório específico para o Enem PPL 2013. Neste ano, 35 internos prestarão o exame. A iniciativa faz parte do trabalho desenvolvido pela Divisão de Educação Prisional da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe).

De acordo com Roberta Araújo, coordenadora pedagógica do CRRAMA, o cursinho preparatório já existe desde agosto de 2012. “A iniciativa surgiu a partir de uma experiência realizada em 2011, onde professores voluntários da cidade de Marabá ministravam um cursinho pré-vestibular. A partir do ano seguinte, a direção do CRRAMA expandiu a ideia, articulando junto à 4ª Unidade Regional de Ensino (URE) da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) a implementação do Ensino Médio na unidade prisional”, explica a pedagoga.

Em 2012, o CRRAMA já possuía turmas tanto de Ensino Fundamental quanto de Ensino Médio. Segundo a coordenadora pedagógica, a implementação do cursinho preparatório surgiu da necessidade de preencher um horário vago de aulas no período da tarde. “A partir daí, o setor de educação da unidade reuniu com os professores para criar uma turma destinada a ter aulas extras específicas para o Enem Prisional, tendo como objetivo complementar as atividades e possibilitar que os alunos tivessem mais oportunidades de tirar dúvida com os professores”, relata Roberta.

Oziel Martins está preso há mais de dois anos e já havia concluído o Ensino Médio antes de ser preso. Ele participa pela primeira vez do Enem, e assim que soube do curso preparatório não pensou duas vezes. “Eu sempre tive vontade de fazer o Enem. Quero continuar estudando e ter um futuro melhor. Acho que todos os internos deveriam estudar. Foi o melhor caminho que escolhi. Meu sonho é fazer faculdade, cursar Engenharia Elétrica”, afirma.

Todos os internos do CRRAMA inscritos no Enem PPL estão participando do cursinho preparatório, que conta com duas turmas (uma de homens, outra de mulheres) que assistem as aulas diariamente em horários diferentes. A turma masculina conta com 26 alunos, já a turma feminina é composta por nove alunas. As aulas são ministradas por uma equipe formada por 13 professores que ministram as seguintes disciplinas: Português, Redação, Geografia, Filosofia, Sociologia, Matemática, Biologia, Química e Inglês.

O interno Vanderli Rodrigues também participa do Enem pela primeira vez e aprova a iniciativa do curso preparatório. “É um preparo a mais para que a gente possa ter uma melhor perspectiva de vida quando estiver lá fora, para obter um emprego ou cursar uma faculdade. A iniciativa desse curso é um passo a frente para nos ajudar. A educação é o único caminho que pode nos reintegrar à sociedade, pois é o mais promissor que há para traçar outro futuro”, destaca o interno.

Atualmente, 86 internos do CRRAMA estão envolvidos em atividades educacionais. Em 2012, o presídio de Marabá recebeu menção honrosa da Susipe, como uma das cinco unidades prisionais do Pará por apresentar um índice de internos que mantém estudos regulares maior do que a média nacional da época, que era de 10%. As outras unidades foram o Centro de Recuperação Feminino (CRF), Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico (HCTP), Centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura (CRASHM) e o Centro de Recuperação Regional de Tucuruí.

De acordo com a gerente da Divisão de Educação Prisional (DEP) da Susipe, Marizângela Fuckner, “o preparatório para o Enem é fundamental para que os alunos possam relembrar conteúdos que já foram passados, ressaltando também o papel do professor no incentivo do aluno, o que contribui para sua autoestima”, destaca.

Enem PPL 2013 – Esse é o 4º ano que os internos participam do exame. No Pará, 649 internos de 31 unidades prisionais prestarão o Enem PPL 2013. Na Região Metropolitana de Belém, a unidade prisional com o maior número de inscritos foi o Centro de Recuperação Feminino (CRF), onde 56 detentas prestarão o exame. O Centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura (CRASHM), em Santarém, foi a unidade prisional com o maior índice de internos inscritos no interior do Estado, com 47 candidatos.

No ano passado, 475 detentos participaram do Enem PPL, número que superou o registrado em 2011, quando 243 internos custodiados pela Susipe se inscreveram para participar do Exame. “Nossa expectativa é de que cada vez mais aumente esse número. As unidades prisionais estão criando melhores condições para que o interno possa participar do exame. O Enem é a forma mais rápida para que o interno possa receber sua certificação do Ensino Médio, além de garantir que ele tenha acesso a um curso superior”, conclui a gerente da DEP.

O Enem PPL será realizado nos dias 3 e 4 de dezembro. No primeiro dia serão aplicadas provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, com duração de 4 horas e 30 minutos. No segundo dia, as provas serão de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Matemática, com duração de 5 horas e 30 minutos.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

MARABÁ: Divisa e órgãos de segurança realizam mais de 200 fiscalizações durante fim de semana

Publicado

em

A Divisão de Vigilância Sanitária (Divisa) realizou 190 fiscalizações durante o final de semana para verificar o cumprimento dos horários estabelecidos pelo decreto municipal 195, de combate à Covid-19, principalmente em estabelecimentos como bares, lanchonetes, supermercados, depósitos de bebidas.

Durante todo o final de semana, a ação contou com o apoio dos órgãos de segurança da Secretaria Municipal de Segurança Institucional (SMSI) e da Polícia Militar, foram mais de 60 orientações, um supermercado foi notificado e uma pizzaria vistoriada.

Ações da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA), Departamento Municipal de Segurança Patrimonial (DMSP) e Guarda Municipal de Marabá (GMM) garantiram a ordem e segurança em diversos pontos da cidade durante o final de semana.

Guarda e Patrimonial

O Departamento Municipal de Segurança Patrimonial seguiu com as rondas preventivas no Hospital Municipal de Marabá (HMM) e Hospital Materno Infantil (HMI) a fim de evitar furtos, resguardar o patrimônio público e promover segurança aos colaboradores e pessoas que utilizam os serviços. Além disso, também houve apoio aos agentes que atuam no trailer da central de distribuição de medicamentos em frente ao HMM.

Durante as ações foram utilizadas duas viaturas com seis agentes, além da atuação de oito agentes no HMI e seis agentes no HMM.

A GMM, por sua vez, realizou rondas diárias em diversos pontos da cidade como, por exemplo, Orla de Marabá, HMM, HMI e Rodoviária do KM 6. No domingo, ocorreram rondas nas feiras Laranjeiras e Folha 28, Pôr do Sol, NA Orla da Velha Marabá e avenida Paraíso no bairro Liberdade.

Na sexta-feira, 7, a guarda deu apoio ao Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (DMTU) na realização de blitz entre 9h e 10h30 da manhã. Na ocasião, foram removidas ao pátio do DMTU, duas motos e um carro.

No sábado, a GMM auxiliou o posto de vacinação Maria Bico Doce, no Núcleo São Félix, entre 8h e meio dia.

Meio Ambiente

No final de semana, o Grupamento de Proteção Ambiental (GPA), da GMM, realizou patrulhamento em no Núcleo São Félix e no distrito de Morada Nova, além dos residenciais Tiradentes, Jardim do Éden e Tocantins.

O GPA também auxiliou a SEMMA em oito denúncias de poluição sonora. Foram 39 denúncias atendidas, resultando em dez notificações e a apreensão de um som automotivo. Os núcleos que lideraram em número de denúncias foram Nova Marabá com 32 e Cidade Nova com 26.

Trânsito

No domingo, a guarda deu apoio ao DMTU na fiscalização da Orla Sebastião Miranda e no HMI das 14h às 2 da manhã de segunda.

O DMTU também realizou rondas de rotina em todos os núcleos da cidade com fiscalização em ruas, praças e estabelecimentos. Também foi realizada operação de fiscalização de transporte nos Núcleos Cidade Nova, Nova Marabá e Marabá Pioneira resultando na remoção de cinco veículos ao pátio do órgão.

Para as ações, foram necessárias seis viaturas e 18 agentes de trânsitos.

Continue lendo

Pará

Remo, Paysandu, Tuna e Castanhal ficam no empate nas semifinais do Parazão 2021

Publicado

em

As semifinais do Campeonato Paraense 2021, ficaram empatadas. As duas partidas aconteceram neste domingo, 9.

Tuna vs Remo

Tuna e Remo fizeram um bom jogo na manhã deste domingo, dia 9, no estádio do Souza, em Belém. Ambos os times vieram com posturas ofensivas para o jogo, mas quem aproveitou melhor as chances no começo foi o Remo, que abriu o placar com Uchôa, aos 20 da etapa inicial. Em seguida, Léo Rosa marcou de pênalti, aos 34, e empatou a partida. Na segunda etapa, o Leão foi superiou, criou mais chances, levou mais perigo, mas parou em uma atuação de gala do goleiro tunante Gabriel Bubniack. Vaga na final precisará ser definida na quarta-feira, no jogo de volta, no Baenão.

Com o resultado, nenhuma das equipes obteve vantagem para o jogo de volta das semifinais. A vaga na final será decidida na quarta-feira, dia 12, às 19h30, no estádio do Baenão. Caso o segundo jogo termine em empate novamente, a classificação será definida nos pênaltis.

Castalhal vs Paysandu


Castanhal e Paysandu realizaram uma partida fraca tecnicamente e de poucas oportunidades. O destaque do primeiro tempo foi para o atacante Marlon, responsável pelas principais chances no jogo, acertando o travessão de Axel Lopes. O Castanhal tentava chegar à meta de Victor Souza, mas não conseguia dar o último passe de forma correta, ficando a maioria das vezes sob o domínio da defesa bicolor. As coisas melhoraram um pouco mais na etapa complementar, principalmente com a entrada do atacante Fidélis, do Castanhal. Ele deu maior dinamismo ao time, que conseguiu levar certo perigo à meta bicolor. Desta forma, cedeu a oportunidade de ataque do Papão trabalhar no contra-ataque, como foram nas chegadas do volante Elyeser e do lateral-esquerdo Bruno Collaço, que finalizaram bem, mas viram o goleiro Axel evitar que o gol.

Definição da vaga para a final do Parazão 2021 fica para a próxima quarta-feira, dia 12, na Curuzu, em Belém. (Fotos: Samara Miranda/Remo e John Wesley/Paysandu)

Continue lendo

Pará

Assista o Conexão Rural deste fim de semana – 8 e 9 de maio

Publicado

em

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze