Connect with us

Bico do Papagaio

SÍTIO NOVO: Jair Farias é destaque em blog paraense

Publicado

em

Um dos principais blogs de Marabá, cidade mais importante da região de Carajás, no estado do Pará, deu destaque ao ex-prefeito de Sítio Novo, Jair Farias (SD), que revolucionou a administração pública no município. Considerado o melhor gestor da história da cidade, o blogueiro paraense Hiroshi Bogéa, destaca o empreendedorismo, visão e comprometimento de Jair durante os dois mandatos como prefeito.  

Leia a matéria a baixo ou clicando

Sociedades transformadas: Sítio Novo do Tocantins, exemplo de vida nova no “Bico do Papagaio”

Em dezembro de 2010, quando o então vice-prefeito Jair Farias (foto), de Sítio Novo do Tocantins, município situado na região “Bico do Papagaio”, no Estado do Tocantins, a 20 km de Imperatriz (MA), assumia a chefia do Executivo local, com a cassação do titular pela Câmara Municipal, uma nova história do município passou a ser escrita.

À época, Sítio Novo vivia um caos.

Salários  do funcionalismo municipal atrasados, ruas esburacadas, lixo espalhado pelos quatro cantos,  falta de água nas residências, escolas funcionando em condições precárias e o município,  inadimplente junto a órgãos federais, impedido de realizar convênios.

A pequena cidade experimentava impressionante processo migratório de famílias buscando outros lugares para recomeçar a vida, tal o quadro de desalento e falta de esperança das pessoas.

O senso demográfico daquele ano contou pouco menos de 10 mil pessoas residentes em Sítio Novo.

Um ano depois, precisamente no Natal de 2011, a comunidade vivia outro astral.

Jair Farias, administrando orçamento anual de pouco mais de de R$ 30 milhões, deu rumo administrativo ao município, espalhando obras por bairros e vilas.

Salário do servidor pago em dia, invariavelmente colocado em conta bancária do funcionário antes do final do mês a vencer.

Até rodovia pavimentada o prefeito levou à zona rural.

Em 2012, Jair teve seu nome lançado à reeleição e não encontrou nenhuma dificuldade para vencer a disputa.

Com mais quatro anos à frente da prefeitura, ele completou seu projeto de transformar o município num lugar decente, que enche de orgulho seus moradores e acolhe a admiração de populações residentes em outras cidades do “Bico”.

Quem passa por dentro da sede do município cortada pela rodovia TO-201, não consegue ficar alheio às intervenções urbanas visíveis em toda extensão das laterais da estrada, fazendo logo comparações com outras cidades vizinhas.

O sucesso de Jair à frente da administração do município se deve a um simples fato: priorizou intervenções e aplicou honestamente os recursos de sua cidade, que hoje tem população estimada em 15 mil pessoas.

O processo migratório, a partir do sucesso de sua gestão, inverteu-se.

Pessoas que haviam vendido bens, voltaram a morar na terra de origem.

Outros cidadãos, empolgados com as transformações geradas em diversos segmentos do município, passaram a ver em Sítio Novo um porto de esperança.

E para ali foram, ajudar a construir uma nova vida.

Em seis anos de trabalho, Jair Farias investiu em infraestrutura, melhorou os pontos de atendimento nas áreas de saúde e educação, além de ter entregue equipamentos importantes para o entretenimento da comunidade.

Não se limitou apenas a cuidar do chamado “feijão com arroz” – pagar salários em dia, fazer os postos de saúde e escolas funcionarem regularmente, tapar buracos de ruas da cidade.

O prefeito foi além.

Organizou estruturalmente a área administrativa, modernizando secretarias e melhorando serviços públicos oferecidos.

Agarrou como ponto de honra de sua missão como prefeito a luta para promover a regularização fundiária do território municipal, até então uma área que se expandia em forma de assentamento informal.

Nenhum habitante de Sítio Novo era dono do imóvel que ocupava.

Juridicamente, era patrimônio sem poder de posse.

“Já passava do tempo de se acordar para a realidade e reconhecer que a informalidade do patrimônio municipal acabava com qualquer possibilidade de se pensar em investimentos no município”, contou certa vez Jair Farias, em entrevista aos órgãos de imprensa do Tocantins.

Depois de dezenas de viagens a Brasília e Palmas, durante os quatro anos de seu segundo mandato, o então prefeito conseguiu, junto à Secretaria do Patrimônio da União (SPU), receber o termo de  doação do título patrimonial urbano do município.

Agora, Sítio Novo do Tocantins dispõe de credenciais necessárias para proceder a regularização fundiária das famílias de baixa renda que residem na localidade.

Em consequência dessa conquista, cerca de 3 mil famílias  de baixa renda já tiveram seus imóveis regularizados.

Uma intervenção política de inclusão social.

A propósito, graças a visão e esforços de Farias, Sítio Novo do Tocantins foi o primeiro município inteiro (área urbana) em terras da União a receber a doação direta.

Tantas conquistas e, ao fim e ao cabo, o reconhecimento da população do município: Jair Farias, na eleição de 2016, elegeu seu sucessor, que segue a mesma linha de atuação do antecessor, pagando em dia salários, tocando obras nas áreas urbana e rural.

Para quem gosta de medir ações voltadas à melhoria da qualidade de vida das pessoas, peguemos o percentual de Índice de Desenvolvimento Humano Municipal de Sítio Novo do Tocantins, medido em 2010.

Era de 0.604 IDH-M.

Já há projeções de IDH-M de Sítio Novo, para 2020, acima de 0,700.

Isso significa que, em uma década, o município sai de IDH Baixo para Alto.

É um salto extraordinário, considerando os limites orçamentários de Sítio.

E essa transformação ocorrendo durante os seis anos de gestão Jair Farias e, certamente, na de seu sucessor.

Só para acrescentar: o Índice de Desenvolvimento Humano varia de zero a 1, assim considerado: Muito Alto (0,800 a 1000), até hoje nenhum município brasileiro incluso nessa faixa; Alto (0,700 a 0,799); Médio (0,600 a 0,699); e Baixo (0,500 a 0,599)

Como resultado de toda essa prática sadia de fazer política, o nome de Jair Farias ganhou projeção em toda a região do Bico do Papagaio.

Ele desponta, no vizinho estado, como nome de renovação do quadro político, sendo convocado para disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa do Tocantins.

Mas isso é outra história, que contaremos a partir de reportagem feita pelo colega Ronaldo Jamil, depois de percorrer diversos municípios do “Bico do Papagaio” – e que será postada neste sítio.

Conforme relatado, estamos levantando conteúdo sobre aqueles municípios que sofreram profunda transformações, ao longo dos últimos anos, graças a gestão de políticos comprometidos com práticas sadias durante seus mandatos.

No Pará, o primeiro município a ser mostrado no blog como exemplo a ser seguido é Paragominas, que nos últimos 20 anos recebeu um sopro de renovação em seus quadros políticos, alguns, atualmente, cotados até para disputar o governo do Estado.

Depois do post conclusivo sobre a atuação de Jair Farias, no Tocantins, estaremos percorrendo a bela cidade de Paragominas.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Aquiles e Elizabete tem contas de campanha reprovadas pela Justiça

Publicado

em

O prefeito de Araguatins, Aquiles da Areia (PP) e sua vice, Professora Elizabete (PSD), tiveram as contas da campanha, reprovadas pela Justiça Eleitoral. A decisão foi publicada na última quinta, dia 18, no Diário de Justiça.

Segundo a decisão, foram identificadas diversas falhas, algumas chegaram a ser sanadas, porém as seguintes irregularidades se destacam pela gravidade, como: Existência de dívida de campanha sem a assunção regular pelo partido político, inclusive no que se refere à apresentação de autorização do órgão nacional, acordo expressamente formalizado (origem e valor da obrigação, dados e anuência dos credores), cronograma de pagamento e quitação que não ultrapasse o prazo fixado para a prestação de contas da eleição subsequente para o mesmo cargo, e indicação da fonte dos recursos que serão utilizados para a quitação do débito assumido.

Consta na decisão que Aquiles e Elizabete, não apresentaram documentos que comprovem a regularidade de aplicação dos recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha ou irregularidade nos documentos apresentados para comprovar a referida aplicação dos recursos públicos.

Outro ponto que provocou reprovação foi a extrapolação do limite de gastos correspondeste a 113,87%.

A Justiça ainda determinou que Aquiles e Elizabete paguem ao Tesouro Nacional do valor apurado correspondente ao Fundo Especial de Financiamento de Campanha em R$ 78.305,00 (Setenta e Oito Mil Trezentos e Cinco Reais), além de serem multados no valor de R$ 56.432,21 à título de violação ao limite de gastos efetuados na campanha eleitoral.

Cabe recurso da decisão.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Saúde confirma óbitos de janeiro por Covid-19 em Ananás e Riachinho

Publicado

em

Praticamente um mês depois, a Secretária de Estado da Saúde (SES), confirmou nesta quarta, 24, mores por Covis-19, ocorridas nos municípios de Ananás e Riachinho, no Bico do Papagaio.

A vítima de Ananás, foi um homem de 57 anos, com neoplasia. Ele morreu dia 24 de janeiro, no Hospital Regional de Araguaína. O paciente de Riachinho era mulher, tinha 51 anos, sofria de insuficiência renal crônica, diabetes e hipertensão. A morte ocorreu em 25 de janeiro, no Hospital Regional de Augustinópolis.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Antônio do Bar e Ivoneide participam com Bolsonaro de lançamento de guia para prefeitos

Publicado

em

Prefeitos do Bico do Papagaio, entre eles o de Augustinópolis, Antônio do Bar (PSC) e de Itaguatins, Ivoneide Barreto (PL), participaram nesta terça, 23, em Brasília, no Palácio do Planalto, junto com o presidente Jair Bolsonaro, do lançamento do programa Agenda Prefeito + Brasil, onde o Governo Federal, disponibilizou um guia com orientações para os primeiros 100 dias de administração.

O documento está disponível para download no Portal Federativo. Com foco nos prefeitos eleitos e reeleitos, o guia traz orientações de gestão, legislação atualizada e boas práticas para o início do ciclo de quatro anos de mandato. O objetivo, de acordo com a Secretaria Especial de Assuntos Federativos, é aprimorar a prestação de serviços públicos à população dos municípios.

O guia traz, por exemplo, informações sobre recursos financeiros e consórcio para a gestão municipal, orientações sobre como usar a Plataforma +Brasil, modelos de planejamento estratégico, exemplos de boas práticas de transparência e prestação de contas.

“Pra muitos de nós, como foi pra mim, o início de uma gestão no Executivo não é fácil. Nós devemos contar com meios e o que é mais importante, com gente de confiança ao nosso lado”, afirmou o presidente Jair Bolsonaro durante o lançamento da plataforma.

“Tive honra em participar em Brasília ao lado da bancada federal do Tocantins, lançamento da Agenda do Prefeito + Brasil. É uma plataforma fantástica do Governo Federal com diretrizes para a elaboração de políticas públicas para auxiliar nós prefeitos na gestão municipal”, disse Antônio do Bar.

O guia está dividido em cinco eixos: gestão municipal, eixo governança, eixo social, eixo território e eixo finanças. Cada um deles traz orientações específicas sobre boas práticas de gestão.

O guia também oferece a oportunidade para prefeitos e gestores fazerem parte da Rede do Prefeito +Brasil. “Nessa rede, os prefeitos aderem pelo Portal Federativo, inscrevem seus dados e passam a receber, semanalmente, informes federativos, com orientações das entregas dos ministérios”, afirmou a secretária especial de Assuntos Federativos, Deborah Arôxa.

O Informe Federativo é uma publicação mensal com um serviço de curadoria de informações de interesse de gestores estaduais e municipais. No documento, são apresentadas as principais informações do Poder Executivo federal e do Poder Legislativo que impactam o dia a dia dos municípios.

Segundo o governo, serão lançados em breve dois novos guias para prefeitos, um com orientações para os 200 dias de mandato e outro com orientações para o primeiro ano de gestão municipal. Coordenado pela Secretaria Especial de Assuntos Federativos, vinculada à Secretaria de Governo, o guia contou com o apoio da Escola Nacional de Administração Pública (Enap) e mais de 30 ministérios, órgãos, instituições e colaboradores independentes. (Com informações da Agência Brasil)

Continue lendo
publicidade Bronze