Connect with us

Maranhão

Sociedade discute investimentos no I Fórum Socioeconômico de Imperatriz

Publicado

em

Debater a infraestrutura atual de Imperatriz e identificar os principais gargalos para o crescimento e desenvolvimento do município, que hoje recebe empreendimentos de impacto para a economia local, como a fábrica da Suzano e o Imperial Shopping Center. Esse foi o objetivo do I Fórum Socioeconômico de Imperatriz, encontro que reuniu empresários, entidades de classe, sociedade e poder público na última quarta-feira, 23, no Palácio do Comércio.

O evento apresentou uma série de palestras sobre a economia do município e discutiu ações nas áreas de infraestrutura, logística e qualificação profissional. Segundo o consultor do Sebrae, Josiano César, a construção da fábrica da Suzano em Imperatriz movimentará cerca de R$ 4 bilhões no município e gerará aproximadamente 8 mil empregos diretos e 15 mil indiretos na fase de implantação. “Apesar da enorme quantidade de empregos gerados pela fábrica da Suzano, boa parte dessas vagas serão aproveitadas por profissionais de fora, pois não temos mão de obra qualificada na nossa cidade, principalmente para cargos de média e longa gerência”, alerta.

Atualmente, Imperatriz possui o segundo maior Produto Interno Bruto (PIB) do Maranhão, com uma maior participação do segmento do comércio e serviço. “O setor do comércio e serviço é o maior componente do PIB de Imperatriz, seguido pela indústria e agricultura. Esperamos que com os novos empreendimentos instalados no município o percentual da indústria aumente”, comenta o professor da Faculdade Santa Terezinha, Fernando Babilônia.

Para o presidente da Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII), Euclides Antonio Viêra, o Fórum Socioeconômico representou o início de discussões permanentes sobre os problemas enfrentados por Imperatriz diante de sua nova configuração econômica. “O evento foi muito positivo, pois obteve a participação das entidades presentes e da sociedade civil. Acredito que esse foi apenas o início de discussões frequentes sobre o desenvolvimento da cidade”, declara.

Durante o evento, foi anunciada a primeira reunião deliberativa do Comitê Socioeconômico de Imperatriz, na próxima sexta-feira, 01 de junho, às 19 horas, no Palácio do Comércio. Nesse dia, será homologada a formação do Comitê Gestor, constituído por um titular e suplente das mais diversas instituições de Imperatriz.

O I Fórum Socioeconômico de Imperatriz foi realizado pela Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII), por meio do Conselho de Jovens Empresários (Conjove) da entidade e a Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema).

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

ESTREITO: Orla corre risco de desmoronamento

Publicado

em

A Defesa Civil informou que há riscos de desmoronamento em partes da estrutura da Orla, na cidade de Estreito, na região Tocantina maranhense, que faz divisa com o Bico do Papagaio.

A Prefeitura solicitou que a população não ultrapasse as áreas interditadas que estão identificadas com as fitas zebradas.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Marginais estão saqueando casas alagadas

Publicado

em

Famílias da cidade de Imperatriz, na região Tocantina, sul do Maranhão, que faz divisa com o Bico do Papagaio, em São Miguel, além de passagem por sérias dificuldades por conta da enchente do Rio Tocantins, estão sendo vítimas de criminosos que estão saqueando as casas durante a madrugada.

Os marginais estão roubando telhas e fiação elétrica das residências.

A Polícia Militar de Imperatriz deflagrou a “Operação Anfibius” para caçar os delinquentes. A operação, que irá ocorrer até a normalização do nível do Rio Tocantins, com patrulhamento nas áreas alagadas com utilização de carros e lanchas.

Continue lendo

Maranhão

Técnico de enfermagem é suspeito de furtar medicamentos da rede pública no Maranhão

Publicado

em

Um técnico de enfermagem, pertencente a Rede Municipal de Saúde de Santa Luzia, a 294 km de São Luís, foi preso na tarde de domingo (16) suspeito de furtar medicamentos do hospital do município. A prisão foi realizada pela Polícia Militar (PM) após denúncia anônima.

A PM foi informada que o técnico de enfermagem, de 46 anos, que não teve a sua identidade revelada, aproveitava os plantões de fim de semana para praticar os furtos. A polícia revistou o carro do funcionário e no local foram encontrados alguns medicamentos do hospital público.

A polícia apreendeu frascos, de pelo menos, oito tipos de medicamentos. Além disso, foi encontrada uma carteira de identidade com a foto dele e o nome de outro homem. Também havia com ele um bloco de receita de controle especial, que fica sob responsabilidade do diretor do hospital e que somente o diretor deveria liberar esse documento.

Os policiais ainda apreenderam também carimbos em nome de dois médicos. O técnico de enfermagem foi apresentado na delegacia de Polícia Civil de Santa Inês.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze