Connect with us

Maranhão

SSP intensifica investigações sobre assassinato do jornalista Décio Sá

Publicado

em

O secretário de Estado da Segurança Pública, Aluisio Mendes, garantiu, durante entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (24), que o homicídio que vitimou o jornalista e blogueiro Décio Sá, na noite de segunda-feira (23) em um bar na Avenida Litorânea, em São Luís, não ficará impune. Aluisio Mendes estava acompanhado do subdelegado geral de Polícia Civil, Marcos Afonso Júnior, e do superintendente de Polícia Civil da Capital, Sebastião Uchoa.

Na ocasião, foram dados esclarecimentos sobre o andamento das investigações e as medidas que estão sendo tomadas para elucidar o bárbaro crime. Por determinação do secretário de Segurança, uma força tarefa de investigação foi montada para a realização do trabalho. A Delegacia de Homicídios, coordenada pela Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC), em conjunto com a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) e a SecretariaAdjunta de Inteligência da SSP trabalham juntas para identificação e prisão dos criminosos e dos possíveis mandantes.

Imagens de circuitos internos e das barreiras eletrônicas na área da Avenida Litorânea já foram recolhidas pela Polícia e estão sendo analisadas pela comissão de delegados. Familiares e freqüentadores do bar estão sendo ouvidos pelos delegados que acompanham o caso.

“Estamos trabalhando de maneira intensificada para desvendar o crime. Nenhuma linha de investigação será descartada no bojo dos levantamentos; vamos investigar profundamente todas as possibilidades. Pela metodologia utilizada, já percebemos que se trata de um crime por encomenda, principalmente porque o criminoso não fez questão alguma de esconder sua identidade. A morte do jornalista Décio Sá foi por conta da atividade profissional que ele exercia”, afirmou o Aluisio Mendes, classificando o crime como “uma afronta à democracia e aos poderes constituídos”.

Investigações

De acordo com as investigações, o crime é bastante complexo, por isso os trabalhos precisarão de um detalhamento e de cuidadoso levantamento de perícia e investigação policial. O caminho das investigações já mostra, segundo a Polícia, que o crime vinha sendo planejado há algum tempo, e foi executado por profissionais. Analisando os depoimentos, a Polícia acredita que o blogueiro estava sendo acompanhado desde a saída da porta do jornal para o qual trabalhava até chegar ao bar onde foi alvejado com seis tiros, sendo quatro pelo corpo e dois na região da cabeça.

Após cometer o homicídio, o criminoso fugiu do local com um homem que já o esperava em uma motocicleta na porta do bar. Ao empreender fuga, o criminoso deixou cair o carregador da arma pistola 40.  Segundo o secretário, as conclusões preliminares demonstram que o plano seria deixar a motocicleta e utilizar um carro para dificultar o trabalho de identificação dos executores. Essa troca de veículos foi feita próximo à barreira eletrônica. Para Aluisio Mendes, ao descer da moto, o criminoso seguiu com destino às dunas da área da Litorânea para tentar encontrar o outro veículo do outro lado da rua, nesse trajeto, o carregador teria caído. A Polícia encontrou o carregador com seis disparos feitos.

Com relação ao calibre de uso particular das forças policiais, Mendes esclareceu que o armamento pode ter chegado às mãos de criminosos por diversos caminhos, entre os quais, as fronteiras do país. A polícia disse que, segundo as primeiras investigações, o blogueiro não demonstrava estar recebendo ameaças de morte. O computador, o telefone pessoal do jornalista com a senha já estão em poder da Polícia.

Disque Denúncia oferece recompensa

O Disque Denúncia está oferecendo a recompensa de R$ 100 mil para quem fornecer informações que levem à prisão dos executores e dos possíveis mandantes do assassinato. Qualquer informação pode ser repassada pelos telefones do Disque Denúncia (3223-5800, em São Luís; e 0300 313-5800, no interior). Um retrato falado está sendo confeccionado pelos peritos do Instituto de Criminalística do Maranhão (Icrim) e será divulgado nos próximos dias.

Medidas

Aluisio Mendes disse ainda que uma série de investimentos serão feitas em toda a capital maranhense a fim de reforçar a segurança em São Luís. Entre as medidas está a instalação de câmeras de vídeo monitoramento em diversos pontos da capital maranhense.

Na primeira etapa serão colocadas 101 câmeras em toda a orla marítima da Litorânea e em diversos pontos da cidade, como por exemplo, nos corredores bancários, principais avenidas e pontos da Grande São Luís. Na segunda, mais 100 serão instaladas, abrangendo vários bairros, selecionados dentro de critérios preestabelecidos pelas polícias.

O secretário de Segurança afirmou que já no mês de julho iniciarão a instalação. A previsão é que até setembro deste ano São Luís esteja sendo monitorada pelas câmeras de videomonitoramento.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

ESTREITO: Orla corre risco de desmoronamento

Publicado

em

A Defesa Civil informou que há riscos de desmoronamento em partes da estrutura da Orla, na cidade de Estreito, na região Tocantina maranhense, que faz divisa com o Bico do Papagaio.

A Prefeitura solicitou que a população não ultrapasse as áreas interditadas que estão identificadas com as fitas zebradas.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Marginais estão saqueando casas alagadas

Publicado

em

Famílias da cidade de Imperatriz, na região Tocantina, sul do Maranhão, que faz divisa com o Bico do Papagaio, em São Miguel, além de passagem por sérias dificuldades por conta da enchente do Rio Tocantins, estão sendo vítimas de criminosos que estão saqueando as casas durante a madrugada.

Os marginais estão roubando telhas e fiação elétrica das residências.

A Polícia Militar de Imperatriz deflagrou a “Operação Anfibius” para caçar os delinquentes. A operação, que irá ocorrer até a normalização do nível do Rio Tocantins, com patrulhamento nas áreas alagadas com utilização de carros e lanchas.

Continue lendo

Maranhão

Técnico de enfermagem é suspeito de furtar medicamentos da rede pública no Maranhão

Publicado

em

Um técnico de enfermagem, pertencente a Rede Municipal de Saúde de Santa Luzia, a 294 km de São Luís, foi preso na tarde de domingo (16) suspeito de furtar medicamentos do hospital do município. A prisão foi realizada pela Polícia Militar (PM) após denúncia anônima.

A PM foi informada que o técnico de enfermagem, de 46 anos, que não teve a sua identidade revelada, aproveitava os plantões de fim de semana para praticar os furtos. A polícia revistou o carro do funcionário e no local foram encontrados alguns medicamentos do hospital público.

A polícia apreendeu frascos, de pelo menos, oito tipos de medicamentos. Além disso, foi encontrada uma carteira de identidade com a foto dele e o nome de outro homem. Também havia com ele um bloco de receita de controle especial, que fica sob responsabilidade do diretor do hospital e que somente o diretor deveria liberar esse documento.

Os policiais ainda apreenderam também carimbos em nome de dois médicos. O técnico de enfermagem foi apresentado na delegacia de Polícia Civil de Santa Inês.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze