Connect with us

Maranhão

STJ determina arquivamento de investigação contra governador Flávio Dino

Publicado

em

O ministro Félix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), determinou pelo o arquivamento da investigação contra o governador Flávio Dino (PCdoB), pelo suposto recebimento de doação via caixa dois em campanhas eleitorais para o governo do Maranhão. O arquivamento da investigação foi solicitado pela Procuradoria Geral da República.

A denúncia contra o governador Flávio Dino foi feita por José de Carvalho Filho, executivo da construtora Odebrecht.

Em delação premiada, ele teria revelado que o governador solicitou à construtora 200 mil reais por meio de caixa dois para campanhas eleitorais ao governo do Maranhão entre os anos de 2010 e 2014.

Em troca, segundo o delator, Flávio Dino defenderia assuntos de interesse da Odebrecht. No entanto, o governador nega a denúncia.

Ao decidir pelo arquivamento da investigação contra o governador Flávio Dino, o ministro Felix Fischer acatou o argumento do Ministério Público Federal (MPF) de que os elementos apresentados são insuficientes para concluir pela existência de delitos.

Na decisão, o ministro do STJ ressalva a possibilidade de novas investigações caso sejam apresentadas novas provas.

No Twitter, o governador Flávio Dino se manifestou após a decisão do STJ. “A verdade venceu”, disse.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

No Maranhão, pai engravida filha de 13 anos. Abusos começaram quando ela tinha 9

Publicado

em

A Polícia Civil do Maranhão (PC-MA) prendeu preventivamente, nesta quarta-feira (28), um homem de 46 anos, suspeito de estuprar e engravidar a própria filha. O crime aconteceu no bairro São Francisco, na capital.

De acordo com a Delegacia da Criança e do Adolescente (DPCA), os abusos começaram quando a vítima tinha 9 anos. Aos 13 anos, a menina ficou grávida. Atualmente, a filha da vítima com o suspeito está com dois anos de idade.

Segundo a Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC), a paternidade foi comprovada por meio de exame de sangue. O suspeito deve ser indiciado por estupro de vulnerável.

Após a prisão, o homem foi encaminhado ao Complexo Penitenciário de São Luís, onde ficará à disposição da Justiça.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Bolsonaro visitará panelódromo nesta quinta, 29

Publicado

em

Está prevista para esta quinta-feira (29), no período da manhã, visita do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), à capital maranhense, São Luís. Na oportunidade, ele participa de visita técnica às obras de restauração da BR-135, no quilômetro 37, trecho entre São Luís e Bacabeira.

Durante a tarde, Bolsonaro segue para o município de Imperatriz, na região tocantina. No local, a previsão é que ele participe de visita ao Panelódromo, na Praça Tiradentes, centro da cidade.

Continue lendo

Maranhão

No Maranhão, suspeitos de arrastarem morador de rua amarrado em veículo até a morte são presos

Publicado

em

Foram presos nessa terça-feira (27) os dois suspeitos de terem arrastado um homem em situação de rua até a morte pelo Centro de São Luís. Segundo informações da polícia, foram detidos um empresário e um vigilante.

O crime ocorreu no dia 17 de maio, quando o corpo do homem, identificado como Carlos Alberto Santos, de 36 anos, foi encontrado em frente ao Terminal de Integração da Praia Grande.

Segundo a polícia, depois de ter sido detido pelo vigilante, o homem em situação de rua foi amarrado em um carro e arrastado pelo empresário comercial até o Terminal de Integração. Em depoimento, o empresário admitiu que arrastou Carlos Alberto e se justificou dizendo que a vítima havia furtado várias vezes o seu restaurante.

Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que o empresário freia o carro para iniciar uma conversa e tomar uma bebida, enquanto a vítima estava amarrada. Além disso, o vídeo mostra o carro passando por cima do homem em situação de rua.

“As imagens mostram para gente o tamanho da barbárie que foi esse crime. Quando finalizarmos o inquérito, algumas pessoas podem ser indiciadas pela omissão de socorro, já que viram toda aquela situação e não denunciaram”, fala o delegado Felipe César.

Após o crime, o empresário fugiu para São Paulo e foi preso ao voltar para São Luís. Já o vigilante foi detido no bairro da Cidade Operária na capital. Os dois suspeitos foram encaminhados para a sede da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), na Avenida Beira-Mar.

Continue lendo
publicidade Bronze