Uma reunião, ocorrida nesta segunda-feira (23), debateu as ações de fiscalização e conscientização no combate à poluição sonora na cidade de Tailândia. As reuniões acontecem mensalmente com o objetivo de reduzir as ocorrências desse tipo de crime ambiental por meio de ações de conscientização e fiscalização.

A reunião aconteceu na Promotoria de Tailândia e foi coordenada pela promotora de Justiça, Ely Soraya Silva Cezar, que no primeiro semestre instaurou procedimento administrativo (N° 022/2019-MP/1ª PJTai) e promoveu audiência pública para ouvir a população sobre o tema.

O trabalho visa coibir a perturbação sonora causada contra a coletividade por aparelhos de som em bares, boates, automóveis, propagandas volantes no centro comercial, vizinhos que excedem o som doméstico e até mesmo as ocorrências decorrentes de escapamentos barulhentos em motocicletas, muitas delas conduzidas por adolescentes. 

Na reunião desta segunda (23) as autoridades envolvidas apresentaram os avanços alcançados decorrentes das ações e fiscalizações já realizadas e identificaram os segmentos que precisam intensificar sua fiscalização. Estiveram presentes Polícia Militar, Política Civil, Corpo de Bombeiros, SECTMA e representantes da sociedade civil.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.