- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quarta-feira, 17 / agosto / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

Técnicos e investidores visitam base da Petrobras em Porto Nacional

Mais Lidas

Técnicos da Seplan – Secretaria de Estado do Planejamento e Modernização da Gestão Pública, integrantes do Coppe – Conselho de Coordenação de Programas e Projetos Estratégicos-  e investidores visitarão, nesta terça-feira, 19, a base da Petrobras localizada no município de Porto Nacional. A comitiva sairá às 8h30 da frente da Seplan.

A base fica próxima aos trilhos da Ferrovia Norte-Sul e entrará em operação no início do próximo ano. Esta base será uma das responsáveis pela exportação de biodiesel, via Porto de Itaqui (MA).

A comitiva também visitará a base da Raizen (Shell), localizada próxima a da Petrobras, que também entrará em operação no início do ano que vem. A localização destas bases de distribuição de combustível é estratégica, pois daqui, as empresas poderão escoar a produção para todo o Brasil e para os portos de exportação.

A visita a estas bases finaliza o encontro realizado nesta segunda-feira, 18, para debater necessidades de cada investidor e empreendedor da Ferrovia Norte-Sul no Tocantins. O encontro aconteceu no auditório da Unitins e foi coordenado pelo Coppe. “No Coppe há a Comissão Técnica da Ferrovia Norte-Sul, um dos objetivos desta Comissão é debater e levantar as necessidades dos empreendedores da Ferrovia, por isso estamos realizando reuniões com investidores dos quatro pátios no Tocantins”, explica o diretor de apoio ao Coppe, Wilson Sotero Junior.

Participaram da reunião a Vale, Valec, Braxcel Celulose, Celtins, Bunge e a Emap – representante do Porto de Itaqui. “Os representantes da Braxcel anunciaram a necessidade de qualificação de mão de obra para atender os cerca de quatro mil postos de trabalho que a empresa tem previsão de abrir no Estado. A Comissão está aqui para ouvir estas necessidades e apoiar os investidores com soluções”, explica Wilson Sotero.

As reuniões têm o objetivo de fazer com que a Ferrovia agregue valores, contribua para que nossos produtos sejam valorizados e aumente o número de empregos. Com os encontros, o Governo busca informações das empresas para promover as políticas necessárias para atender a demanda gerada com a Ferrovia.

Durante a reunião, a Celtins também explanou a capacidade energética para a região e os investimentos que serão realizados para atender o empreendimento. A companhia energética ouviu as necessidades e demandas dos empreendedores.

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias