O professor de caratê Erick Marques Alves foi preso nesta quinta-feira (24), em São Luís, no Maranhão. De acordo com a Polícia Civil, o homem é suspeito de abusar sexualmente de quatro meninos em Araçoiaba da Serra (SP) e estava com um RG falso com o nome “Jackson” quando tentava procurar emprego.

Segundo a polícia, havia um mandado de prisão temporária no nome dele. Mesmo que seja liberado na audiência de custódia por porte de documento falsificado, o suspeito ficará preso.

O delegado de Araçoiaba da Serra, Irani Barros, responsável pela investigação dos supostos abusos conta que o mandado de prisão temporária é de 30 dias.

O inquérito policial no interior de São Paulo será finalizado nesta sexta-feira e será pedida a prisão preventiva. A defesa do suspeito não foi localizada.

Relembre o caso

O professor é suspeito de pedir para os adolescentes o acompanharem até um quarto, local onde aconteciam os abusos frequentes.

A polícia apreendeu três HDs, um computador, um tablet, um pen drive, um roteador e um videogame que estava conectado à internet.

Em nota oficial publicada no Facebook, a Prefeitura de Araçoiaba da Serra disse que não havia recebido qualquer comunicado envolvendo alunos do Departamento de Cultura.

O SuperAção de Karatê conta com cerca de 80 atletas, que treinam diariamente na academia. Além disto, o grupo realiza ações sociais na cidade e desde 2017 ministra aulas de karatê. A página da SuperAção no Facebook foi desativada e as placas da academia foram retiradas.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.