Connect with us

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: Administração do Mirandão acusa TEC de depredação

Publicado

em

Após o termino da partida válida pelo campeonato tocantinense de futebol entre Araguaiana e Tocantinópolis, no estádio Mirandão, sábado, 17, o administrador do estádio, Francisco Soares, vulgo Chico Porco, acusou os atletas, comissão técnica e dirigentes do TEC de depredarem um dos vestiário do estádio.

Em resposta a direção do TEC divulgou nota repudiando a acusação. Leia a nota:

NOTA DE ESCLARECIMENTO A RESPEITO DA DEPREDAÇÃO DO ESTÁDIO MIRANDÃO

A diretoria do Tocantinópolis Esporte Clube vem a público repudiar as falsas acusações feitas pela administração do estádio Mirandão na pessoa do senhor Francisco Soares, vulgo Chico Porco, a cerca das depredações às instalações do vestiário do referido estádio.

1. Em razão do bom relacionamento existente entre as diretorias do Araguaína e do Tocantinópolis não haveria motivo para a delegação do TEC depredar o vestiário do estádio Mirandão que é parte do patrimônio público do estado do Tocantins;

2. Nas três vezes anteriores que o TEC esteve no Mirandão sempre havia um funcionário do estádio para receber a delegação e mostrar o estado das dependências do vestiário e assinar o termo de responsabilidade pelo uso do mesmo. No jogo de ontem (17/04), a delegação alviverde não foi recepcionada por ninguém em sua chegada e só foi comunicada sobre a depredação cerca de duas horas depois do jogo já ter terminado;

3. É bom ressaltar que nem no vestiário do TEC e nem do Araguaína tinha água para realizar o asseio dos atletas após o jogo;

4. Alguns diretores e a comissão técnica alviverde foram os últimos a deixar o vestiário e os mesmos relataram que não conseguiram visualizar nenhuma depredação, apenas dejetos de lixo deixados pelos atletas como: bagaço de laranja, bagaço de maçã, esparadrapo, etc.;

5. Esta é a 4ª vez que o TEC utiliza as instalações do Mirandão e em nenhuma das vezes anteriores, apesar do resultado adverso, houve qualquer tipo de depredação ao patrimônio público;

6. A delegação do TEC já atuou nas principais praças esportivas (Nilton Santos, Resendão, General Sampaio, Perreirão, Bigodão, Castanheirão e próprio Mirandão) do estado do Tocantins e nunca houve um único relato em toda a sua história de depredação ao patrimônio público;

7. A administração do estádio Mirandão não disponibilizou uma área restrita aos torcedores do Tocantinópolis, os quais tiveram que dividir o mesmo espaço com os torcedores araguainenses, sem poder se manifestar para não correm o risco de serem agredidos fisicamente;

8. Não é dessa forma que se administra um patrimônio público com lisura, pois até mesmo o time da casa o Araguaína em determinadas ocasiões não tem conseguido realizar seus treinos nas instalações do Mirandão, devido aos “mandos e desmandos” do senhor Chico Porco;

9. O que fica evidente neste episódio é que a administração do estádio Mirandão pretende de forma leviana denegrir a imagem da instituição do Tocantinópolis Esporte Clube e ao mesmo tempo, forjar uma rivalidade extracampo entre Araguaína e Tocantinópolis, a qual só existe dentro de campo;

10. A diretoria do TEC repudia veementemente o lamentável fato ocorrido e reafirmar que tanto a delegação quanto a torcida do Araguaína serão bem recebidos nas dependências do estádio Ribeirão no jogo desta quarta-feira (21/04) e não sofrerão qualquer tipo de retalhação. Afinal, o TEC não tem absolutamente nada contra o Araguaína, mas sim contra a administração leviana do estádio Mirandão na pessoa do senhor Chico. Que pelo apelido dá para se notar que não possui boa índole e está ocupando o cargo de administrador do estádio Mirandão não por mérito próprio, mas por proteção política.

Diretoria do Tocantinópolis Esporte Clube

Tocantinópolis, 18 de abril de 2010

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
1 Comment

Bico do Papagaio

XAMBIOÁ: “Tio” estupra sobrinha e esconde garota em Araguatins

Publicado

em

Um homem de 30 anos foi preso pela Polícia Civil, através de ação realizada pela equipe de policiais da 22ª Delegacia de Xambioá, na manhã desta quinta-feira, 6, no município do Bico do Papagaio. Na oportunidade, os policiais civis, também cumpriram mandado de busca e apreensão na residência que era ocupada pelo homem preso. Segundo a autoridade policial, o indivíduo, que é casado com uma tia da vítima, é investigado pela prática de crime de estupro de vulnerável e subtração de incapaz de uma adolescente de 14 anos, mas que a época dos fatos, tinha 13 anos.

Conforme explica o delegado Márcio Lopes da Silva, que coordenou a ação, a menor estava desaparecida da casa de uma tia, com quem morava, desde o dia 18 de março deste ano. Durante as investigações do desaparecimento, a Polícia Civil tomou conhecimento da ocorrência de uma suposta prática de estupro de vulnerável, crime praticado, em tese, pelo investigado. Durante a apuração dos fatos, também descobriu-se que a menor teria sido estuprada ainda no ano de 2020 e desaparecido, no mês de março de 2021.

“Com o aprofundamento das investigações, o marido da tia da vítima passou a figurar também como o principal suspeito de ter dado sumiço à menor e, desse modo, intensificamos a apuração dos fatos”, ressaltou o delegado. Com base nas evidências, o delegado representou junto ao Poder Judiciário, pela prisão temporária do indivíduo, bem como, pela busca e apreensão no endereço do mesmo, além de quebra de sigilo de dados telefônico e telemático.

De posse da ordem judicial, na manhã desta quinta, foi dado cumprimento ao mandado de prisão e busca e apreensão. Ao mesmo tempo, policiais civis da Deamv de Araguatins localizaram a menor na casa de uma tia do suspeito, naquela cidade. As investigações da Polícia Civil revelaram ainda que o homem levou a menina para o local no mesmo dia do desaparecimento.

Após ser preso, o homem foi conduzido para a Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA), onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Continue lendo

Bico do Papagaio

SÃO MIGUEL: Moça de 18 anos invade casa na Grota do Meio, furta objetos e vai presa com receptador

Publicado

em

A Polícia Militar prendeu na quarta, 05, uma mulher de 18 anos, acusada de furto, e um homem de 27 anos, por receptação de produtos furtados. A suspeita entrou na residência da vítima, homem de 22 anos, morador do povoado Grota do Meio, em São Miguel, no Bico do Papagaio, onde subtraiu produtos eletrônicos, roupas, dentre outros objetos, que acabaram sendo em parte, recuperados pela PM.

A vítima ligou para a Polícia Militar dando conta de que alguém teria entrado em sua residência e subtraídos diversos produtos, entre eles, um aparelho de televisor, um notebook, várias peças de roupas e um ferro de passar.


De acordo com o dono da casa, a suspeita do crime teria aproveitado da ausência da vítima que havia saído de manhã cedo para o seu trabalho, e entrou na casa onde acabou furtando os objetos. Quando a vítima chegou ao domicílio encontrou a porta lateral de sua residência arrombada e a ausência dos materiais furtados.

A PM realizou diligência e através de informações repassadas por populares, os policiais militares acabaram chegando até a suspeita. Diante do nervosismo, a mulher confessou para a guarnição que teria furtado os objetos, que parte dos materiais havia sido trocado por droga, e outros vendidos para o autor acusado de receptação, que também acabou preso. Em poder do suspeito de receptação a PM apreendeu o notebook, comprado por R$ 60,00 reais e o ferro de passar roupas adquirido por R$ 10,00 reais. As peças de roupas, segundo a mulher, teriam sido descartadas.

Em poder da mulher, a PM apreendeu ainda três papelotes de substância análoga ao crack e duas porções de substância análoga à maconha, encontradas no bolso de sua bermuda. Os envolvidos e todo o material apreendido foram levados à Central de Flagrante para as demais providências legais.

Continue lendo

Bico do Papagaio

AXIXÁ: Acusação de suposta fraude em aprovação de contas de Auri pela Câmara é arquivada

Publicado

em

Uma denúncia anônima, feita junto ao Ministério Público (MP), apontando supostas irregularidades, na Câmara de Vereadores de Axixá, no Bico do Papagaio, relativas à aprovação das contas do ano de 2015 do prefeito Auri Wulange Ribeiro Jorge, em nova discussão no Poder Legislativo, foi arquivada.

O MP considerou que não foram apresentados elementos que possibilitem conduzir a investigação e que a peça é genérica, além da situação, também ter sido levantada junto à Justiça Eleitoral e, tendo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) aceitado a candidatura do atual prefeito.


Os fatos reportam situações sem qualquer indicação de testemunhas ou outros documentos de provas, vez que a denúncia não possui suporte probatório.

Ainda, o órgão ministerial, apontou que como trata-se de denúncia anônima, impossibilita a comunicação com o denunciante para fins de aferir e esclarecer sobre o conteúdo das denúncias, que estaria escasso de provas das acusações.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze