Connect with us

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: Adolescente de 14 anos é atropelado por caçamba

Publicado

em

Um acidente de trânsito acontecido na sexta-feira, 14, por voltas das 20Hs envolvendo uma caçamba e uma criança de apenas 14 anos que trafegava de bicicleta, chocou a cidade. A caçamba trafegava pela rua Pedro Ludovico Teixeira quando ao chegar no cruzamento da rua Darcy Marinho em uma das esquinas da praça do Pio, encontrou-se com o menino que descia pela ladeira em sua bicicleta. Devido a rapidez do acontecido o motorista não conseguiu frear o veículo que estava carregada de areia ainda molhada passou literalmente por cima do garoto.

O motorista ao perceber o acontecido continuou seguindo com a caçamba, parando somente a uns 150 metros adiante onde assustado empreendeu fuga deixando o veículo estacionado.

A Polícia Militar foi acionada se dirigiu até o local para averiguar a situação e ajudar na preservação do local do acidente para que a perícia pudesse realmente apurar o acontecido.

Com a noticia do acidente, centenas de curiosos foram até o local, mas, ninguém conseguia reconhecer quem realmente era a vítima, já que com o peso da caçamba o corpo do garoto ficou totalmente esmagado com as vísceras a mostra, que só foi reconhecido quando seu padrasto que morava próximo ao local, chegou e reconheceu o corpo pelas roupas e a bicicleta que também ficou bastante danificada.

O menino que tinha apenas 14 anos de idade segundo informações de colegas de aula chama-se Victor Figueiredo e estudava o 9º ano no Colégio Dom Orione. Victor apesar de novo já dominava muito bem o computador, onde passava horas navegando no cyber, também apesar da pouca estatura adorava jogar basquete com seus colegas.

Este tipo de acidente chama atenção pela falta de prudência das pessoas não só os motoristas, ciclistas e pedestre, pois o número de acidentes só aumentam no município e deixam uma questão no ar. Será se a instalação dos chamados redutores de velocidades próximo as esquinas também não resolveriam o problema? Pelos menos nos locais onde eles foram instalados na cidade que gerou muita polêmica na época nunca mais tivemos noticia de acidentes nestes mesmos locais. (Cokim.com)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
2 Comments

Bico do Papagaio

Ministro Tarcísio de Freitas estará no Bico do Papagaio dia 13 de janeiro

Publicado

em

Coordenador da Bancada Federal no Congresso Nacional, o deputado federal Tiago Dimas (SD), recebeu nesta terça-feira, 7 de dezembro, a confirmação de agenda do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, no Tocantins no dia 13 de janeiro de 2022.

O ministro vem ao Bico do Papagaio para conferir o andamento das obras da ponte sobre o Rio Araguaia, que liga o Bico do Papagaio, no Tocantins à região de Carajás, no Pará, (entre Xambioá e São Geraldo do Araguaia).

Ainda no Bico do Papagaio, Tarcísio entregará as obras de restauração da BR-226 entre Wanderlândia e Arguiarnópolis.

Ainda no Tocantins, só que na região norte, o ministro vistoriará a primeira etapa das obras de modernização e qualificação do Aeroporto de Araguaína. 

Continue lendo

Bico do Papagaio

SÃO MIGUEL: Etapa da Conferência Nacional de Educação acontece dia 17

Publicado

em

Acontece dia 17 de dezembro em São Miguel, no Bico do Papagaio, a etapa municipal da Conferência Nacional de Educação (CONAE).

A ação acontecerá na Escola Estadual São Miguel e é aberta ao público.

O tema abordado neste ano será “Inclusão, Equidade e Qualidade: compromisso com o futuro da educação brasileira” e acontecerá a partir das 7h30.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Mais de 3 mil pessoas no Bico são certificadas com diploma de Agente Comunitário de Segurança

Publicado

em

A Diretoria de Polícia Comunitária, composta por integrantes da Polícia Militar e Polícia Civil do Tocantins (PC-TO) concluiu mais uma etapa do projeto que visa a constituição de dez Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs)  na Região do Bico do Papagaio. Nesta segunda fase as equipes finalizaram o Curso de Agente Comunitário de Segurança (Cacs) e certificaram 3.300 pessoas em dez cidades da região.

O diretor de Polícia Comunitária, major Vinicius Dourado, explica que a população foi contemplada com informações específicas sobre segurança pública para que, com este poder de informação e conhecimento, possam contribuir para analisar, propor, planejar e acompanhar ações que visem a solução dos problemas de segurança da comunidade.

“Posteriormente retornaremos à região para realizar o processo eleitoral de composição do Conselho, e a quarta e última etapa é o momento da posse”, explicou o diretor, acrescentando que a participação da população contribui para a redução de indicadores criminais de forma preventiva e consequentemente aumenta a qualidade de vida.


As duas primeiras etapas do projeto foram realizadas em 55 dias, entre os dias 11 de outubro e 4 de dezembro. Os municípios contemplados nesta etapa foram Tocantinópolis, Araguatins, São Bento, Esperantina, Carrasco Bonito, Augustinópolis, Sampaio, Sítio Novo, São Miguel e Axixá do Tocantins.

Alcance 
Além das 3.300 pessoas certificadas pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-TO) com o diploma do curso de Agente Comunitário de Segurança, outras 12.500 pessoas foram impactadas diretamente com informações por meio de visitas ao comércio, a sindicatos rurais e em reuniões comunitárias.

“Fizemos uma grande mobilização e percorremos cerca de 15.800 km nos dez municípios. Indiretamente, por meio da multiplicação de informações, por meio de carro de som e outros meios de comunicação, atingimos milhares de pessoas nos dez municípios”, acrescentou o diretor da Polícia Comunitária.

O que é um Conseg?
O Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) é composto por cidadãos e líderes comunitários que se reúnem voluntariamente para tratar dos problemas de segurança da comunidade. 
Cada Conseg deve ter também integrantes ligados aos órgãos públicos de segurança como, por exemplo, um representante da Secretaria de Segurança Pública ou da Polícia Civil ou Militar.
Com o auxílio do Conseg, a ação da polícia poderá ser mais efetiva, pois não só orientará os cidadãos e as comunidades a ajudarem a si mesmos, como contará com a colaboração deles. (Sara Cardoso)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze