Connect with us

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: Antenor e Mardônio se negam a dividir mesmo palanque

Publicado

em

O ex-prefeito e candidato ao mesmo cargo em Tocantinopólis, Antenor Pinheiro Queiroz (PSB), e seu candidato a vice, o vereador Mardônio Queiroz (PMDB), não devem mais subir no mesmo palanque nas eleições deste ano. A informação foi repassada pelo próprio candidato a prefeito, que declarou que tem sido vítima de perseguição do próprio companheiro em um processo que ele enfrenta na Justiça, em que o Ministério Público Eleitoral (MPE) pede a impugnação de sua candidatura.

O desentendimento entre o ex-prefeito e seu vice, teve início depois que um termo de compromisso entre os presidentes das comissões provisórias do Partido Socialista Brasileiro- PSB, Cleonice Santos Rodrigues e do Partido Progressista (PP), ambos de Tocantinópolis e também do PMDB teria sido descumprido.

No acordo, segundo consta no documento, se até o dia 24 de junho, Antenor, que enfrenta na Justiça um processo de impugnação de sua candidatura, não tivesse a situação jurídica regularizada, Mardônio seria o candidato a prefeito e o vereador Márcio Kley Soares Brandão (PP), sairia o candidato a vice.

Sem desistência

Antenor informou que está sendo vítima de perseguição do próprio companheiro de chapa. “Em hipótese alguma vou desistir da minha candidatura, pois não existe fundamento jurídico das denúncias feitas contra mim, mas mesmo assim, ele (Mardônio) levou os fatos ao conhecimento do MPE com a finalidade de bloquear minha candidatura, para mim isso não é companheiro”, disse.

Em relação ao Termo de Compromisso, Antenor disse que não descumpriu o que foi acordado, pois o processo que tramita contra ele não foi transitado em julgado. “Eu não descumpri o acordo, o que aconteceu foi que eu recorri da decisão, pois o TCE não tem competência para julgar contas do executivo, isso cabe ao legislativo e como eu consegui anular na Justiça a sessão que as contas tinham sido reprovadas e ainda não foi realizada outra sessão, eu não estou impedido de ser candidato”, informou.

Presença no palanque

Ainda segundo o candidato, o relacionamento entre ele o e companheiro de chapa ficou abalado depois do desentendimento. “Nunca mais conversei com ele, até porque ele ficou com vergonha e sumiu da cidade, também não faço questão de ter a presença dele no meu palanque, pois se eu sou seu companheiro de chapa e faço denúncias contra você, não mereço sua confiança. Por isso, nós estamos vendo a possibilidade de colocar o vereador Márcio como vice, mas se não for possível ele fica mesmo do jeito que tá”, finalizou.

Mardônio responde

Em resposta às acusações feitas por Antenor, o vereador e candidato a vice, Mardônio Queiroz (PMDB), informou que as declarações de seu companheiro foram uma surpresa. “Eu fico surpreso com as declarações dele, pois já o apoiei em duas candidaturas a prefeito, o defendi de um impeachment na Câmara de Vereadores e sempre fui um companheiro dele, então não sei porque ele tem agido dessa forma”, argumentou.

Sobre o acordo feito pela coligação, Mardônio informou que, o acordo foi quebrado pelo próprio candidato a prefeito e não por ele. “Ele descumpriu o acordo e ainda me acusa de ter ido ao Ministério Público fazer denúncias contra ele, mas isso não é verdade, pois toda ação tem o nome das partes, inclusive o nome de quem fez a denúncia. Então quem tiver dúvida pode pegar os processos e ver se tem meu nome como parte”, declarou.

Mesma moeda

o vereador informou também, que no momento, não tem conversado com Antenor, pois devido o impasse gerado, ele preferiu não se envolver. “Eu fiquei isolado, até porque esse tipo de discussão fortalece o adversário. Eu vou esperar a decisão da Justiça e ver se a candidatura dele será deferida ou não, mas como ele anda dizendo que não faz questão da minha presença no palanque, pretendo dar a ele o mesmo tratamento, pois ao que parece, ele quer levar isso até o fim e se caso não puder sair candidato, deve colocar um parente dele”, finalizou. (Dermival Pereira – Site Roberta Tum)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

Perfuratrizes da COINBIPA começarão por Araguatins e Nazaré perfuração de poços artesianos

Publicado

em

Duas máquinas perfuratrizes foram entregues aos prefeitos que compõem o Consórcio Público Intermunicipal para o Desenvolvimento Sustentável da Região do Bico do Papagaio (COINBIPA), pela senadora, Kátia Abreu (PP), nesta segunda, 25, por meio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (CODEVASF).

O presidente do COINBIPA e prefeito de Praia Norte, Ho-Che-Min Silva de Araújo, informou que os trabalhos com as máquinas terão início pelos municípios de Nazaré e Araguatins, até percorrer todos os municípios que compõem o Consórcio, sendo 25 no total.

Ho-Che-Min Silva de Araújo, destacou que a expectativa é de que as máquinas atendam diretamente 100 mil habitantes. “Essas máquinas já eram esperadas há muito tempo, tanto pelos moradores da zona rural quanto por parte da população urbana que sofre com a escassez de água. E nós acreditamos que esse maquinário irá beneficiar mais de 100 mil habitantes da região do Bico do Papagaio”, destacou. 

Continue lendo

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Reunião nesta quarta, 27, iniciará implantação do Conselho Comunitário de Segurança

Publicado

em

Acontece nesta quarta-feira, 27, no auditório da Câmara Municipal, reunião para implantação do Conselho Comunitário de Segurança, no município de Augustinópolis, no Bico do Papagaio. O evento será às 19h.

O Conselho Comunitário de Segurança deverá ser formado por membros da própria comunidade, juntamente com as Polícias Civil e Militar para atuarem em parceria, no desenvolvimento de projetos preventivos na área da segurança pública, visando a redução dos indicadores criminais.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Municípios do Bico já podem retirar novos kits de testagem rápida para Covid-19

Publicado

em

Deste segunda-feira, 25, o Governo do Tocantins realiza entrega de testes rápidos/antígeno para todos os municípios, para testagem da Covid-19. A retirada deve ser feita nas unidades do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen/TO), em Palmas e Araguaína.

“São testes distribuídos pelo Ministério da Saúde, destinados à Secretaria de Saúde do Tocantins, com a finalidade de expandir o diagnóstico da covid-19, por meio dos testes rápidos baseados na pesquisa de antígeno SARS-CoV-2, para uso em indivíduos sintomáticos e assintomáticos, no monitoramento da situação epidemiológica e direcionar os esforços na contenção da pandemia no território nacional no Plano Nacional de Expansão da Testagem para covid-19”, afirmou a diretora do Lacen, Jucimária Dantas.

Ainda segundo a diretora “a retirada deve ser imediata e visa atender os múltiplos públicos alvo, por meio das estratégias preconizadas pelo Ministério e levando em consideração o Plano de Expansão da Testagem para covid-19”.


A recomendação da Secretaria da Saúde é que a utilização dos testes siga os critérios preconizados no PNE-Teste de acordo com a Nota Técnica N0 1217/2021-CGPNI/DEIDT/SVS/MS, a qual deve ser para: diagnóstico assistencial (para indivíduos sintomáticos suspeitos de covid-19); busca ativa (para indivíduos participantes de surtos de covid-19, sintomáticos ou não, e para contatos de casos suspeitos ou confirmados de covid-19 (rastreamento e monitoramento de contatos) e triagem populacional (para qualquer indivíduo, assintomático ou sintomático, independente do estado vacinal ou idade, principalmente para aqueles com maior risco de contaminação).

“Esse teste detecta a presença de um antígeno do vírus SARS-CoV-2, o que implica infecção viral atual, podendo ser utilizado para o diagnóstico na fase aguda da doença (1º ao 8º dia após o início dos sintomas), com resultados liberados em aproximadamente 15 a 20 minutos”, enfatiza Jucimária Dantas.

Retirada

Para retirada dos testes nas unidades do Lacen/TO, é necessário apresentar ofício emitido pela Secretário (a) Municipal de Saúde, solicitando a entrega dos kits; Termo de Compromisso e Responsabilidade, assinado pelo Secretário Municipal de Saúde; Caixa térmica ou de Isopor com Gelox, higienizada e sem nenhum outro item, para o armazenamento e transporte exclusivo dos kits e informar no Ofício um endereço de e-mail/contato telefônico ativo para que sejam enviadas orientações técnicas para a realização do teste, assim como contato para dirimir dúvidas ou requisitar informações.

Orientações gerais

A orientação do Lacen aos municípios, é que os testes rápidos deverão ser realizados por profissionais capacitados e aptos à realizar o procedimento da coleta da amostra e técnica de execução do teste; os kits deverão ser armazenados e conservados em temperatura ambiente/refrigerada (2˚C a 30˚C) e todos os TR-AG realizados, independentemente do resultado e quadro clínico do indivíduo testado, devem ser devidamente registrados nos sistemas oficiais e-SUS Notifica e Sistema Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe (SIVEP-Gripe). Aldenes Lima

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze