Connect with us

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: Donos viajam e deixam animais amarrados passando fome e sede

Publicado

em

Na sexta, dia 9, por volta das 8 horas, a Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima informando sobre alguns animais que estavam sendo mau tratados pelos seus donos na cidade de Tocantinópolis, no Bico do Papagaio. A equipe de policiais foi ao endereço informado e constatou que os cães estavam acorrentados a uma árvore no quintal da residência e um gato estava preso dentro da casa, os animais estavam famintos e com sede.

Segundo informações, os donos dos animais haviam viajado sem deixar ninguém para cuidar e nem deixaram comida suficiente para os bichos. De imediato, os policiais militares libertaram e compraram comida e água para os animais. Comovidos com a situações dos cães, eles também doaram rações. Os proprietários foram localizados via telefone, pela PM  em uma cidade vizinha e informados das consequências jurídicas penais que estavam sujeitos com a presente situação de maus tratos, sendo que eles retornaram para casa, onde se comprometeram a dispensar os devidos cuidados aos bichos.

Lembrando, que a Lei nº 14.064 que aumenta a pena para quem maltratar cães e gatos foi sancionada pela Presidência da República e publicada, nesta quarta-feira, 30, no Diário Oficial da União.  Agora, a prática de abuso, maus-tratos, ferimento ou mutilação dos bichos de estimação será punida com reclusão de dois a cinco anos, além de multa e proibição de guarda. A punição elevada já está valendo e busca defender essas duas espécies de animais domésticos mais comumente adotas como animais de estimação. Não hesite, tomando conhecimento de maus tratos a animais, disque 190 e denuncie.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: Completa um ano a primeira morte por Covid-19

Publicado

em

Nesta quarta, dia 12, completou um ano da primeira morte por Covid-19 no município de Tocantinópolis, no Bico do Papagaio.

A vítima foi o ex-vereador e funcionário público federal, Almiro Aguiar da Silva, 59 anos. Na época, Tocantinópolis registrava 5 contaminados com a doença. Ele faleceu no Hospital Municipal José Sabóia.

Um ano depois, Tocantinópolis acumula 37 óbitos e 2.031 contaminados no período.

Até esta quarta, o município aplicou 6.373, sendo 3.819 em primeira dose e 2.554 segunda dose.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Motoqueiro bate em bicicleta na Vila Miranda

Publicado

em

Nesta manhã de quarta, 12, um segundo acidente de trânsito envolvendo motocicleta foi registrado na cidade de Araguatins, no Bico do Papagaio.

Desta vez, o fato foi registrado na Vila Miranda, na Rua Antônio Fernandes. Um motociclista atingiu um vendedor de lanches que estava em uma bicicleta cargueira. Populares relataram que o condutor da motocicleta aparentava sinais de embriagues.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Gestores do Bico recebem orientações para Conferências de Assistência Social 2021

Publicado

em

O Conselho Estadual de Assistência Social (Ceas) realizou na manhã desta terça-feira, 11, uma reunião de orientação sobre as temáticas e organizações para as Conferências Municipais de 2021. As orientações são direcionadas aos conselheiros e secretários executivos dos Conselhos Municipais de Assistência Social (CMAS) de municípios do Bico e outras regiões do estado. tocantinenses.

O encontro tratou dos procedimentos necessários para a realização das conferências a serem realizadas em cada localidade, destacando a metodologia e os instrumentais que devem ser utilizados antes, durante e após as conferências municipais. São conhecimentos necessários para a elaboração dos relatórios e regimentos internos das conferências.


As datas para a realização das conferências nos municípios vai até 30 de julho, e as conferências estaduais devem acontecer de 2 de agosto até 30 de outubro.

O tema para as conferencias 2021 é “Assistência Social: Direito do povo e dever do Estado, com financiamento público, para enfrentar as desigualdades e garantir proteção social”.

Dentro dessa temática principal serão discutidos cinco eixos, com o propósito de construir propostas aos municípios, ao Estado e à União. O Plano de Assistência Social toma por base, entre outros instrumentais, as deliberações postas nas conferências, e são essas propostas que norteiam os gestores municipais, estaduais e do Governo Federal em seus planejamentos e nas tomadas de decisões.

s conferências de assistência social são instâncias de caráter deliberativo e têm como maior finalidade avaliar e concretizar os avanços conquistados na política pública de assistência social, e também apresentar orientações, definindo diretrizes e aprimoramentos do SUAS. As conferências acontecem a cada quatro anos de forma ordinária e extraordinariamente a cada dois anos.

A Conferência de Assistência Social envolve três etapas. As conferências municipais, as estaduais e a nacional. A Nacional está prevista para dezembro. As deliberações da Conferência Municipal são enviadas para os Estados e as deliberações das Conferências Estaduais são enviadas para a Conferência Nacional. Os delegados que participarão da Conferência Nacional são escolhidos na Conferência Estadual. Por esses passos democráticos a Conferência Nacional é um momento único com vários representantes e atores de todos os lugares do Brasil. (Com informações de Cláudio Duarte)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze