Connect with us

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: Educação Escolar Indígena Apinayé é discutida no III Fórum Social

Publicado

em

O professor doutor Francisco Edviges Albuquerque elucidou sobre a Educação Escolar Indígena na Mesa Redonda, do III Fórum Social Indígena do Tocantins, na tarde desta quinta-feira, 8. Segundo o educador, a educação escolar indígena entre os Apinayé foi introduzida na década de 1960, nas aldeias de São José e Mariazinha, por Patrícia Ham, no então Estado de Goiás. Naquela época, as políticas educacionais voltadas para os Apinayé não eram diferentes daquelas oferecidas aos demais grupos indígenas, que eram compatíveis às práticas pedagógicas desenvolvidas pelas escolas das comunidades rurais brasileiras.

A partir de 2001, com a implantação das ações do Projeto de Apoio Pedagógico e Educação Indígena Apinayé, os próprios professores Apinayé passaram a elaborar o material didático em sua língua e em português. “O Projeto de Apoio Pedagógico tem como meta a realização de curso de aperfeiçoamento que habilite os professores indígenas a atuarem nas escolas de suas comunidades como professores do Ensino Fundamental e Médio, dentro de uma proposta diferenciada, específica, bilíngue e intercultural”, acrescentou Albuquerque.

Dentre as conquistas educacionais do povo Apinayé, estão a Gramática Pedagógica Apinayé, o Dicionário Escolar Apinayé e Do Texto ao Texto: Leitura e redação.

Existem 12 escolas Apinayé, 899 alunos matriculados, em 2010, 32 professores indígenas e 25 professores não-indígenas.

De acordo com relatório técnico da Fundação Nacional de Saúde – Funasa, em 2010, a população Apinayé atual é de, aproximadamente, 1.793 índios, distribuídos em 19 aldeias. O Povo Apinayé está localizado no Bico-do-Papagaio. (Umbelina Costa)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
1 Comment

Bico do Papagaio

WANDERLÂNDIA: Nova morte por Covid-19 é confirmada

Publicado

em

O Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde, desta quinta, 26, confirmou a sexta morte por Covid-19, no município de Wanderlândia, no Bico do Papagaio.

A vítima é um homem de 79 anos, com diabetes, insuficiência renal e hipertensão. Óbito no dia 1ª de agosto, no Hospital Regional de Araguaína.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Fiscais da Adapec participam de treinamento

Publicado

em

Fiscais da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) que atuam, nesta semana, nas barreiras fixas e volantes da regional do órgão de Araguatins, participam de um treinamento sobre nivelamento de trânsito de produtos vegetais.

De acordo com inspetor de defesa agropecuária, Grin Miranda Costa, o objetivo do treinamento é melhorar a atuação dos fiscais na área vegetal, bem como a padronização dos procedimentos realizados na fiscalização do trânsito vegetal em todo o Tocantins.

“Esse treinamento vem ocorrendo mensalmente, nas principais barreiras fixas do Estado. Nele, acompanhamos, na prática, o dia a dia dos fiscais na barreira, onde são feitas as orientações pertinentes ao trânsito vegetal”, explicou Grin Miranda.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas no Bairro Vila Cidinha é preso

Publicado

em

A Polícia Militar prendeu nessa quarta, 25, um homem de 20 anos, suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas no Bairro Vila Cidinha, em Araguatins, no Bico do Papagaio. Em poder do indivíduo que já possui passagem pela polícia por tráfico de entorpecentes, a PM apreendeu diversas porções de substâncias análogas à maconha, pedra de crack e embalagens para a venda da droga.

A prisão foi feita pela equipe de Força Tática do 9º Batalhão da PM (9º BPM) durante a realização de patrulhamento naquele local. Os policiais se deparam com o autor e resolveram abordar o indivíduo. Parte da maconha foi localizada em poder do suspeito, o restante do entorpecente foi apreendido em uma residência indicada pelo acusado. A droga estava escondida no interior de um cesto de roupas.

Ao todo os policiais apreenderam quase 70 gramas de maconha, 20 gramas de crack e nove embalagens que seriam utilizadas para a comercialização dos entorpecentes. O autor e a proprietária da casa, 28 anos, onde a droga estava escondida, foram juntamente com os objetos conduzidos à Delegacia de Polícia para as demais medidas a serem tomadas.

Continue lendo
publicidade Bronze