- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_img
quarta-feira, 17 / julho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

TOCANTINÓPOLIS: Estudantes fazem coleta de lixo em comunidade indígena e conscientizam famílias

Mais Lidas

Professores e estudantes da Escola Estadual Indígena Tekator, em Tocantinópolis, promoveram uma campanha de mobilização para combater o mosquito Aedes aegypti, com o título “Todo dia é dia de combater o mosquito”, como forma de conscientizar a população sobre ações preventivas. O evento aconteceu na aldeia Mariazinha e mobilizou as famílias dos estudantes.

O objetivo foi promover um momento de reflexão sobre como reduzir a proliferação do mosquito Aedes aegypti, como conhecer as formas de transmissão e os sintomas das doenças como a dengue, chikungunya e zika. 

O professor Josiel Carneiro Maranhão, de Ciências da Natureza, falou da importância de uma ação realizada com a comunidade local. “Entendemos que é necessário conscientizar os estudantes sobre as prevenções e os perigos da dengue para as pessoas. Dessa forma, a escola contribui, de forma contextualizada, com o projeto didático voltado para a saúde e estimula o pensamento crítico. E que as famílias aprendam a desenvolver melhor as ações de prevenção”, explicou o professor.

O estudante Fabiano Dias Fernandes Apinajé, 17 anos, também ressaltou a relevância do trabalho. “Nós conseguimos transmitir às famílias as informações sobre a dengue. Compreendemos que esse trabalho foi muito bom para o nosso povo. Nós ajudamos a recolher o lixo nas aldeias próximas, como forma de incentivar as pessoas a cuidarem melhor do ambiente em que vivem. E ficamos com a certeza de que todo dia é dia de combater o mosquito”, frisou. (Joselia de Lima)

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias